1. Em 2 de janeiro de 2022, começaram as manifestações na região de Mangistau, no oeste do Cazaquistão, contra o aumento dos preços de varejo do gás liquefeito de petróleo. Os manifestantes exigiram que fossem reduzidos ao nível anterior e que uma série de questões socioeconômicas fossem resolvidas.

2. Em nome do Presidente, o Governo da República do Cazaquistão respondeu prontamente às demandas dos cidadãos e tomou medidas para reduzir os preços do gás, bem como introduziu uma moratória sobre os aumentos de preços de produtos alimentícios socialmente significativos, combustíveis e derivados de petróleo e utilitários .

3. Todas as pessoas anteriormente detidas durante ações não autorizadas foram liberadas.

4. Após atender às demandas dos manifestantes na região de Mangistau, começaram as manifestações com demandas semelhantes em todas as grandes cidades do país.

5. Em 4 de janeiro de 2022, o Presidente da República do Cazaquistão Kassym-Zhomart Tokayev exortou os cidadãos a não sucumbirem a provocações no contexto de comícios contra o aumento dos preços do gás, a lutar pela confiança mútua e pelo diálogo. O Presidente instruiu o Governo da República do Cazaquistão e as autoridades locais a encontrar soluções pacíficas para os problemas através do diálogo com todas as partes interessadas, com base no respeito pelos direitos e liberdades dos cidadãos.

6. Essas ações demonstraram uma clara vontade política e compromisso de resolver as diferenças por meio do diálogo, reafirmando o compromisso das autoridades com o conceito de “Estado Ouvinte”.

7. Infelizmente, os protestos em várias grandes cidades foram usados por grupos terroristas, extremistas e criminosos para escalar a situação e agir com violência. A este respeito, o Presidente ordenou a tomada de medidas urgentes para evitar tumultos e declarou estado de emergência em todo o país.

8. Apesar das medidas tomadas, a escalada da violência foi causada por ataques armados em massa contra instituições administrativas, delegacias de polícia, bases militares, civis, incluindo médicos, bombeiros e jornalistas.

9. A situação mais difícil ocorreu na cidade de Almaty, onde terroristas tomaram a prefeitura, a residência local do Presidente da República do Cazaquistão, os departamentos de polícia da cidade, o KNB, o Ministério Público e os estúdios de vários empresas de televisão e rádio.

Os terroristas também apreenderam o aeroporto internacional de Almaty, onde havia aviões de companhias aéreas locais e estrangeiras com passageiros a bordo.

10. A análise da situação mostrou que o Cazaquistão foi submetido a agressões armadas por grupos terroristas bem coordenados treinados no exterior. De acordo com dados preliminares, entre os agressores há pessoas que têm experiência de participação em combates em “hot spots” ao lado de grupos radicais islâmicos.

Grupos terroristas surgiram devido à ativação das chamadas "células adormecidas". Infelizmente, as agências de aplicação da lei do Cazaquistão não estavam prontas para ataques tão maciços e coordenados em diferentes regiões ao mesmo tempo.

11. Se inicialmente os comícios no Cazaquistão Ocidental foram pacíficos e apresentaram demandas de natureza socioeconômica, os participantes dos distúrbios subsequentes não apresentaram nenhuma demanda econômica ou mesmo política específica. Eles não tinham intenção de negociar com as autoridades, mas visavam a derrubada violenta da ordem constitucional.

12. Em conexão com o acentuado agravamento da situação no país, o Presidente da República do Cazaquistão K. Tokayev assumiu a presidência do Conselho de Segurança da República do Cazaquistão. Em 6 de janeiro, ele ordenou o início de uma operação antiterrorista no país com o objetivo de eliminar as ameaças à segurança nacional e proteger a vida e a propriedade dos cidadãos do Cazaquistão.

13. Avaliando objetivamente a situação, o Presidente da República do Cazaquistão foi forçado a apelar aos estados membros da Organização do Tratado de Segurança Coletiva (CSTO) para enviar forças de manutenção da paz para ajudar a estabilizar a situação na República.

14. A base legal para o envio das Forças Coletivas de Manutenção da Paz da CSTO no Cazaquistão são os Artigos 2 e 4 do Tratado de Segurança Coletiva, o Acordo sobre Atividades de Manutenção da Paz e o apelo do Presidente da República do Cazaquistão para assistência adequada.

15. O mandato das forças de manutenção da paz inclui a proteção de instalações estratégicas e cobertura para as forças policiais do Cazaquistão. As principais ações contra grupos terroristas são realizadas por agências de aplicação da lei e pelas Forças Armadas da República do Cazaquistão.

16. Atualmente, forças de paz de todos os estados membros da CSTO estão chegando ao Cazaquistão, com um número total de cerca de 2.500 pessoas.

17. As forças coletivas de manutenção da paz da CSTO estão temporariamente no território do Cazaquistão e deixarão o país depois que a situação se estabilizar ao primeiro apelo do lado cazaque.

18. O Presidente K. Tokayev instruiu as agências de aplicação da lei a formar um Grupo de Investigação para conduzir uma investigação em grande escala e levar todos os responsáveis à justiça. Após a conclusão da investigação, os resultados da investigação serão disponibilizados à comunidade internacional. 

19. O Cazaquistão garante a segurança e proteção das missões diplomáticas estrangeiras no país, bem como pessoal e propriedade de empresas e investidores estrangeiros. A situação será estabilizada em breve e não haverá mudanças na política econômica e clima de investimento do estado, todas as nossas obrigações permanecem em pleno.

20. A restrição temporária de acesso à Internet no país foi causada pela realização de uma operação antiterrorista para bloquear a comunicação entre membros de grupos terroristas.

21. Em 7 de janeiro de 2022, em seu discurso ao povo do Cazaquistão, o presidente K. Tokayev disse que a operação antiterrorista continuava no país. A polícia, a Guarda Nacional e as Forças Armadas estão realizando ações em grande escala para neutralizar grupos terroristas e criminosos.

22. É especialmente importante que manifestantes pacíficos não sejam sujeitos a qualquer tipo de assédio.

23. Deve-se notar a solidariedade do povo do Cazaquistão em uma hora difícil de testes. Os cidadãos apóiam as medidas do presidente K.Tokayev para restaurar uma vida pacífica, iniciar a formação de guardas populares para proteger as instalações sociais.

24. Defendemos nossa democracia e a Constituição dos radicais islâmicos e terroristas!

25. Infelizmente, há vítimas humanas tanto entre os funcionários responsáveis pela aplicação da lei e militares, como entre a população civil. Esta é uma grande tragédia para nós, os parentes das vítimas e todo o povo cazaque.

26. Em conexão com as inúmeras vítimas humanas como resultado de eventos trágicos em várias regiões do país, o Presidente da República do Cazaquistão K.Tokayev declarou 10 de janeiro de 2022 um dia de luto nacional.

Vendas nos meses de estiagem de 2021 subiram 1250% em relação ao mesmo período de 2020


Várias regiões do país estão sofrendo com o preço da conta de luz. Uma das alternativas para reduzir essa despesa mensal obrigatória é a instalação de placas fotovoltaicas, que geram energia a partir dos raios solares. O Consórcio Magalu, plataforma de consórcios do Magazine Luiza, registrou um aumento expressivo na venda de planos de placas fotovoltaicas, que geram energia solar. Foram mais de 1 250% de aumento nos meses de maio a setembro de 2021, em comparação ao mesmo período de 2020.  

As placas fotovoltaicas, geralmente instaladas no telhado de casas e prédios, captam a energia do sol e a transformam em eletricidade, que é enviada à rede distribuidora. O valor equivalente à energia produzida é descontado da conta de luz do consumidor, que se torna também gerador de energia. Segundo especialistas, esse "consumidor-gerador" consegue abater até 95% da despesa mensal com eletricidade. Em alguns casos, os sistemas podem ser adaptados não só para o abatimento na conta, mas também para aquecer água de chuveiros e piscinas, por exemplo.

O investimento da instalação das placas varia de acordo com a necessidade de energia do local, que pode ser uma casa, um condomínio residencial, um empreendimento comercial ou uma propriedade rural. O Consórcio Magalu oferece uma grande variedade de planos, com créditos de 10 000 a 500 000 reais, em até 240 meses. Durante os meses de julho, agosto e setembro do ano passado, os créditos mais procurados foram os de 30 000 reais.

De acordo com a Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica, a instalação de sistemas de energia solar no país cresceu quase 50% no primeiro semestre de 2021, em comparação com o mesmo período do ano passado, e 80% desses novos sistemas são de clientes residenciais. "Comprar placas fotovoltaicas via consórcio é um investimento seguro e moderno, que gera economia na conta de energia para sempre", afirma Angélica Urban, Gerente Corporativa de Produtos do Consórcio Magalu. Em geral, a economia paga o investimento em três anos, enquanto as placas solares duram cerca de 25 anos e têm baixo custo de manutenção.

Além da economia financeira, as placas solares são fontes renováveis e inesgotáveis de energia, que provocam um impacto mínimo ao meio ambiente. "Fora a economia individual, produzir e consumir energia limpa é bom para o planeta, além de aumentar o suprimento de eletricidade, que está escassa por causa da seca", diz Angélica. De acordo com a Agência Internacional de Energia, a energia solar deve se tornar a principal fonte energética do mundo até 2035.

Para mais informações acesse: https://consorciomagalu.com.br/

Sobre o Consórcio Magalu

O Consórcio Magalu é afiliado à ABAC (Associação Brasileira dos Administradores de Consórcios) e ao SINAC (Sindicato Nacional dos Administradores de Consórcios), faz parte do Grupo Magazine Luiza e tem tradição de mais de 28 anos no mercado. É considerada uma das empresas mais sólidas do setor de consórcio, sendo a administradora independente que mais contempla clientes mensalmente no Brasil. A companhia se destaca como a melhor do setor, no país, segundo a nota do Reclame Aqui. Ainda, possui o selo RA 1000 de atendimento e foi vencedora do Prêmio Época Reclame Aqui por diversos anos, conquistando o primeiro lugar em 2020. O Consórcio Magalu participa das avaliações do instituto GPTW (Great Place to Work) desde 2011, classificando-se na categoria Nacional por dez anos consecutivos. Em 2021, a empresa obteve o segundo lugar entre as melhores empresas para se trabalhar no país. O Consórcio Magalu é a plataforma de consórcios mais diversa do país, totalmente dedicada aos clientes, possui os melhores índices de aprovação de créditos, além disso, é a única administradora que oferece o contrato 100% digital de imóveis. Com o Consórcio é possível adquirir carros, motos, imóveis, eletrodomésticos e eletrônicos, viagens e muitos outros serviços, pelos vários canais de atendimento, site, lojas físicas do Magazine Luiza, redes sociais, aplicativo, e também nos escritórios exclusivos. 

O presidente Jair Bolsonaro estava acompanhado da primeira-dama Michelle Bolsonaro. Foto: Reprodução/Instagram Bp. Robson Rodovalho

Foto: Facebook Bispo Rodovalho.

O presidente Jair Bolsonaro participou na noite de sexta-feira (7), da Solenidade de Celebração Profética na Arena Hall Sara Nossa Terra, em Brasília. A celebração marcou a abertura do tema anual da igreja, batizado de "O profético ano do resgatador".

O chefe do Executivo estava acompanhado da primeira-dama, Michelle Bolsonaro, e do ministro do Trabalho e Previdência, Onyx Lorenzoni.

"Eu quero agradecer a Deus pela minha vida", afirmou o chefe do Executivo, durante o culto. Bolsonaro também agradeceu as orações feitas pelos fiéis enquanto esteve internado no Hospital Vila Nova Star, em São Paulo, no começo desta semana, com um quadro de obstrução intestinal.

Bolsonaro e a primeira-dama receberam orações em uma prece conduzida pelo bispo Robson Rodovalho, fundador da igreja. O bispo pediu saúde ao presidente e disse que sua presença ali era um desígnio de Deus.

No dia 16 de dezembro, Bolsonaro havia participado de um culto na Assembleia de Deus, também em Brasília, em ação de graças pela posse de André Mendonça como ministro do Supremo Tribunal Federal (STF). Na ocasião, o chefe do Executivo disse que sentia gratidão por Mendonça.

"Sinto nele uma coisa que escapa pelas mãos de alguns, a gratidão", declarou.

"Se o senhor dispõe de informações que levantem o menor indício de corrupção sobre este brasileiro, não perca tempo nem prevarique, senhor presidente"


Nota do Gabinete do Diretor Presidente da Anvisa, Antonio Barra Torres. Em relação ao recente questionamento do Presidente da República, Jair Messias Bolsonaro, quanto à vacinação de crianças de 5 a 11 anos, no qual pergunta "Qual o interesse da Anvisa por trás disso aí?", o diretor-presidente da Anvisa, Antonio Barra Torres, responde:
 
Senhor Presidente, como Oficial General da Marinha do Brasil, servi ao meu país por 32 anos. Pautei minha vida pessoal em austeridade e honra. Honra à minha família que, com dificuldades de todo o tipo, permitiram que eu tivesse acesso à melhor educação possível, para o único filho de uma auxiliar de enfermagem e um ferroviário.
 
Como médico, Senhor Presidente, procurei manter a razão à frente do sentimento. Mas sofri a cada perda, lamentei cada fracasso, e fiz questão de ser eu mesmo, o portador das piores notícias, quando a morte tomou de mim um paciente.
 
Como cristão, Senhor Presidente, busquei cumprir os mandamentos, mesmo tendo eu abraçado a carreira das armas. Nunca levantei falso testemunho.
 
Vou morrer sem conhecer riqueza Senhor Presidente. Mas vou morrer digno. Nunca me apropriei do que não fosse meu e nem pretendo fazer isso, à frente da Anvisa. Prezo muito os valores morais que meus pais praticaram e que pelo exemplo deles eu pude somar ao meu caráter.
 
Se o senhor dispõe de informações que levantem o menor indício de corrupção sobre este brasileiro, não perca tempo nem prevarique, Senhor Presidente. Determine imediata investigação policial sobre a minha pessoa aliás, sobre qualquer um que trabalhe hoje na Anvisa, que com orgulho eu tenho o privilégio de integrar.
 
Agora, se o Senhor não possui tais informações ou indícios, exerça a grandeza que o seu cargo demanda e, pelo Deus que o senhor tanto cita, se retrate.
 
Estamos combatendo o mesmo inimigo e ainda há muita guerra pela frente.
 
Rever uma fala ou um ato errado não diminuirá o senhor em nada. Muito pelo contrário

Antonio Barra Torres
Diretor Presidente – Anvisa
Contra-Almirante RM1 Médico
Marinha do Brasil



A cozinha Brasileira e Italiana sob a direção do popular chef é ótima neste local. Você pode pedir filé fascinante, tamboril saboroso e parmigiana boa. Muitos clientes deste restaurante dizem que os profiteroles são ótimos. Va no  Roma e peça bom cordial. O serviço é formidável. Quando entrar neste lugar, repare no ambiente acolhedor


Na W3
Aberto desde 1960 e ocupando o mesmo ponto na 511 Sul, em meio à W3, desde então. O Roma é um verdadeiro tesouro da gastronomia afetiva na cidade. Comandando desde 1964 pelo belga Simon Pitel, o restaurante mantém o mesmo aspecto e prioriza a fusão da cozinha italiana clássica com a brasileira. O foco é o bom atendimento aos clientes e a consistência nos pratos apresentados. O destaque fica por conta do filé à parmegiana (400 g).

Fotos: Facebook Roma.

Uma história de sucesso
Foi nesta época, 1964, que Simon Pitel adquiriu o restaurante Roma, inaugurado em 15 de abril de 1960, um ícone de Brasília. Ele manteve o nome e o restaurante funciona até hoje no mesmo local da 511 Sul.

O restaurante foi um sucesso retumbante. Fila na porta, senha para buscar pizzas. Eram cerca de 200 pizzas por dia na década de 60. Teve uma vez, na época da ditadura militar, que o restaurante serviu sete ministros de Estado em uma única noite. "Foi uma surpresa. Na calçada ficaram vários seguranças".

Entre os frequentadores famosos: Fernando Henrique Cardoso, Fernando Collor, Jarbas Passarinho, Tônia Carrero, Cauby Peixoto, Ângela Maria, Moacyr Franco, Jorge Bem Jor e Waldick Soriano.

Roma
Endereço: Avenida W3 Sul, SCRS 511 Sul, Bloco B, Loja 61. 
Telefone: (61) 3346-4030 | 3346-3434. 
Horário de funcionamento: Diariamente, das 12h às 15h e das 18h30 às 22h30.



Localizada no Lago Sul, a comida de boa qualidade, o ótimo atendimento e a rapidez para o alimento chegar à mesa são o diferencial da Galeteria Beira Lago. A galeteria possui estacionamento amplo, espaço agradável para cinco ambientes e atualmente está funcionando somente no horário de almoço, devido à pandemia. O rodízio de galeto da Galeteria Beira Lago acompanha: arroz, farofa, a famosa polenta frita, salada verde, a deliciosa salada de batata com maionese, massa caseira à sua escolha com o  molho especial da casa

Fotos: Paulo Melo.

Um franguinho na grelha cai bem! Ainda mais perto de casa, o presidente da República, Jair Bolsonaro (PL) é um cliente frequente da Galeteria Beira Lago, no Setor de Clubes Esportivos Sul. O presidente sempre é muito assediado, mas ele conversa com todos. São muitas solicitações para fotos.

João Miranda, sócio proprietário da Galeteria, já abriu 17 restaurantes em Brasília, dentre eles o Fogareiro, na Asa Norte e o Babytique, na rua dos restaurantes. "Fiz uma análise no ano de 2007 e percebi que faltava em Brasília uma casa de rodízio de carne branca", conta.

Atualmente o restaurante tem um dos melhores espaços de Brasília. "Tenho uma vasta experiência no ramo. O estacionamento é muito bom, digo que de restaurantes é um dos mais amplos que tem na capital federal. É uma casa grande, são 5 salões, a casa é imponente, com ar condicionado, nossa arquiteta Monica Pinto foi muito feliz no projeto. O atendimento é rápido, a carne branca é um sucesso no mundo, o galeto não tem hormônio.", afirma Miranda.

"A casa desde 2007 é um sucesso de público. Estamos perto da Câmara, Senado, Tribunais, durante a semana recebemos os funcionários públicos e os políticos. No final de semana recebemos as famílias daqui dessa região mais próxima", comenta Miranda, proprietário.

A casa é reconhecida pelo tradicional rodízio de galeto elogiado por todos, com acompanhamentos e temperos especiais, dentre elas a salada de maionese e a polenta. A galeteria já foi eleita por várias vezes a melhor de Brasília.

Miranda é um dono que, diferente de muitos outros, também trabalha na casa auxiliando seus 27 funcionários, cativando seus clientes com bom humor, conversas na mesa e fotos. "A galeteria é uma casa super familiar, agradável. A comida é rápida, no máximo 5 minutos a comida já está na mesa. Estamos aprimorando nosso atendimento, vou às mesas falar com meus clientes. Eu trabalho na empresa, eu vivo o meu negócio. E graças a Deus faço o que gosto", conclui.

Um dos acompanhamentos mais saborosos da Galeteria Beira Lago, é o tempero de ervas que serve para temperar o galeto ou a salada.

Serviço:
Almoço de Domingo na Galeteria Beira Lago
Endereço: Setor de Clubes Esportivos Sul, trecho 2, conjunto 32/33, ao lado do Pier 21;
Telefone: 61 3233-7700 / 61 99866-3466
Horário de funcionamento: Somente almoço – 11h30 às 16h. Sábado e domingo até 17h;
Rodízio de galeto: 75,90 por pessoa;
Site: www.galeteriabeiralago.com.br
Entrada: Sua honrosa presença.
Prato principal: Família, amigos e você.
Acompanhamentos: Alegria, amor, paz, prosperidade e saúde.
Sobremesa: Sua satisfação e breve retorno
Bebida: Um brinde a você

Chegamos em 2022. Agora é hora de refletir tudo que foi conquistado em 2021 mas também de começar a fazer a lista de sonhos para iniciar 2022 com planejamento e colocar suas finanças em ordem  


 
Logo no início deste caminho, é preciso considerar que despesas como IPTU, IPVA, matrícula e materiais escolares, licenciamento de veículos, entre outras precisam ser prioridade para abrir espaço para as realizações almejadas para o ano. E, pensando em ajudar os brasileiros nessa organização, a educador financeiro do Sicoob, Eduardo Trigueiro, separou algumas orientações.
 
De acordo com Eduardo, essa é a hora de dar início ao planejamento financeiro. "Existem despesas que podem ser adiantadas agora no fim do ano. Algumas escolas, por exemplo, disponibilizam a lista de materiais do ano seguinte. Então, se puder antecipar a compra é melhor", diz.
 
"Outra opção é consultar na escola materiais que não foram utilizados em 2021 para comprar apenas o necessário para o próximo ano letivo. Para gastos em livros, pesquisar os preços é fundamental. E em casos de renovação de matrícula, se puder já antecipar, melhor", pontua.
 
Despesas como IPTU e IPVA chegam neste mês. "IPVA não tem como antecipar, ele vem sempre nos primeiros meses. Hoje, existe a possibilidade de fazer o parcelamento maior que o próprio governo permite. Essa pode ser uma alternativa para conciliar o que entra e o que sai do seu orçamento".
 
"Aproveitar o desconto à vista é uma opção válida, mas apenas se você tiver com o dinheiro na conta. Agora, se a pessoa pretende trocar de carro em 2022, essa é a hora de evitar que a conta completa do IPVA seja paga".
 
Se você guardou parte do 13º salário, então pode aproveitar parte para as negociações de dívidas que acontecem no final de ano e que são alternativas válidas, desde que não atrapalhem suas contas fixas. Como planejamento financeiro para 2022, o educador orienta já começar a fazer uma reserva durante todo o ano para essas contas fixas que chegam. Por exemplo, normalmente as cobranças do IPVA são realizadas sempre na mesma época do ano e quem possui veículo sabe da obrigatoriedade de pagamento do imposto. A dica é já se preparar nos meses anteriores para realização deste pagamento, guardando um pouco de dinheiro a cada mês e contar com a possibilidade de pagar à vista utilizando o desconto que normalmente é concedido.
 
Para melhor auxiliar, o Sicoob disponibiliza para comunidade geral o curso "Se Liga Finanças". Um projeto totalmente gratuito que oferece ao público uma jornada de conhecimento com o objetivo de ajudar os brasileiros a ter uma vida financeira mais saudável, com uma nova visão sobre o dinheiro.  


O Sicoob DFMil atende a Segurança Pública do Distrito Federal, as administradoras e/ou síndicos de condomínios. O diferencial é que, no Sicoob DFMil, o condomínio vai economizar em taxas e despesas. Além disso, a nossa cooperativa não tem fins lucrativos e visa atender aos interesses dos associados. Por isso, um representante do condomínio tem direito ao voto nas Assembleias do Sicoob DFMil.

Além das vantagens citadas, confira mais 7 benefícios de escolher o Sicoob DFMil:

1 - Cobrança bancária — as menores tarifas do mercado;

2 - Atendimento personalizado e humanizado — seja com o atendente prestando suporte pelo WhatsApp, por ligação ou por e-mail;

3 - Atendimento agilizado — as demandas dos síndicos são resolvidas em tempo hábil;

4 - Prestação de serviços a domicílio — quando a situação não pode ser resolvida por ligação, e-mail, WhatsApp ou aplicativo Sicoob, nosso consultor leva nossos serviços até os condomínios;

5 - Equipe especializada em condomínios — equipe preparada para atender as necessidades dos síndicos e administradoras de condomínios;
 
6 - Seguro de edificação e residencial — as melhores cotações com custo benefícios, para os condôminos e para o condomínio;

7 - Financiamento para obras ou energia fotovoltaica — as menores taxas e os melhores prazos, para realização de obras condominiais.

O Sicoob DFMil facilita a vida do síndico e auxilia na redução dos custos dos condomínios.

Gostou? Entre em contato com o atendimento de condomínios e faça parte: https://cutt.ly/MnRgeO8
 

Empresas se unem e doam cobertores, itens de higiene e água para desabrigados na Bahia. Agência de comunicação de Brasília participa da campanha "Doe Amor, Doe Cobertor"



Empresas de todo o Brasil, e também pessoas físicas, estão unidas para ajudar as 715 mil pessoas afetadas após as enchentes na Bahia. Entre as iniciativas está a parceria da agência Qu4tro Comunicação e Assessoria Estratégica, de Brasília, com a Equipe Lepin Enxovais, empresa sediada em São Paulo.

Segundo a Superintendência de Proteção e Defesa Civil da Bahia (Sudec), no balanço da última segunda-feira, as chuvas no estado da Bahia já causaram 26 mortes. No total, 715.634 pessoas foram afetadas em 166 cidades.

A agência de comunicação da capital do país enviou 509 cobertores e vários itens de higiene e água para a campanha "Doe Amor, Doe Cobertor". A iniciativa acontece há 8 anos, liderada pela Lepin, e conta com a participação de Organizações não governamentais (ONG´s), instituições públicas e privadas e muitos grupos sociais que colaboram em causas importantes.



União de forças
 "A cada ano aumenta nossa corrente e esse trabalho nos engrandece, solidifica e nos enche de orgulho. Orgulho em conhecer tanta gente boa, como o pessoal da agência Qu4tro, que cruzou nosso caminho para compartilharmos essa história", afirma Ivamir Guisso, representante do grupo Lepin Enxovais.

A CEO da agência Qu4tro Comunicação e Assessoria Estratégica, a jornalista Claudia Marques, conta que a "Social Qu4tro" é o braço humanitário da agência Qu4tro Comunicação e Assessoria Estratégica e tem a missão de cuidar das pessoas. "Nessa ação, também contamos com doações de médicos, jornalistas, estudantes e advogados de Brasília", ressalta Claudia.

"São 715 mil pessoas afetadas com as enchentes na Bahia e elas precisam de todos nós. Além das nossas doações, estamos arrecadando produtos de higiene pessoal e limpeza, alimentos não perecíveis, cobertores, roupas e garrafas de água potável", alerta a jornalista Claudia Marques.

Doações
A jornalista acrescenta que, caso alguém queira ajudar, basta entrar em contato pelo Instagram da empresa @4assessoriaestrategica ou pelo WhatsApp (61) 96425797. "Organizaremos a logística e vamos enviar alguém para buscar as contribuições para aqueles que perderam quase tudo com as chuvas", reforça.

"Essa tragédia da Bahia só nos prova que as pequenas atitudes, de pessoa para pessoa, são as mais valiosas pois é nelas que está a maior demonstração de respeito e amor ao próximo", finaliza Guisso.

A partir desta terça-feira (4), o Senac-DF abre novas oportunidades para a população do Distrito Federal. São 818 vagas em 36 cursos gratuitos de qualificação profissional. Entre as áreas ofertadas estão: Saúde, Administração, Moda, Tecnologia da Informação, Gastronomia, Beleza e mais. O prazo para inscrição vai até o dia 16 de janeiro, ou até todas as vagas ofertadas serem preenchidas. Para participar, é necessário acessar o link: https://www.df.senac.br/inscricao-psg/



A diretora regional do Senac-DF, Karine Câmara, explica que a missão da instituição é transformar vidas por meio da educação profissional. De acordo com ela, a ideia do Senac é ofertar cursos de qualidade para o maior número de pessoas. "Queremos ver as pessoas capacitadas para que ocupem as vagas disponíveis no mercado de trabalho da cidade. Estamos em um momento de retomada da economia na capital do País, após meses de crise. Os empresários precisam de mão de obra capacitada", informa. "O Senac está de portas abertas, com instrutores e uma estrutura de qualidade. Queremos gerar oportunidades e novos casos de sucesso", destaca Karine.

Karine explica ainda que as turmas ofertadas observam as características da modalidade presencial. No entanto, enquanto prevalecer a necessidade de adoção de medidas para contenção da disseminação da Covid-19, algumas das atividades educacionais serão desenvolvidas com apoio de recursos tecnológicos ou com atividades flexíveis entre modelos presenciais e remotos. "Os alunos podem ficar tranquilos que a instituição está tomando todos os cuidados e seguindo os protocolos e decretos governamentais", explica.

Para participar dos cursos do Programa Senac de Gratuidade é necessário possuir renda familiar per capita de até dois salários-mínimos; ter a escolaridade exigida para o curso escolhido; e não ter evadido ou desistido de outro curso PSG, com prazo igual ou inferior a um ano da data de evasão ou desistência. Vale ressaltar ainda que é obrigatória a participação do aluno no primeiro dia de aula para garantir a matrícula no PSG. Em caso de impedimento em comparecer ao primeiro dia de aula, o estudante deverá justificar a ausência por meio de processo formal, considerando os motivos amparados pelo Regimento Escolar do Senac-DF.

A classificação dos inscritos obedecerá aos seguintes critérios: atendimento aos requisitos de acesso, ordem de inscrição e quantidade de vagas ofertadas no curso escolhido. O resultado da classificação será divulgado até às 23h, no dia 21 de janeiro, no site do Senac-DF. O candidato tem até o dia 28 de janeiro para realizar a matrícula. Para acessar o edital com todas as regras para a participação, acesse o link: http://df.senac.br/psg/#/programa-senac-de-gratuidade

Em decisão liminar nesta terça-feira, dia 21 de dezembro, o presidente do Tribunal de Contas do Distrito Federal, Conselheiro Paulo Tadeu, autorizou a continuidade da licitação para a realização de obras no Setor de Oficinas Sul (SOF SUL), desde que determinações feitas anteriormente pelo TCDF sejam cumpridas

Fotos: Renato Santos.

Estimada em R$ 52,7 milhões, a Concorrência 10/2021 – DECOMP/DA, lançada pela Companhia Urbanizadora da Nova Capital do Brasil (Novacap), tem por objeto a contratação de empresa especializada para execução de serviços de drenagem pluvial, lagoa de detenção, pavimentação, sinalização, paisagismo, implantação de mobiliário urbano, calçadas e estacionamentos públicos no Park Sul/SOF SUL, que faz parte da Região Administrativa do Guará (RA-X).

Por meio do Despacho Singular 351/2021 – GCMM, referendado pela Decisão no 4343/2021, o Tribunal havia determinado à Novacap e à Secretaria de Estado de Obras e Infraestrutura do Distrito Federal - SO que suspendessem o certame. A Corte determinou também uma série de correções relacionadas à elaboração da planilha orçamentária e do projeto de pavimentação; à necessidade de estudo comparativo para justificar os preços praticados na planilha de referência para os insumos asfálticos;  ao uso de concreto para a execução das calçadas, entre outras.

Ao analisar a manifestação da Novacap, o corpo técnico do TCDF apontou que o cumprimento das medidas foi parcial. No entanto, as pendências restantes são de fácil regularização, responsabilização e não configuram risco de prejuízo ao interesse público. Por esse motivo, o presidente do TCDF liberou o procedimento licitatório após a realização das seguintes correções: inserção do nome do responsável técnico pelos projetos de pavimentação e correção das siglas referentes à RA.



Essa é a quinta UPA entregue neste governo à população do DF


  O governador Ibaneis Rocha inaugurou a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Planaltina, a primeira da região administrativa para os moradores e a quinta de uma série de sete UPAs que vêm sendo construídas neste governo em todo o Distrito Federal por intermédio do Instituto de Gestão Estratégica do Distrito Federal (IGESDF), que também vai gerir essas unidades.  

Fotos: Aurea Santos.

A primeira UPA inaugurada neste governo foi em Ceilândia em 24 de setembro, a segunda no Paranoá em 18 de outubro, a terceira no Gama em 27 de outubro, e a quarta no Riacho Fundo II em 17 de dezembro. Mais duas serão inauguradas em breve em Brazlândia e Vicente Pires, totalizando sete novas UPAs. Juntas, as sete novas UPAs, quando estiverem em pleno funcionamento, vão poder atender 31.500 pessoas por mês.

"Quando a gente tira do papel sete UPAs, 21 UBSs, a UTI e a radiologia do Hospital de Planaltina, o maior Hospital Oncológico do Centro-Oeste, nós sabemos que esse grupo político está trabalhando pelo DF. Isso mostra que nós temos feito muito pela saúde", disse o governador Ibaneis Rocha, durante a inauguração.

"Desde setembro estamos inaugurando UPAs. A unidade de Planaltina é a quinta. Pode parecer que é fácil, mas lembro que elas foram construídas em plena pandemia, com falta de material, então essa desestruturação no país repercutiu aqui. Mas, estamos inaugurando uma estrutura com 146 funcionários e um atendimento 24h com humanidade", lembra o presidente do Iges-DF, Gislei Morais.

A UPA Planaltina vai atender 4,5 mil pessoas por mês e recebeu o investimento de R$ 6,627 milhões em obras e R$ 1,742 milhão em equipamentos e mobília. Com funcionamento 24h, a UPA atende casos de urgências e emergências de clínica médica, como pressão alta, febre alta, sintomas respiratórios como falta de ar, desmaio, convulsão, diarreia aguda, infecção do trato urinário, dor abdominal, entre outros casos.

Uma infinidade de atendimento que aproxima a saúde da população. Proximidade que o governador Ibaneis Rocha destaca ao lembrar das entregas feitas neste governo. "Quando a gente tira do papel sete UPAs, 21 UBSs, a UTI e a radiologia do Hospital de Planaltina, o maior Hospital Oncológico do Centro-Oeste, nós sabemos que esse grupo político está trabalhando pelo DF. Isso mostra que nós temos feito muito pela saúde", diz o governador Ibaneis Rocha.

Também foram contratados por processo seletivo feito pelo IGESDF 146 profissionais de saúde, entre médicos, enfermeiros, técnicos e outros colaboradores que vão atender os pacientes. Eles foram convocados e passaram por treinamento teórico e prático nas outras UPAs.

INFRAESTRUTURA – Localizada no Setor Habitacional Mestre D'armas, Q 23 MD 2 Lt 1, Planaltina/DF, a UPA possui uma área de 1,2 mil metros quadrados e conta com dois leitos de atendimento crítico emergencial na Sala Vermelha, seis leitos de observação e um leito de isolamento na Sala Amarela, 10 poltronas de medicação/inalação e reidratação na Sala Verde e três consultórios. A possui uma sala para classificação de risco.

O IGESDF equipou a unidade para realizar exames laboratoriais de urgência, eletrocardiografia e raio-X. O equipamento de raio-x e o laboratório não são obrigatório nas UPAs, conforme normatização do Ministério da Saúde. Mas o IGESDF decidiu oferecer mais esses serviços.

ATENDIMENTO – A UPA Planaltina vai funcionar todos os dias 24 horas. Os médicos prestam socorro, prescrevem medicamentos e exames e analisam se é necessário encaminhar os pacientes a um hospital, mantê-lo em observação por 24 horas ou dar alta após o atendimento.

Todas as novas UPAs também terão Sala de Ensino, onde os profissionais terão treinamentos e cursos de atualização permanentes fornecidos pela.  Além disso, os médicos da UPA também poderão contar com o suporte de médicos especialistas do Hospital de Base pela telemedicina, que é uma consultoria prestada via transmissão online, bem como com telediagnóstico em que os médicos do Hospital de Base farão os laudos dos exames de eletro. As três ações são promovidas pela DIEP.

CAPACIDADE – As sete novas UPAs do IGESDF seguem o modelo Porte I – Opção 3. As sete UPAs, quando todas estiverem em pleno funcionamento, vão poder atender 31.500 pessoas por mês, o que vai contribuir para desafogar o pronto-socorro dos hospitais da rede pública, como o Hospital Regional de Santa Maria, administrado pelo IGESDF.

 Cada unidade nesse modelo tem o seguinte padrão:

Área Construída: 1.200 m²

Capacidade de Atendimento/mês: 4.500 pessoas.

Sala Verde: 10 poltronas de medicação.

Sala Amarela: 6 leitos de observação e 1 leito de isolamento

Sala Vermelha: 2 leitos de atendimento crítico emergencial

Consultórios: 3

Área de classificação de risco: 1

Conheça o top 10 produtos mais importados pelo Brasil no fim de ano. Aeronaves e produtos eletrônicos lideram a lista, de acordo com levantamento da Logcomex

 O setor de comércio exterior tem crescido no Brasil. Ao longo dos últimos anos, vários produtos chegaram ao País por via aérea, marítima e terrestre, e as festas de fim de ano intensificam ainda mais esse volume.

Para entender melhor esse comportamento, a Logcomex, startup que oferece soluções de big data e automação para o comércio exterior, fez um levantamento dos principais produtos importados pelo Brasil entre setembro e dezembro de 2020. Em primeiro lugar, aparece o setor aéreo com "Outros aviões ou aeronaves com peso superior a 15 mil kg". Eles foram responsáveis por movimentar US$ 1.718.100.292,00. O segundo e quarto lugar da lista também estão relacionados ao segmento, com os turborreatores de empuxo e peças relacionadas a esse mesmo item, gerando US$ 865.053.759,36 e US$ 663.264.538,40, respectivamente

Os produtos eletrônicos transportados por via aérea ajudaram a diversificar a lista. Partes para aparelhos de telefonia e telegrafia chegaram ao valor de US$ 726.165.277,10, enquanto terminais portáteis de telefonia celular batem US$ 308.970.639,58 em importação no Brasil. Os SMD, ou Surface Mounted Dev, como processadores e controladores combinados com memórias renderam US$ 591.993.722,96. Ainda na área de tecnologia, circuitos integrados monolíticos foram responsáveis pela movimentação de US$ 256.506.033,54. "Os chips estão em falta no mundo todo, fazendo com que sejam produtos bastante procurados desde o último fim de ano",  explica Helmuth Hofstatter, CEO da Logcomex

Além disso, a empresa revela que vár
ios medicamentos importantes para a saúde pública chegam ao Brasil pelo sistema aéreo, como comprimidos e vacinas. Produtos imunológicos apresentados em doses ou acondicionados para venda a retalho geraram US$ 332.522.137,78, enquanto outras vacinas para a medicina humana, em doses, movimentaram US$ 241.560.777,06 no setor de exportação transportadas por aeronaves. "Isso foi muito influenciado pela importação de vacinas de combate a Covid-19, no final do ano passado", comenta Helmuth.

Outro setor que gera grande lucro ao ramo logístico é o transporte de obras de arte, como quadros, pinturas e desenhos feitos inteiramente à mão, alcançando US$ 289.598.590,39 em valores de importação.

Confira o top 10 modal aéreo:

Outros aviões e outros veículos aéreos, de peso superior a 15.000 kg, vazios - US$ 1.718.100.292,00;
Turborreatores de empuxo superior a 25 kn            -  US$ 865.053.759,36;
Outras partes para aparelhos de telefonia/telegrafia -  US$ 726.165.277,10;
Partes de turborreatores ou de turbopropulsores -  US$ 663.264.538,40
Processadores e controladores, mesmo combinados com memórias, conversores, circuitos lógicos, amplificadores, circuitos temporizadores e de sincronização, ou outros circuitos, montados, próprios para montagem em superfície (smd - surface mounted dev)          -  US$ 591.993.722,96;
Outros produtos imunológicos, apresentados em doses ou acondicionados para venda a retalho -  US$332.522.137,78;
Terminais portáteis de telefonia celular -  US$ 308.970.639,58;
Quadros, pinturas e desenhos, feitos inteiramente à mão -  US$ 289.598.590,39;
Outros circuitos integrados monolíticos -  US$ 256.506.033,54;
Outras vacinas para medicina humana, em doses -  US$ 241.560.777,06.

Confira o top 10 do modal marítimo:

Plataformas de perfuração ou de exploração, flutuantes ou submersíveis - US$ 8.791.410.864,00;
Barcos-faróis/guindastes/docas/diques flutuantes, etc. - US$ 3.139.419.915,54;
Outras embarcações, inclusive barco salva-vidas, exceto os barcos a remos         - US$1.637.883.841,97;
Gasóleo (óleo diesel) - US$ 1.259.236.310,32;
Outros cloretos de potássio - US$ 849.548.538,49;
Uréia, mesmo em solução aquosa, com teor de nitrogênio (azoto) superior a 45 %, em peso, calculado sobre o produto anidro no estado seco - US$830.875.797,32;
Outras caixas de marchas - US$659.743.754,92;
Cátodos e seus elementos de cobre refinado, em formas brutas - US$579.360.562,71;
Diidrogeno-ortofosfato de amônio (fosfato monoamônico ou monoamoniacal), mesmo misturado com hidrogeno-ortofosfato de diamônio (fosfato diamônico ou diamoniacal)     - US$552.289.533,63;
Óleos brutos de petróleo - US$521.484.781,34.

Sobre a Logcomex

Fundada em 2016, pelos empreendedores Helmuth Hofstatter Filho e Carlos Souza, a Logcomex é uma startup que revoluciona o comércio exterior com automação e Big Data. Oferecendo produtos para toda a cadeia do comércio exterior, a Logcomex atua em duas frentes: inteligência comercial (informações do mercado) e automação de tarefas (com organização e centralização de informações do cliente).



O parlamentar explicou que somente 30% do material reciclável recolhido pela empresa que presta serviço ao SLU é reaproveitado

Fotos: Rogério Lopes.

O veto do governador a dispositivo da lei nº 6.982/2021, que institui a Política Brasília Lixo Zero, impedindo que as cooperativas de catadores sejam responsáveis pela coleta seletiva no Distrito Federal levou o autor da norma, deputado Delmasso (Republicanos), a apelar aos colegas pela derrubada do veto. Na sessão ordinária da Câmara Legislativa desta terça-feira (7), o parlamentar argumentou que haverá ganhos educativos e de produtividade caso a determinação seja mantida.

Delmasso explicou que somente 30% do material reciclável recolhido pela empresa que presta serviço ao SLU é reaproveitado. "Em Vancouver (Canadá), onde a coleta seletiva é realizada pelas próprias cooperativas, o aproveitamento chega a 90%", exemplificou.

A lei do Lixo Zero, que pretende minimizar o despejo de materiais recicláveis diretamente no meio ambiente, foi publicada no Diário Oficial do DF no dia 29 de novembro último. "Além de justiça social com os catadores, está comprovado que  a coletiva seletiva é mais efetiva nas mãos dos catadores", afirmou.



O embaixador de Belarus no Brasil, Sergey Lukashevich, abriu as portas da Embaixada no dia 10 de dezembro (sexta-feira) para receber jornalistas e comunicadores da área internacional, integrantes da ABRAJINTER (Associação Brasileira de Jornalistas e Comunicadores da Área Internacional e Diplomática) para uma explicação acerca dos avanços socioeconômicos de seu país, e também sobre o fortalecimento das relações bilaterais com o Brasil.

Neste ano de 2021, Belarus obteve aumento de sua produção industrial em aproximadamente 8%, e aumento das exportações em 32%, com a invejável taxa de desemprego de 3,9%, uma das menores taxas de toda a comunidade internacional.

Apesar da distância geográfica, o Brasil é um dos principais parceiros econômicos de Belarus figurando entre os 10(dez) mais importantes.

70% da frota aérea de Belarus foi fornecida pela brasileira Embraer, em contrapartida, 25% dos fertilizantes à base potássio utilizados no agronegócio brasileiro são provenientes de Belarus.

Para além do comércio bilateral, as iniciativas de apoio recíproco para atuação na comunidade internacional, tem estreitado ainda mais os laços entre Brasil e Belarus.

Contudo, a parceria está em crescente desenvolvimento e o comércio para 2022 é bastante promissor.

Os produtos brasileiros que mais despertam interesse, considerando o mercado interno consumidor de 10 milhões de habitantes, são os bens de primeira necessidade como carnes, frutas, legumes, chocolate, castanhas , queijo, frutas e legumes congelados e mistura de legumes.

A parceria Brasil e Belarus é crescente e apresenta excelentes oportunidades de investimento.

O Embaixador enfatizou também que cada país deve ter o direito de manter a sua autonomia e decidir sobre seus assuntos internos sem a intervenção de outros que se consideram superiores.

O jantar aconteceu de forma amistosa e cordial mostrando a simpatia e receptividade do povo Bielorrusso.











"Eu lhe prometo o sol, se hoje o sol sair... ou a chuva, se a chuva cair…" É ao som de Dia Branco e demais sucessos que Geraldo Azevedo anima a noite brasiliense nesta sexta-feira, 10. O cantor, compositor e violonista apresenta o projeto Geraldo in Concert no salão social do Clube AABB, no Setor de Clubes Esportivos Sul

Os mais de 50 anos de carreira de Geraldo serão celebrados no show, em clima intimista e aconchegante. Com voz e violão, o pernambucano vai viajar pelas composições realizadas em todas essas cinco décadas, emocionando o público. Canções do seu mais recente álbum, Solo Contigo, também serão apresentadas.

O local escolhido para o show é totalmente coberto, pensado para esta época do ano tão chuvosa. Quem quiser curtir a noite com um dos grandes nomes da MPB, os ingressos custam a partir de R$ 120, meia entrada, e já estão à venda no site Furando a Fila, na bilheteria da AABB, Chocolateria Aguimar Ferreira (ParkShopping), Óticas Diniz e LIG Celular.

Todas as medidas sanitárias para contenção da pandemia de Covid-19 serão respeitadas, com capacidade de público reduzida, uso obrigatório de máscaras e distanciamento social. Para entrar, será necessário apresentar o comprovante de vacinação contra Covid-19 com pelo menos 15 dias do recebimento da segunda dose ou dose única, ou exame PCR negativo realizado no máximo 72 horas antes do evento.

E aí, vamos?

Serviço
Geraldo in Concert
Endereço: Salão Social da AABB, Setor de Clubes Esportivos Sul, Trecho 2, Conjuntos 17 e 17, Asa Sul - Brasília/DF
Dia: 10 de dezembro, sexta-feira
Horário: 21h
Abertura dos portões: 20h
Ingressos: Furando a Fila, bilheteria da AABB, Chocolateria Aguimar Ferreira (ParkShopping), Óticas Diniz e LIG Celular
Classificação indicativa: 18 anos


Neste ano, a sessão solene para homenagear o Dia do Síndico será comemorado na CLDF no dia 10 de dezembro, a proposta é do deputado distrital, Rodrigo Delmasso



A Câmara Legislativa do Distrito Federal promove dia 10/12 sessão solene para prestar homenagem aos síndicos, subsíndicos e moradores de condomínios. De iniciativa do deputado Delmasso (PRB), a solenidade será aberta ao público, em especial para a participação de moradores de condomínios.

Para a solenidade estão convidados todos os síndicos, subsíndicos. Também estão convidados a participar da comemoração, conselheiros fiscais, administradores e gestores prediais que fazem parte desse contexto e que são igualmente importantes ao bom desempenho dos síndicos.

Esse dia é importante pois é uma forma de prestigiar a figura do síndico, representante legal dos condomínios do Distrito Federal, merecedor de todo o apoio da sociedade e dos moradores do condomínio.

A solenidade terá início às 19h do dia 10/12, no Plenário da Câmara Legislativa e contará com a presença de autoridades convidadas e representantes do INCC, ABRASSP, ABRASSP-DF, SindiCONDOMÍNIO-DF, ASSOSÍNDICOS-DF, GDF,  CREA-DF, CRC-DF, CRECI-DF, CRA-DF, CAU-DF, CRT-01, OAB-DF, CBMDF, UNICA-DF, Síndicos de Águas Claras e demais entidades.

A Lei nº 5664/2016 institui no calendário oficial do Distrito Federal, o Dia do Síndico a ser comemorado no dia 30 de novembro.

Quem será homenageado?
Na solenidade serão homenageados todos os síndicos e subsíndicos. Também estão convidados a participar da comemoração, conselheiros fiscais, administradores e gestores que fazem parte desse contexto e que são igualmente importantes ao bom desempenho dos síndicos.

Onde?
No Auditório da Câmara Legislativa do Distrito Federal, na Praça Municipal - Quadra 2 - Lote 5 - CEP: 70.094-902, Brasília-DF.

Quando?
No dia 10 de dezembro de 2021.

Que horas?
A Sessão Solene do Dia do Síndico será às 19 horas.

Como faço pra ser homenageado na Sessão Solene do Dia do Síndico?
Basta fazer o cadastro no link: https://forms.gle/FiwYoh5Y48UsUN5XA


Como faço para saber mais?
61 99807-2015 (WhatsApp).

GDF e o setor produtivo local receberam fundadores do Web Summit nesta sexta (19) e reafirmam vontade de sediar conferência em 2023

Foto: Renato Alves.

A recepção começou no Aeroporto Internacional Presidente Juscelino Kubitschek, passou pelo Ginásio Poliesportivo Nilson Nelson e, no final da tarde desta sexta-feira (19), chegou à região central da cidade, na Torre de TV. Na apresentação de Brasília, candidata à sede na América Latina da maior conferência de tecnologia e inovação do mundo, representantes do Governo do Distrito Federal (GDF) e do setor produtivo receberam a comitiva de organizadores da Web Summit.

Representantes do GDF e do setor produtivo receberam a comitiva de organizadores da Web Summit| Fotos: Renato Alves/Agência Brasília

A escolha da cidade e do local é um dos primeiros passos para a realização de uma conferência dessa magnitude. Depois que a cidade se candidata, ocorre uma visita presencial, de inspeção técnica – que foi o que Patrick Cosgrave, diretor executivo do evento e comitiva vieram fazer em Brasília. Na ocasião, são verificadas as condições preliminares requeridas ao local-sede, como aeroportuária, hospitalidade, acessibilidade e logística – uma espécie de confirmação das imagens de internet, vídeos e apresentações realizadas por ocasião da candidatura.

Brasília é realmente muito interessante, uma cidade única que queremos conhecerPatrick Cosgrave, diretor executivo da Web Summit

São observados onde estão localizados os hotéis, a distância da região hoteleira até o aeroporto, o deslocamento ao local do evento, e das proximidades com shopping centers e áreas para alimentação e entretenimento. Também são observados os fatores segurança e as facilidades no destino, além da riqueza e maturidade do ecossistema de tecnologia e inovação da cidade.

"É fato de que o DF tem condições elegíveis para sediar o evento, abriga uma excelente rede hoteleira, possui amplos espaços para sediar o evento e, principalmente, possui um ecossistema de tecnologia e inovação à altura do Web Summit", afirmou o secretário de Ciência e Tecnologia do DF, Gilvan Máximo.

CEO e idealizador do evento – já sediado em Toronto, no Canadá, em Hong Kong, na China, e, no início do mês, em Lisboa, Portugal -, Patrick Cosgrave começou a ver de perto as vantagens de trazer para o DF a conferência responsável por movimentar, só este ano, cerca € 300 milhões na edição portuguesa, com mais de 50 mil participantes. "Brasília é realmente muito interessante, uma cidade única que queremos conhecer", disse ele, do alto do mirante da Torre de TV. Confira o vídeo:

Mais visitas no sábado
Neste sábado (20), a comitiva da Web Summit vai conhecer o Parque Tecnológico de Brasília (Biotich) e o pavilhão de exposições do Parque da Cidade D. Sarah Kubitschek. "O Parque é a cereja no bolo. Criamos um fundo imobiliário que pode chegar a R$ 6 bilhões para desenvolvimento do novo Distrito de Inovação e Tecnologia. Nossa capital é um museu a céu aberto, segura e com uma economia pujante", ressaltou o presidente do Banco de Brasília (BRB), Paulo Henrique Costa.

O setor produtivo de Brasília anda animado com a expectativa da capital sediar a Web Summit a partir de 2023. Ricardo Caldas é presidente do Sindicato das Indústrias da Informação do DF e espera que a economia seja fomentada, com geração de emprego e renda. "Nosso setor está carente pela falta de eventos de grande porte como esse no Brasil. Será bem importante, tanto para a indústria, quanto para o comércio e o setor de serviços a exposição dos nossos produtos", aposta.

A exposição dedicada aos quadros do artista Gustavo Tomé ficará disponível na área externa do restaurante


No próximo dia 18, quinta-feira, o Peccato Empório Bistrô estará promovendo um vernissage do designer e artista visual Gustavo Tomé na área externa do estabelecimento, tornando o ambiente ainda mais sofisticado e aconchegante. Unindo arte e gastronomia, a exposição estará disponível para ser contemplada a partir das 19h para todos os clientes que comparecerem na data. Todas as obras estarão à venda e depois seguem para exposição em galerias da cidade. 


Para o Chef Gustavo Gracindo, proprietário do Peccato, além de contribuir para aguçar o "paladar" cultural de todos que estiverem presentes, o vernissage será uma ótima oportunidade para aqueles que sabem apreciar a arte e uma bela refeição. “Por ser um artista aclamado pelo público e pela crítica especializada, acredito que a exposição terá muito a acrescentar na atmosfera do restaurante”, destaca o chef.


Representado pela galeria de artes Tricera, em Tokyo, Gustavo Tomé se consagrou no ramo artístico por difundir narrativas históricas com as relações de poder que vigoram no contexto social. Utilizando de cores chamativas e vibrantes para compor temáticas latinas repletas de simbolismos e metáforas, o artista transita entre o concreto e o abstrato ao se inspirar em ícones como Basquiat, Caravaggio e Edward Hopper. Para Tomé, assim como a comida, a arte propõe a reflexão para todos aqueles que a consomem.


Sobre o Peccato Empório Bistrô - Pense em um lugar aconchegante, bem arejado, com um bom atendimento e com uma comida para comer de joelhos. Este é o Peccato. Com o conceito de poesia picante, a casa trabalha sempre com produtos artesanais de alta qualidade. Como todo Bistrô de vanguarda, o cardápio está sempre com novas criações e sabores, sem esquecer os clássicos que nunca saem do cardápio. 


Os clientes podem apreciar os pratos especiais no almoço e no jantar, além de um empório exclusivo para surpreender os mais exigentes paladares. O local ainda conta com uma ótima carta de vinhos para harmonizar perfeitamente com os pratos e entradas. O bistrô, que passou a funcionar na 115 norte, conta também com carnes nobre na parilla, além dos pratos criados pelo chef Gustavo Gracindo e já consolidados no cardápio.


SERVIÇO

Vernissage de Gustavo Tomé no Peccato Empório Bistrô

Data: 18/11, quinta-feira

Horário: 19h

Endereço: CLN 115, bloco C, loja 41. Asa Norte, Brasília DF. (Antigo “Bartô”)

Instagram: @peccato_bistro




Rafaela Dalbem*


Já tinha passado do meio de outubro quando o Fórum Brasileiro de Segurança Pública divulgou o lançamento do Anuário Brasileiro de Segurança Pública. Para quem não conhece a publicação, o anuário organiza informações que são fornecidas por fontes oficiais da Segurança Pública (em diversas esferas) e, no documento desse ano, aquilo que os movimentos sociais vêm dizendo há tempos se concretizou mais uma vez: a população jovem (com menos de 35 anos), masculina e negra é a que mais sofre com violência intencional (e institucional) no Brasil. Um dado que choca, mas não surpreende se você está minimamente ligado nas notícias.

Lendo o título e o primeiro parágrafo do texto, imagino que você deva estar preparado para um texto que vai dissecar os tipos de racismos, as estatísticas de violência no país e escancarar estereótipos que há muito tempo não são mais aceitáveis. Certo? Espero que não... Para evidenciar o período de propaganda da consciência negra que se avizinha (ou já está por aí), resolvi ir por outro lado e trazer uma prática que aplicava com meus alunos do 8º ano do Ensino Fundamental.

Por conta de traquejo pedagógico, antes de fazer outros apontamentos, quero saber se você conhece o termo afrofuturismo. Veja bem, preciso de antemão dizer que não sou especialista no assunto, mas, de maneira muito objetiva (e, portanto, passiva de generalizações em exagero), afrofuturismo é a ideia fantástica de considerar os negros no futuro. Essa corrente que tem uma forte pegada estética surgiu da hipótese de falta de presença negra no futuro – e essa hipótese é baseada em dados, do presente e do passado, das populações negras (e eu realmente torço para que você não esteja esperando que nesse momento eu descreva sobre os males da colonização e suas heranças, estou partindo do princípio de que você já sabe sobre isso ou vai pesquisar por si). Mas, enfim, é isso mesmo, afrofuturismo é um conjunto estético que influencia na música, na literatura, no cinema e na moda, levando em consideração a diáspora africana e, consequentemente, muito de suas tradições.

Nomes e títulos do âmbito internacional são Sun Ra, Octavia Butler, HQ do Pantera Negra (Marvel), Erykah Badu, Jannelle Monáe, Beyoncé, o duo Ibeyi e Rihanna. No Brasil ,temos a valorização da estética africana e suas tradições na obra de Elza Soares, Xênia França, Conceição Evaristo, Ale Santos e Fábio Kabral (e vários mais).

Uma das coisas mais legais que li até agora sobre o termo veio da repórter Rebeca Oliveira, quando ela escreve que “mais do que uma corrente estética e cultural, o afrofuturismo vem para mostrar utopias possíveis para o povo preto”. Essa frase, justamente por conter a contradição de “utopias possíveis”, fez com que eu me lembrasse especificamente de um trabalho realizado com algumas turmas de 8º ano, quando, ao ser responsável pelo conteúdo de Geografia da África, buscava não contar apenas uma geografia daquele continente (e aqui estou numa paráfrase escancarada do vídeo “O perigo de uma história única”, da nigeriana Chimamanda Adichie). Naquele período em que estava em sala eu não conhecia o termo que trouxe nos parágrafos anteriores, mas buscava fontes que falassem em outras direções daquelas que estavam expostas no dia a dia. Sabe por quê? Mostrar outros lados ajuda na ponderação e na alteridade. Qualidades fundamentais para gerar, de fato, consciência.

É claro que não vou descrever aqui o trabalho que era feito com os alunos, não tem espaço pra isso, mas se quiser mais nomes para ajudar a desenvolver a sua consciência negra, que tal começar por conhecer as pessoas e as obras de Ondjaki, Chimamanda Adichie, Chinua Achebe, Paulina Chiziane, Mia Couto, Pepetela, Ayaan Hirsi Ali, Immaculée Ilibagiza, Ishmael Beah, Wole Soyinka, Nadine Gordimer e Futhi Nstshingila?

 

*Rafaela Dalbem é assessora de Geografia do Sistema Positivo de Ensino.

Livros, revistas e gibis passam a ser enviados aos canteiros das construtoras A.Yoshii e Yticon
Crédito: Divulgação Instituto A.Yoshii

"Canteiro da Leitura" busca estimular o hábito de ler entre os colaboradores e familiares

A desigualdade econômica e social é um problema crônico no país e manifesta-se diretamente em direitos básicos de cidadania, como acesso aos livros literários e pedagógicos. Esse histórico negativo reflete em diversos problemas, tais como analfabetismo funcional e baixo índice de leitura. Tanto é que a 5.ª edição da pesquisa “Retratos da Leitura no Brasil”, realizada pelo Instituto Pró-Livro (IPL), já indicava que a quantidade de leitores no país caiu de 56% em 2015 para 52% em 2019. “Leitor”, de acordo com a definição da pesquisa, é quem leu pelo menos um livro, inteiro ou em partes, nos últimos três meses. Já “não leitor” é quem declarou não ter lido nenhum livro nos últimos três meses. O estudo é feito a cada quatro anos, desde 2007.

Para minimizar as mazelas histórico-sociais do país, existem iniciativas como o “Canteiro da Leitura”, projeto do Instituto A.Yoshii, braço social do Grupo A.Yoshii, que leva kits de livros, revistas e gibis aos canteiros das construtoras A.Yoshii e Yticon, como forma de incentivar o hábito da leitura entre os colaboradores e seus familiares, já que as publicações podem ser levadas para casa. O projeto, lançado em julho deste ano, marca os 15 anos da entidade que, ao longo da sua trajetória, vem desenvolvendo ações em prol da educação, cultura e meio ambiente, e já beneficiou mais de 20 mil pessoas, entre crianças e adultos.

De acordo com o presidente do Instituto, Aparecido Siqueira, a ideia do projeto é disponibilizar um ambiente atrativo e aconchegante, onde os colaboradores têm acesso a livros e revistas selecionados especialmente para as realidades profissional e pessoal de cada um deles. “O projeto não é itinerante e permanece no local durante toda a execução da obra, até sua entrega”, destaca, lembrando que, no momento, o projeto está no segundo empreendimento do Grupo A.Yoshii, no canteiro de obras do Enjoy. Neste momento, cerca de 150 colaboradores vão poder usufruir dos livros.

O projeto

O projeto “Canteiro da Leitura” disponibiliza livros de temas como gestão, autoajuda, esportes e religião para os colaboradores que estão trabalhando na obra do empreendimento. O espaço é amplo, arejado e todos os mobiliários foram desenvolvidos a partir de resíduos da construção, reafirmando o compromisso do Instituto A.Yoshii com a sustentabilidade, já que também tem ações com esse foco. A ideia com o projeto é, com o tempo, contemplar os colaboradores de todas as obras do Grupo, incluindo os empreendimentos residenciais, corporativos e industriais.

 

Sobre a Yticon Construção e Incorporação

A Yticon é uma construtora e incorporadora que atua há mais de dez anos nas cidades de Londrina, Maringá e Cambé, no Paraná, e Presidente Prudente, em São Paulo. A empresa do Grupo A.Yoshii desenvolve empreendimentos econômicos, localizados em regiões de potencial valorização, especialmente para quem quer conquistar o primeiro imóvel. A Yticon já construiu mais de 5,5 mil unidades, com 22 obras concluídas e todas entregues rigorosamente no prazo, somando mais de 550 mil metros quadrados de área construída. Mais informações: www.yticon.com.br.

 

Sobre o Instituto A.Yoshii

Fundada em 2006, a entidade sem fins lucrativos promove ações solidárias ligadas à educação, meio ambiente e cultura, em busca de resultados com impacto social positivo. Ao longo dos 15 anos de atuação, o Instituto A.Yoshii promoveu diversas iniciativas voltadas a mulheres e jovens em situação de vulnerabilidade econômica-social, minimização de impactos no meio ambiente e democratização do acesso à cultura e educação. Em 2020, o Instituto foi reconhecido pelo quinto ano consecutivo com o Selo Sesi ODS, como uma das principais organizações que trabalham em prol dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Agenda 2030 da ONU. Mais informações: https://www.institutoayoshii.org.br

 

Sobre o Grupo A.Yoshii

Fundado há mais de 55 anos, o Grupo A.Yoshii já construiu mais de 2 milhões de metros quadrados do Sul ao Nordeste do Brasil, entre obras industriais, edifícios corporativos e residenciais, escolas, universidades, teatros e centros esportivos. É composto pela A.Yoshii Engenharia, com sólida atuação em construções de edifícios residenciais e comerciais de alto padrão em Londrina, Maringá, Curitiba e Campinas; pela Yticon Construção e Incorporação, que realiza empreendimentos econômicos, localizados em regiões de potencial valorização em municípios do Paraná; e pelo Instituto A.Yoshii, voltado para a inserção social e a democratização cultural. Além disso, atua em Obras Corporativas, atendendo grandes corporações em suas plantas industriais, nos mais variados segmentos da economia, como papel e celulose, alimentício, químico, agronegócio, energia, assim como usinas sucroalcooleiras, centros logísticos, plantas automobilísticas, entre outros. Mais informações: www.ayoshii.com.br.


CLIQUE AQUI E VEJA MINHA CASA, MINHA VIDA VALPARAISO

Tecnologia do Blogger.