Mostrando postagens com marcador Associado ABBP. Mostrar todas as postagens

Está chegando o grande dia do prêmio MELHORES DO ANO 2021 do Grupo Inova e Blog do Emerson Tormann, o prêmio visa premiar as personalidades que fizeram a diferença no ano de 2021



Vem aí o prêmio MELHORES DO ANO 2021, o evento visa premiar as personalidades que fizeram a diferença em 2021, as inscrições para o Prêmio MELHORES DO ANO 2021 vão até 02 de novembro de 2021, pelo Blog do Emerson Tormann ou pelos portais do Grupo Inova.

O Prêmio MELHORES DO ANO 2021 é uma iniciativa do Grupo Inova, que tem por objetivo premiar o trabalho pelo desenvolvimento do Brasil em 2021, mostrando cases de pessoas e instituições que se destacaram em diferentes áreas de atuação, principalmente neste momento da pandemia da Covid-19, reforçando assim a importância de atitudes inovadoras na sociedade.

O evento também busca aproximar as entidades representativas empresariais, da política, do terceiro setor, da educação, da cultura, do esporte, da comunidade, dos condomínios, da comunicação e influenciadores digitais.

De acordo com o responsável pelo evento, a edição de 2021 será a melhor edição de todas e com o mais qualiifcado público. "O Prêmio MELHORES DO ANO do Grupo Inova e Blog do Emerson Tormann já é uma tradição no Distrito Federal, estamos chegando na 6° edição com muito planejamento e cuidado em função da pandemia da Covid-19. Eu acredito que a edição de 2021 será muito positiva, pois teremos um público bem menor, com transmissão ao vivo pelas redes sociais , com música ao vivo e muita alegria para comemorar o difícil ano de 2021", comentou o jornalista Emerson Tormann

A cerimônia de entrega do Prêmio MELHORES DO ANO do Blog do Emerson Tormann, será realizada no dia 04 de novembro de 2021, às 19h, na tradicional Galeteria Beira Lago, Quadra 02, Setor de Clubes Esportivos Sul, Brasília-DF, ao lado do Píer 21.

Serviço: Prêmio MELHORES DO ANO 2021 do Grupo Inova e Blog do Emerson Tormann

Confirmação: Até o dia 02/11/2021 pelo link:  https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSdfgVKDvyfkmA9QNSBke7LFAD5PSuZREZKWIGiLdUBdn3WSdQ/viewform

Data do evento: 04 de novembro de 2021.

Horário do evento: 19h

Local do evento: Galeteria Beira Lago, Quadra 02, Setor de Clubes Esportivos Sul, SHCS, Brasília - DF (ao lado do Pier 21).

Cardápio: Couvert Beira Lago (Porção com Galeto, Polenta e Maionese), Pastel de Carne e Queijo, Água com e sem gás, Suco de Laranja e Uva, Refrigerantes, Chopp, Caipirinha e Caipiroska.

Valor: Convite individual a ser pago na entrada do evento - R$ 90,00 (noventa reais por pessoa).

Informações: 61 4101-6378 | 99807-2015 | paulomeloblog@gmail.com | www.paulomelo.blog.br

Confirme aqui a sua presença: https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSdfgVKDvyfkmA9QNSBke7LFAD5PSuZREZKWIGiLdUBdn3WSdQ/viewform

Participe do Prêmio MELHORES DO ANO 2021 do Grupo Inova!





Rede de academias Acuas Fitness oferece excelente custo-benefício para quem deseja treinar com o acompanhamento de personal trainer

Fotos: Hugo Barreto.

Prática de exercícios físicos em grupo com a exclusividade e atenção de um personal. Esse é o modelo de treinamento que a Acuas Fitness oferece aos alunos do Programa Eleva Personal Group.

Manter uma rotina de exercícios nem sempre é tarefa fácil. Por isso, treinar com um grupo de pessoas que têm o mesmo objetivo pode ser o empurrãozinho que todo mundo precisa para manter o foco e alcançar a meta.

Pensando nisso, a academia Acuas Fitness criou um programa diferenciado para ter disciplina e frequência na academia utilizando treinamento personalizado, acompanhamento exclusivo para a prática de musculação e o melhor custo-benefício. É a proposta ideal para quem (até agora) não gostava de atividade física.

Eleva Personal Group
O programa tem o objetivo de entregar resultados até 70% mais rápidos e maiores do que em treinos comuns, sem o auxílio de profissional mais de perto.

O coordenador técnico Allan Nunes explica que esse modelo funciona porque é baseado na entrega de efeitos a curto prazo para que os clientes não acabem desistindo do objetivo ao não conseguirem ver melhoras no aspecto físico nas primeiras semanas de atividade.

"É muito difícil o aluno obter resultados treinando sozinho, sem o acompanhamento de um bom profissional. Então, para suprir essa necessidade, criamos um programa no qual o cliente terá um personal trainer dividindo um espaço para no máximo quatro alunos. Dessa forma, o profissional consegue entregar uma melhor qualidade nos treinamentos, fazendo correção de movimento, motivando as pessoas. Esse programa também é para quem não tem a possibilidade de arcar com os custos de um personal trainer, que, geralmente tem custo um pouco mais alto, então, a academia oferece esse suporte por um valor mais em conta", explica o coordenador.

Além de um treinamento personalizado com o personal, quem opta pelo Programa, adquire o Eleva Score, realizado trimestralmente para que consiga visualizar os resultados físicos, qualificar os movimentos e quantificar os níveis de força, aptidão física, flexibilidade e mobilidade. Dentro da proposta, a Acuas Fitness também oferece outros benefícios, tais como:
  1.  Gestão de resultados com mapeamento corporal mensal para acompanhamento do seu resultado;
  2.  Musculação e cardio com atendimento personalizado 4 alunos × 1 personal;
  3.  Horário marcado, duas ou três vezes por semana;
  4.  Acesso a todas as aulas coletivas, musculação e cardio, em toda a rede, nos outros dias;
  5. Acompanhamento nutricional com desconto (opcional).
A aluna da Acuas Fitness, Nara Rubia Santos, explica que se interessou pelo programa pela segurança de ter um personal atento aos movimentos na hora de realizar os exercícios.

"Foi a oportunidade que encontrei de introduzir a musculação na minha vida. Me atraiu o fato de os treinos serem adaptados para um grupo bem pequeno, permitindo ter uma experiência prazerosa e dinâmica com a musculação, além de ter a segurança de estar sob o olhar atento e experiente do professor, que corrige minhas posturas, incentiva meu desempenho e propõe novos exercícios regularmente", comenta Nara.

Outro ponto positivo na hora de escolher o programa é o melhor custo-benefício. Enquanto a contratação de um personal trainer sai, em média, R$ 150 hora-aula, o Eleva Personal Group sai por aproximadamente R$ 30.

A proposta foi desenvolvida exatamente para garantir uma maior frequência do alunos e, com isso, a entrega de seus resultados, tudo com muito cuidado, nas mãos dos melhores profissionais e acompanhando de perto: Entrega de resultado e bem-estar são o propósito da Acuas.

Veja as unidade disponíveis da rede Acuas Fitness no Distrito Federal:

Águas Claras
Av. Castanheiras, Ed. Big center
Praça de alimentação, 1º andar
Telefone: (61)3435-0055
WhatsApp: (61)98625-8496
Assista ao vídeo da unidade: https://www.youtube.com/watch?v=--DAPbNgrO8

Sudoeste (105)
CLSW 105 bloco A, Lj. 1-B ao lado do Big Box
Telefone: (61)3532-2403
WhatsApp: (61)99529-3117
Assista ao vídeo da unidade: https://www.youtube.com/watch?v=ZSmG86ssGgg

Asa Sul (412/413 Sul)
412/413 sul, Mezanino Big Box
Telefone: (61)3345-8305
WhatsApp: (61)98611-7155
Assista ao vídeo da unidade: https://www.youtube.com/watch?v=wk-j4HMmMhM

Asa Sul (508 Sul)
SHCS CR QD 508 bloco C,
Entrada ao lado do Big Box
Telefone: (61)4042-8294
WhatsApp: (61)99360-0759
Assista ao vídeo da unidade: https://www.youtube.com/watch?v=NzlOvgc0C_w

Asa Norte (106 Norte)
SHCN CLN 106 BL D
1º e 2º andares, em cima do Big Box
Telefone: (61)3963-3853
WhatsApp: (61)3963-3853
Assista ao vídeo da unidade: https://www.youtube.com/watch?v=2peF7_L56cw

Lago Sul (Qi 11)
SHIS QI 11, Comércio local, Bloco K – Lago Sul
Telefone: (61)4042-8259
WhatsApp: (61)98611-7154
Assista ao vídeo da unidade: https://www.youtube.com/watch?v=K6VHqMxqX_g


 

O ministro da Educação, Milton Ribeiro, estará em Ponta Grossa, na quinta-feira dia 4 de novembro, cumprindo agenda a convite da deputada federal Aline Sleutjes, vice-líder do governo Bolsonaro no Congresso Nacional e Presidente da Comissão de Agricultura da Câmara dos Deputados.

 

Milton Ribeiro e Aline Sleutjes cumprirão agenda juntamente com o FNDE - Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação, no Centro de Convenções do Avivamento - Ponta Grossa - PR. O referido evento é direcionado a prefeitos, secretários municipais de educação, gestores educacionais, especialistas e técnicos da educação, tendo  como principais objetivos promover discussões, a troca de experiências e levantamento de propostas com o intuito de aprimorar a gestão educacional, qualificar os funcionários envolvidos no planejamento,  cadastramento e solicitação de projetos e recursos,  na Rede Pública de Educação com o apoio do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). Na ocasião, além do Núcleo de Ponta Grossa, também estarão participando os Núcleos Regionais de Educação de Irati, União da Vitória e Telêmaco Borba.

 

"Fico muito feliz de viabilizar essa agenda nos Campos Gerais, que será uma grande oportunidade de oferecer assistência técnica e esclarecimentos de dúvidas, bem como será uma ferramenta fundamental de planejamento de políticas educacionais para o sucesso e a qualidade da educação pública do nosso Estado" afirmou a vice líder do Governo no Congresso Nacional, Aline Sleutjes.

O Ministro Milton Ribeiro, que prontamente aceitou o convite da parlamentar parabenizou Aline Sleutjes e destacou que "o evento em questão se faz necessário para a correta utilização e aplicação dos recursos públicos, pois os municípios poderão de forma individualizada receber atendimento técnico e sanar suas dúvidas e/ou possíveis irregularidades."

 

Os Campos Gerais graças ao trabalho da Deputada Aline Sleutjes terão uma excelente oportunidade de tirar dúvidas, ampliar conhecimento sobre as questões financeiras e de investimento por parte do FNDE, bem como oportunizar a participação dos nossos gestores que têm como premissa uma educação de qualidade, ressaltou a Professora Luciana Sleutjes, chefe do Núcleo de Ponta Grossa, organizadora do evento.

Cidades inteligentes repensam inovações tecnológicas e análise de dados no pós-covid
Créditos: Pexels

Soluções são essenciais para reduzir impactos do coronavírus, criar resiliência nas empresas e dar apoio à população no "novo normal"

O impacto da covid-19 na economia global está em constante atualização, a cada nova fase da pandemia. Desde o início de 2020, o mundo presenciou indústrias, empresas e profissões entrarem em colapso e rotinas, que até então eram habituais, passaram a ser questionadas. E o fim da pandemia é percebido de maneira diferente em cada canto do planeta, tendo para isso, pilares como a tecnologia e a ciência. Lições que muitos já aprenderam. Entre as empresas, por exemplo, 45,7% já começaram a implementar estratégias de transformação digital, como mostra uma pesquisa realizada pela Samba Digital e divulgada no primeiro semestre deste ano.

Em um ano e meio, muitos profissionais aprenderam a trabalhar de casa e a consumir de uma maneira diferente. Em 2021, o mundo chegou aos 4,66 bilhões de pessoas conectadas à rede, ou seja, mais da metade do globo – número do relatório do We Are Social e Hootsuite. No Brasil, a quantidade de pessoas conectadas aumentou em 2020, passando de 74% da população em 2019 para 81% em 2020, o que representa 152 milhões de usuários acima de 10 anos – dados da pesquisa TIC Domicílios, do Centro Regional de Estudos para o Desenvolvimento da Sociedade da Informação. Isso explica a importância maior que a tecnologia passou a ter durante a pandemia. Mais do que isso, está no digital a saída para entender e driblar a crise gerada pela covid-19.

Profissional essencial no novo momento

Agora é a vez de saber selecionar e fazer bom uso de tecnologias. A tendência é que o digital se mantenha como necessidade fundamental no pós-pandemia, segundo análise do diretor técnico do Instituto das Cidades Inteligentes (ICI), Fernando Matesco. “Os profissionais de Tecnologia da Informação desempenham um papel de alta relevância nesse momento. Eles são fundamentais para preparar respostas e soluções para que as empresas possam mitigar impactos, criar resiliência nos negócios e preparar-se para a retomada”, explica.

O setor de tecnologia é um dos que mais cresce no Brasil e no mundo. Segundo dados do Banco Mundial, até 2024 devem ser criadas 420 mil novas vagas na área de Tecnologia da Informação. Enquanto a economia como um todo ficou estagnada, com retração de 0,1% no segundo trimestre de 2020, a atividade de informação e comunicação, que abriga o setor de TI, cresceu 5,6% no Produto Interno Bruto (PIB), no primeiro trimestre. Ao mesmo tempo em que o Brasil registrava 14,8 milhões de desempregados, a área de tecnologia viu um aumento de 178% no número de vagas abertas. Os dados são do relatório do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O profissional de TI está na contramão do cenário da crise. No pós-pandemia, a TI será uma peça-chave para que empresas de todos os portes alcancem seus objetivos e utilizem todos os seus recursos. Cabe a esse profissional criar condições para intersecções entre bits, dados, infraestrutura urbana física, internet das coisas, sensores, máquinas inteligentes, computação em nuvem, processamento de grandes volumes de dados e aplicativos em dispositivos móveis. “O trabalho de TI viabiliza e cria condições para melhorar o ambiente em que vivemos”, comenta Matesco.

Soluções inteligentes no pós-pandemia

A pandemia permitiu também que a vida urbana fosse repensada. Cidades inteligentes começam a repensar como um conjunto de inovações tecnológicas e análise de dados podem aumentar a qualidade de vida da população. Condição que se mostrou ainda mais valorizada nesse momento, justificando o movimento de migração de pessoas das metrópoles para o interior. Apenas na cidade de São Paulo, 63% dos moradores dizem que gostariam de se mudar do grande centro, segundo pesquisa do Ibope.

Considerada uma das cidades mais inteligentes do mundo, segundo o Intelligent Community Forum, Curitiba usou também durante a pandemia estratégias que uniram tecnologia à saúde pública, como, por exemplo, a iniciativa Check-In Seguro e o aplicativo Saúde Já, ambos desenvolvidos pelo ICI. “Esse aplicativo vinha auxiliando na gestão da saúde como um todo. Porém, em meio à pandemia da covid-19, essa ferramenta se tornou um canal essencial para a divulgação de comunicados oficiais, recomendações para a sociedade, medidas de proteção, acompanhamento de casos e, além de tudo isso, facilitou a organização da vacinação”, explica Matesco.

O avanço da vacinação permite esboçar planos para uma vida pós-covid. Nessa retomada, existem soluções de Internet das Coisas e automação já utilizadas no Brasil e que podem ser úteis no novo momento. De acordo com a Associação Brasileira de Internet das Coisas (ABINC), muitas tecnologias criadas na pandemia vieram para ficar, como o túnel de desinfecção e a câmera com infravermelho para detecção de alta temperatura individual.

“Inteligência artificial, segurança de dados, streaming de eventos e agricultura urbana são só alguns exemplos de como as cidades podem, rapidamente, se apropriar de tecnologias existentes para promover melhorias na qualidade de vida de seus cidadãos. E os momentos de crise são essenciais para exercitar essa habilidade de inovação”, conclui o diretor.

Sobre o ICI

O ICI – Instituto das Cidades Inteligentes é uma organização criada em 1998, com atuação em todo o território nacional, referência em pesquisa, integração, desenvolvimento e implementação de soluções completas de TIC para a gestão pública. Mais informações: www.ici.curitiba.org.br.

Daniel Medeiros*


Em 1873, um grupo de fazendeiros e profissionais liberais de São Paulo fundou, na cidade de Itu, o Partido Republicano. Até 1889, quando militares deram um golpe e depuseram o imperador, o Partido Republicano havia conseguido eleger apenas três representantes para o Poder Legislativo. Fora os debates restritos em alguns centros urbanos ou nos encontros da maçonaria, a República era uma completa desconhecida da população. No documento de fundação, as principais reivindicações dos republicanos eram a descentralização administrativa e o direito de voltar a cobrar impostos. O país havia acabado de sair da guerra do Paraguai e votado a Lei do Ventre Livre. O censo de 1872 mostrava um país pobre, analfabeto (80% da população não sabia ler e escrever) e com infraestrutura precária, com 38% de brancos e ainda 15% de escravos. A imigração ainda engatinhava, e não mais do que 1% da população votava nas eleições legislativas. Ou seja, não havia, em um primeiro momento, qualquer identificação entre o que queriam os republicanos e o que havia no país.

Em 1889, quando os militares, liderados por Deodoro da Fonseca - que sempre dissera ser monarquista - aposentaram compulsoriamente o já abatido monarca, D. Pedro II e sua herdeira, a princesa Isabel, eram ainda muito populares, principalmente por causa da abolição da escravatura, tema ausente da pauta dos republicanos, pelo menos até 1887. Questões como a integração dos negros ao mercado de trabalho por meio da cessão de terras ou formação técnica-profissionalizante, defendidas por monarquistas como Joaquim Nabuco, recebiam somente a adesão de alguns republicanos “radicais”, como Silva Jardim que, decepcionado com a República por conta da forma como foi proclamada, deixou o Brasil para morrer na Itália em 1891. Abolicionistas históricos, como José do Patrocínio, também seguiram o imperador em seu exílio, decepcionados com a versão autoritária e centralizadora da nova República. Uma das primeiras medidas de Deodoro foi a censura aos jornais. 

Ao mesmo tempo que o país dava um passo à frente,  dava outro para trás. A República, palavra que vem da expressão latina res publica, isto é, coisa do povo, veio sem o povo, como destacaria mais tarde o escritor Lima Barreto: “O Brasil não tem povo, tem público.” 

No dia da proclamação, o jornalista republicano Aristides Lobo, destacou o que viu, em uma carta escrita na tarde do dia 15 e publicada no jornal Diário Popular do dia 18: "Eu quisera poder dar a esta data a denominação seguinte: 15 de Novembro, primeiro ano de República; mas não posso infelizmente fazê-lo. O que se fez é um degrau, talvez nem tanto, para o advento da grande era. Em todo o caso, o que está feito, pode ser muito, se os homens que vão tomar a responsabilidade do poder tiverem juízo, patriotismo e sincero amor à liberdade.
Como trabalho de saneamento, a obra é edificante. Por ora, a cor do Governo é puramente militar, e deverá ser assim. O fato foi deles, deles só, porque a colaboração do elemento civil foi quase nula. O povo assistiu àquilo bestializado, atônito, surpreso, sem conhecer o que significava.

Nos cento e tantos anos do regime republicano, já tivemos ditaduras civis e militares, oligarquias, governos populistas, renúncias, suicídio e impeachments. Subimos os degraus esperados por Aristides? Alguns, sem dúvida. O suficiente? Longe disso. E o que esperar? Com a palavra, os jovens. E boa sorte com a tarefa.

*Daniel Medeiros é doutor em Educação Histórica e professor no Curso Positivo.
daniemedeiros.articulista@gmail.com
@profdanielmedeiros
 

**Artigos de opinião assinados não reproduzem, necessariamente, a opinião do Curso Positivo.

O bistrô passa a funcionar agora na 115 norte e contará também com carnes nobre na parilla, além dos pratos criados pelo chef Gustavo Gracindo e já consolidados no cardápio, como o robalo

 

A partir desta semana, o Peccato Empório Bistrô fará a sua estreia em uma nova região de Brasília. Com uma culinária de alto padrão, o restaurante já famoso por suas delícias "pecaminosas" e pela utilização de ingredientes artesanais em seus pratos criados pelo chef Gustavo Gracindo, passará a funcionar na Asa Norte, bairro que é referência no comércio gastronômico brasiliense.

 


O lugar, bastante agradável, fica em meio a um jardim que separa o bloco C do D, com um instagramável pergolado verde que dá acesso a uma espécie de caramanchão que cobre as mesas. “Além de ser muito agradável, o local é propício para sair com segurança, por ser aberto”, lembra o chef Gustavo Gracindo.

 


Cardápio pecaminoso

Com um menu recheado de delícias “pecaminosas”, e pouco mais de um ano de funcionamento, a casa se destaca pelos pratos da cozinha contemporânea, com toque autoral do chef Gustavo Gracindo. No menu de almoço e jantar, o Peccato sempre tem uma novidade para surpreender os mais exigentes paladares, além de uma ótima carta de vinhos para harmonizar com os pratos e entradas.

 


Anteriormente localizado na QI 09 do Lago Sul, e reconhecido pelos produtos artesanais de alta qualidade, a nova casa manteve alguns pratos que já fazem sucesso como o Robalo à Baronese (R$79), Medalhão ao Funghi (R$65), Polvo à Portuguesa (R$75) e o Camarão do Peccato (R$69). Todas as opções do cardápio contam com uma salada especial de entrada.

 

Entre as novidades, o restaurante passa a contar com um cardápio de carnes nobres feitas na parilla, onde o cliente poderá escolher a proteínas e os acompanhamentos.  As opções vão desde coxinha da asa (R$ 35), passando por cortes suínos, como a costela (R$ 49) e a picanha (R$ 48), chegando aos cortes mais nobre de carne bovina, como Baby Beef Angus Black (R$89), o corte Americano Tomahawk angus (R$120) e a Picanha Angus (R$150). Entre os acompanhamentos estão farofa de banana da terra (R$ 25), legumes salteados na brasa (R$25) e batata na brasa com catupiry e bacon R$19). Todos os cortes bovinos são Angus.

 


A carta de vinhos também passou por renovação e passa a contar, também, com o selo da Adega Bartolomeu. Atualmente, o Peccato Empório Bistrô também é apoiador cultural do grupo de comédia G7, em Brasília.

 

Sobre o Peccato Empório Bistrô - Pense em um lugar aconchegante, bem arejado, com um bom atendimento e com uma comida para comer de joelhos. Este é o Peccato. Com o conceito de poesia picante, a casa trabalha sempre com produtos artesanais de alta qualidade. Como todo Bistrô de vanguarda, o cardápio está sempre com novas criações e sabores, sem esquecer os clássicos que nunca saem do cardápio.

 

Os clientes podem apreciar os pratos especiais no almoço e no jantar, além de um empório exclusivo para surpreender os mais exigentes paladares. O local ainda conta com uma ótima carta de vinhos para harmonizar perfeitamente com os pratos e entradas.

 

SERVIÇO

Peccato Empório Bistrô

Endereço: CLN 115, bloco C, loja 41. Asa Norte, Brasília DF. (Antigo “Bartô”)

Instagram: @peccato_bistro

Horário de funcionamento: De terça à domingo, das 11h às 23h.

 

Programa desta quarta-feira (3) foi dedicado à Campanha Novembro Azul

Instituições em todo o país começaram nesta semana o alerta para que os homens procurem realizar os exames necessários à prevenção do câncer de próstata. A iniciativa faz parte da campanha Novembro Azul, celebrada em vários países do mundo, desde 2003. No Brasil, o movimento foi iniciado pelo Instituto Lado a Lado Pela Vida e hoje faz parte do calendário oficial do Ministério da Saúde.


Em Goiás, os Hospitais Estaduais de Formosa (HEF), Luziânia (HEL), São Luís dos Montes Belos (HESLMB) e Trindade (Hetrin), geridos pelo Instituto de Medicina, Estudos e Desenvolvimento – IMED, deram início as ações do movimento com uma live especial do projeto Amor Cantado – Acolhimento Musical.


“Temos um papel muito importante na sociedade que vai muito além dos atendimentos realizados nos hospitais. Precisamos levar informação às pessoas e conscientizá-las da melhor forma possível”, afirmou Getro de Oliveira Pádua, diretor do IMED.


Com uma camiseta azul, o engenheiro e voluntário Hercílio Ramos Júnior, falou sobre a importância de procurar por especialistas para realizar o diagnóstico precoce, já que os sinais começam a aparecer apenas quando a doença já está avançada. “Muitos homens, com a pandemia, deixaram de buscar orientação médica. Agora é o momento. A prevenção pode salvar vidas e temos por obrigação disseminar essa mensagem”, orientou.


Prevenção


O câncer de próstata é um tumor que afeta a glândula localizada abaixo da bexiga e que envolve a uretra. No Brasil, esse tipo de câncer é o segundo mais comum entre os homens. De acordo com o Instituto Nacional do Câncer (INCA), o país registrou cerca de 65.840 novos casos em 2020. A detecção precoce da doença pode salvar vidas. O diagnóstico em fase inicial possibilita uma maior chance de tratamento bem-sucedido.


Essa detecção pode ser feita por meio de investigação come exames clínicos, laboratoriais, endoscópios ou radiológicos. No caso específico do câncer de próstata são indicados os exames de toque retal e sangue para avaliar a dosagem de PSA (antígeno prostático específico).  


“Existe um tabu muito grande entre os homens em relação à prevenção do Câncer de Próstata. Precisamos desmistificar isso por meio da informação e vamos continuar fazendo isso com nosso projeto Amor Cantado”, disse Ramos.


Além do da live, durante o mês de novembro, os hospitais administrados pelo IMED distribuirão cards e comunicados digitais para compartilhar informações sobre o tema e fitas azuis. Além disso, realizarão palestras de conscientização para todos os profissionais. 


Formação integral de estudante é um dos objetivos das mudanças, que entram em vigor a partir de 2022

Falta menos de um semestre para que os estudantes brasileiros comecem a ter contato com o Novo Ensino Médio. As mudanças são muitas e profundas e, por isso, as escolas já estão se preparando para implantar as novidades. Mas, se os gestores e educadores passam por cursos e treinamentos, do lado das famílias ainda há muita insegurança.

“O Novo Ensino Médio traz um olhar para o estudante como um ser humano completo, com interesses diversos, vivências únicas e muitas escolhas a fazer. É normal que o discurso pareça muito teórico, mas a verdade é que esse novo modelo de ensino vai acontecer principalmente na prática”, explica a coordenadora editorial do Sistema Positivo de Ensino, Milena Santiago Passos Lima. Ela enumera cinco detalhes que os pais - e alunos - precisam saber sobre o currículo que vão encontrar a partir do ano que vem.

  1. Vínculo com o futuro profissional

Embora sejam muitos os pontos que mudam com o Novo Ensino Médio, um dos principais é o vínculo com as carreiras profissionais. Muitos pais e mães dos estudantes que vão começar o Ensino Médio passaram por uma fase de valorização do ensino técnico que ocorreu até perto dos anos 2.000. Ainda que muitos desses pais não tenham seguido carreira no curso técnico, é notável o quanto essas vivências foram importantes. Milena lembra que “a nova proposta vai trazer essas vivências para todos os alunos. Com o passar dos anos, os vestibulares começaram a estrangular o currículo do Ensino Médio. Afinal, era preciso escolher entre se formar técnico ou se preparar para o vestibular”, narra a especialista. Agora, há uma retomada das práticas com o objetivo de conectar o estudante à realidade do mundo do trabalho que o cerca e do qual ele precisará fazer parte em pouco tempo. “Essas vivências vão muito além do ensino técnico e certamente valorizarão o vínculo com as carreiras”, completa.

  1. Projeto de vida é parte do currículo obrigatório

Ter um olhar para o estudante que vá além da sala de aula já é rotina para muitos professores. A novidade é que, com as mudanças do Ensino Médio, o projeto de vida passa a ser parte do currículo obrigatório das escolas. Ou seja, “o olhar para a trajetória pessoal e profissional do aluno não estará apenas em ações periféricas, com projetos ou oficinas, por exemplo. O projeto de vida será como uma aula. Ali, o aluno terá orientação para se organizar, entender como atingir objetivos, preparar uma rotina de estudos, aprender com grandes biografias, conhecer melhor sua futura profissão”, resume Milena. Ela explica que hoje esse é um conhecimento informal, muitas vezes citado como “a escola da vida”, mas esse tipo de aprendizado também pode ser sistematizado e levado para a sala de aula.

  1. Mais tempo na escola

Com tantas novas atribuições que chegam para a escola, os professores e equipes pedagógicas precisam, no entanto, de tempo. Na prática, isso se traduz em uma chance de que os estudantes precisem passar mais horas por dia no ambiente escolar para dar conta de todos os conteúdos teóricos e também das novas práticas. Mas isso não significa necessariamente que eles passarão o dia todo com os livros abertos, estudando. “Os pais precisam compreender que essa mudança de horários vai acontecer, mas o tempo a mais na escola será um tempo para que os filhos apliquem o conhecimento e sejam capazes de analisar situações complexas”, afirma Milena.

  1. O estudante como protagonista

Um dos pontos que chamam a atenção na proposta é a questão das disciplinas eletivas. A educadora destaca que o principal objetivo dessas disciplinas não é que o aluno escolha as vivências que vai ter, mas que se torne um protagonista real da própria trajetória acadêmica. “O objetivo é que ele se coloque no centro da própria aprendizagem, que desenvolva uma autonomia que não é apenas aprender a estudar sozinho, mas compreender que cabe a ele desenhar esse futuro”. E essa é uma compreensão que precisa ser continuada também fora da escola, em casa, com os pais soltando um pouco a mão dos filhos na hora de resolver conflitos com colegas e professores, por exemplo.

  1. O mundo muda e a escola muda com ele

A reformulação de currículos escolares é uma constante necessária. O mundo evolui, a tecnologia transforma a maneira como as pessoas vivem e se relacionam e isso empurra a escola para esse ciclo constante de evolução, também. “Essa é uma questão importante. A educação muda porque o mundo muda e precisamos acompanhar. As profissões estão se remodelando, as exigências do mundo do trabalho são diferentes do que eram há dez ou 20 anos. Para que uma pessoa seja competente, hoje, é preciso ter esse conjunto de hard skills e soft skills. Isso é o que o Novo Ensino Médio propõe, na verdade: uma formação mais completa do ser humano”, finaliza.

_______________________

Sobre o Sistema Positivo de Ensino

É o maior sistema voltado ao ensino particular no Brasil. Com um projeto sempre atual e inovador, ele oferece às escolas particulares diversos recursos que abrangem alunos, professores, gestores e também a família do aluno com conteúdo diferenciado. Para os estudantes, são ofertadas atividades integradas entre o livro didático e plataformas educacionais que o auxiliam na aprendizagem. Os professores recebem propostas de trabalho pedagógico focadas em diversos componentes, enquanto os gestores recebem recursos de apoio para a administração escolar, incluindo cursos e ferramentas que abordam temas voltados às áreas de pedagogia, marketing, finanças e questões jurídicas. A família participa do processo de aprendizagem do aluno recebendo conteúdo específico, que contempla revistas e webconferências voltados à educação.

 Créditos: Divulgação


A startup brasiliense tem se destacado entre aceleradoras e fundos de investimentos por ser uma empresa ambientalmente responsável e economicamente rentável

Competindo com empresas de 22 Estados brasileiros, a 4 Hábitos Para Mudar o Mundo, especialista em governança ambiental, social e corporativa com foco na valorização de resíduos, foi escolhida pela Amcham Arena como uma das 6 melhores e mais inovadoras startups atuantes no território nacional durante a temporada 2021. Publicado em 21 de setembro, o artigo divulgado pela Amcham Brasil destaca a atuação da 4 Hábitos por utilizar a gestão de resíduos em ativos com amplo impacto. Figurando na lista ao lado de organizações como a TrazFavela e o Eco Panplas, a empresa brasiliense é referência no descarte e no reaproveitamento adequado de resíduos corporativos.

 


Fundada por Ana Maria Arsky, arquiteta e especialista em reabilitação urbana sustentável, a 4 Hábitos Para Mudar o Mundo promove soluções para amplificar o reaproveitamento dos resíduos que são derivados de grandes geradores, definindo um destino economicamente sustentável e facilitando os processos de obtenção das certificações ambientais e corporativas pelas empresas contratantes. “Mesmo com a pandemia, os resultados adquiridos ao longo dos últimos meses foram muito satisfatórios.  Este destaque é realmente muito propício à realidade da nossa empresa e nos orgulha muito por mostrar que estamos cumprindo nossa missão e nosso propósito com a sociedade”, destaca a fundadora.

 

Sobre a 4 Hábitos Para Mudar o Mundo - A 4 hábitos já é uma referência no ramo do reaproveitamento, da organização e do descarte de resíduos corporativos. Com mais de 120 mil quilos de resíduos recuperados e com uma taxa de 100% de recuperação de orgânicos com a utilização da compostagem local, a 4 Hábitos conta com uma equipe multidisciplinar e qualificada para auxiliar na redução de custos empresariais com geração de impacto social,  diminuição das emissões de gases e no fortalecimento do vínculo entre as empresas e as comunidades.




 

 

SERVIÇO

4 Hábitos Para Mudar o Mundo

Endereço: SCS Quadra 9 Torre C salas 1001 a 1003

Edifício Parque Cidade Corporate l Asa Sul

CEP 70308-200 l Brasília. DF

Instagram: @quatrohabitos

O sucesso no tratamento do paciente que chega a um hospital passa por inúmeros fatores. A rapidez no atendimento primário, somada às técnicas de primeiros socorros, bem como a minuciosa avaliação feita na triagem, são elementos determinantes para o salvamento de uma vida.


O Hospital Estadual de Formosa, administrado pelo Instituto de Medicina, Estudos e Desenvolvimento (IMED) se tornou referência para a saúde pública da região. Apenas este ano, entre janeiro e setembro, a unidade registrou mais de 40 mil atendimentos, sendo 17.376de pacientes classificados – de acordo com o Protocolo Manchester – com a pulseira verde, que representa baixa urgência.


Esse número reforça a confiança que a população de Formosa deposita nos profissionais do HEF. Casos não urgentes e pouco urgentes, que também podem ser atendidos em Unidades Básicas de Saúde, estão crescendo mensalmente na unidade. 


“Nosso hospital está de portas abertas para receber todos aqueles que precisam de auxílio médico. Seguimos o Protocolo Manchester para democratizar os atendimentos, assim garantimos assistência aos pacientes, priorizando, claro, as pessoas que chegam com um quadro clínico mais grave ou com risco de vida”, explicou Dr. Felipe Uchôa, diretor técnico da unidade.


Protocolo de Manchester  


O Protocolo de Manchester é um sistema que organiza de forma prioritária os casos com maior ou menor gravidade. A partir disso, os pacientes são identificados por meio de pulseiras nas cores azul - não urgente; verde - pouco urgente; amarelo - urgente; laranja - muito urgente e vermelha - emergência, atendimento é imediato.


Os profissionais de saúde da triagem são responsáveis por aplicar a técnica nos pacientes admitidos. Esta estratégia promove otimização da fila de espera na recepção hospitalar e, também, visa a organização do atendimento de acordo com a severidade do caso e gravidade do quadro clínico da pessoa.


O HEF está situado próximo à rodovia BR-020 e, com isso, o número de acidentados que dá entrada na unidade é elevado. A prática de um sistema operacional como o Protocolo de Manchester que agiliza o acolhimento dessas vidas é de grande importância.


“Somos um hospital que trata com equidade todo e qualquer paciente. Nos balizamos pelo Protocolo de Manchester que é reconhecido mundialmente e isso nos dá a certeza de que todos que passam pelas nossas portas serão atendidos”, afirmou Vânia Fernandes, diretora do HEF.


Sobre o HEF

O Hospital Estadual de Formosa foi estadualizado em abril de 2020. O processo teve início em agosto de 2019 e passou pela aprovação da Câmara dos Vereadores e da Assembleia Legislativa. O Instituto de Medicina, Estudos e Desenvolvimento – IMED assumiu a gestão, em junho, com o compromisso de ampliar o atendimento à população instalando 20 leitos de UTI para pacientes com Covid-19.


As obras estão em andamento e durante o processo de regionalização a população continuará contando com os serviços de Pronto Socorro 24 horas, clínica médica, ortopedia e atendimento a gestantes. Passada a urgência da pandemia o Hospital com melhorias na infraestrutura ficará para a região, ampliando as opções de atendimento para usuários do Sistema Único de Saúde (SUS).

____________________________________

Assessoria de Comunicação Hospital Regional de Formosa/ Ecco Comunicação

Aline Marinho (11) 95484-9927 – aline@ecco.inf.br  

Dario Vasconcelos (11) 95761-7712 – dario@ecco.inf.br


 



Neste ano, a mostra apresenta móveis de alto padrão e um dos destaques é o espaço Casa Blanca


O Espaço Casa Blanca transmite a identidade da Casa Blanca enaltecendo o requinte, bom gosto, imponência e elegância por meio do mobiliário de alto padrão trazido pela empresa para a Capital Federal, além de também outros itens de decoração como cortinas, persianas, tapetes, adornos, entre outros. O conceito do projeto, assinado pelo designer de Interiores Raphaell Cruz, é focado na valorização de espaços com originalidade e singularidade, pensando no conforto e na elegância que o ambiente pode transmitir aos seus usuários, além de suprir a demanda das pessoas que admiram ambientes sofisticados e com riqueza de detalhes. 

Raphaell Cruz revela que traz ao Espaço Casa Blanca tendências em decoração. “Apresentamos um mobiliário contemporâneo e nobre, fornecido pela Casa Blanca, com acabamento premium, metais dourados, com detalhes em croco e uma infinita possibilidade de composição. Foi muito bom poder ter toda essa possibilidade de personalização do mobiliário. Além disso, o projeto possui composições de tecidos nobres, como a seda indiana e a tela artesanal, papéis de parede com pedras de quartzo no quarto, que garantem luxo ao projeto; e tapetes com fibras naturais, feitos de forma personalizada.”, disse o designer.

O profissional utilizou inúmeros itens  disponibilizados na Casa Blanca como o aparador do hall, que é customizável com pés em metal dourado e em madeira Imbuia; o aparador da sala jantar, que é um buffet com portas de giro em madeira Imbuia; o banco do living, que é feito de metal dourado com tecido em linho crú customizável; a cabeceira estofada com abas da suíte master, produzida nas laterais em tecido de seda; as cadeiras da mesa de jantar, que são de madeira maciça em tecido de linho crú; a cômoda da suíte com gavetas em pintura em alto brilho, a mesa de jantar com a base em metal dourado e tampo em vidro pintado e as mesas de cabeceira com acabamento em croco. 

Outros destaques também fazem parte dos itens fornecidos pela Casa Blanca para compor os 90 metros quadrados do projeto, como são o caso das mesas de centro e laterais,  do painel  estofado Persona com filetes da suíte master,  do papel de parede em seda para a parte superior do painel estofado, do papel de parede em pedra quartzo dourado para as demais paredes da suíte master, da persiana celular branca translúcida motorizada, da poltrona neoclássica com pintura envelhecida em prata nobre e entalho da suíte master, das poltronas do hall e do living, do recamier, dos sofás do living em tecido de linho e dos tapetes em chenille customizável, expostos no living, sala de jantar e suíte master.

O designer seguiu uma paleta de cores voltada para o nude, bege e dourado com detalhes em verde musgo por todos os ambientes e ainda apresenta tendências em outros materiais como é o caso do quartzo Perla Santana, aplicado nas paredes da sala; da lastra Travertino Navona usado no piso e do  laminado Pau Ferro nas paredes e teto.

Raphaell Cruz aponta que a parceria com a Casa Blanca foi fundamental para oferecer ao público um projeto com tamanha beleza, personalização e requinte. “Eu me senti totalmente seguro com os materiais que utilizamos por já saber que a Casa Blanca  possui a maior  e melhor variedade de papéis, tecidos e tapetes de Brasília.  Tinha certeza de que ela não iria poupar esforços para mostrar o que há de melhor e novo no mercado.”, comentou.

 

 


Casa Blanca

 

Referência no segmento de artigos e móveis de decoração, a Casa Blanca surgiu há mais de 10 anos na Capital Federal devido a visão empreendedora dos irmãos e sócios, o CEO da loja, William Blanco, e da diretora comercial, Josi Cedro, em perceber uma demanda do mercado que não era suprida.

Para atender os seus clientes de forma personalizada e com prazos imbatíveis de entrega, a empresa possui uma fábrica própria de cortinas, persianas e toldos com tecnologia internacional, bem como materiais importados, a exemplo de papéis especiais de parede. Um dos grandes sucesso é a inovação em seus produtos com a  motorização e sistemas de acionamento por aplicativos.

A empresa está em expansão e trouxe para Brasília um mobiliário que expressa o requinte e o bom gosto, oferecendo também  colchas, tapetes, cabeceiras, painéis fotográficos, entre outros serviços. Tudo isso será apresentado na CASACOR Brasília deste ano, onde o público poderá conferir o que há de melhor em decoração no mercado de alto padrão.

 A Casa Blanca Decorações está localizada no SIA Trecho 2, conta com mais de dois mil metros quadrados, projetados pelo arquiteto Marcos Dourado. A área de atendimento é uma verdadeira biblioteca, comporta os mais de 500 catálogos de papéis de parede nacionais e importados. Dividido em ambientes que refletem todo o conforto visual, o espaço oferece ainda maior aconchego para os clientes e um showroom repleto de inspirações.

 

Raphaell Cruz

 

Raphaell Cruz é designer de interiores, natural de São Luís, e atua no mercado de  interiores há mais de 10 anos. Há oito anos mostra o seu talento em projetos da capital federal, reconhecido no segmento pela sua originalidade de sua assinatura projetual, voltada para ambientes com referências clássicas, chegando a participar de mostras importantes na cidade e alcançando, em uma delas, o mérito de ter sido o profissional mais jovem a conseguir tal feito. 

 

SERVIÇO:

CASACOR Brasília 2021

Quando: de 26 de outubro a 12 de dezembro de 2021

Onde: 904 Sul,  na antiga sede da Companhia Energética de Brasília (CEB).

Horário de funcionamento*:

Terça a sexta, das 15h às 22h

Sábados, domingos e feriados, das 12h às 22h

Maiores Informações:

ASCOM Agência Fato (61)  9.9465-9919

Fotografias: Edgard César

 

 



O governador Ronaldo Caiado cumpre agenda em quatro municípios goianos, nesta quarta-feira (03). Na região do Entorno do Distrito Federal, às 9h, na divisa entre Valparaíso de Goiás e Novo Gama, inaugura a reconstrução da GO-577 e entrega Chromebooks para alunos da 3ª série do Ensino Médio. A rodovia é uma importante rota turística de acesso ao Lago Corumbá IV e às belezas naturais da região. A recuperação da pista beneficia mais de 50 mil moradores e ainda fomenta o turismo e a economia local



Também na região do Entorno, Caiado viaja até a cidade de Padre Bernardo para lançar o programa Goiás em Movimento – Eixo Municípios. A solenidade será às 11h30, na avenida Martins, esquina com a rua Minas Gerais, no Setor Sul. A via será uma das pistas recuperadas pelo programa.

Do Entorno, o governador segue para o Sudeste goiano. Às 15h30, na Avenida Palmeiras, em Gameleira de Goiás, inaugura a recuperação asfáltica da GO-437. O Governo de Goiás, por meio da Agência Goiana de Infraestrutura e Transportes (Goinfra), destinou R$ 12,6 milhões para a reforma da GO-437, trecho de 35,1 quilômetros que liga Anápolis ao município de Gameleira.

Além da inauguração da rodovia, durante a solenidade Caiado também lança o programa Goiás em Movimento – Eixo Municípios, em Gameleira, entrega dois ônibus escolares e Chromebooks para alunos da 3ª série do Ensino Médio.

Serviço:
Assunto: Governador Ronaldo Caiado cumpre agenda em Valparaíso de Goiás, Novo Gama, Padre Bernardo e Gameleira de Goiás
Quando: Quarta-feira (03/11)

Programação

9h: Inauguração da reconstrução da GO-577 e entrega de Chromebooks para alunos da 3ª série do Ensino Médio
Onde: Rodovia GO-577, Km 4, divisa entre os municípios de Valparaíso de Goiás e Novo Gama – Valparaíso de Goiás/ Novo Gama (GO)

11h30: Lançamento do Programa Goiás em Movimento – Eixo Municípios
Onde: Avenida Martins, esquina com a rua Minas Gerais, Setor Sul, Padre Bernardo (GO)

15h30: Inauguração da recuperação asfáltica da GO-437, lançamento do Programa Goiás em Movimento – Eixo Municípios, entrega de dois ônibus escolares e Chromebooks para alunos da 3ª série do Ensino Médio
Onde: Avenida das Palmeiras, Centro, Gameleira de Goiás (GO)




De 5 a 7 de novembro, Cidade Ocidental recebe o Circuito Cerrado de Rodeio com atrações musicais, montarias profissionais, parque temático e camarote open bar


Segura peão! Um dos maiores eventos populares da região Centro-Oeste está de volta. É o Circuito Cerrado de Rodeio, que traz muitas atrações, de 5 a 7 de novembro, na Cidade Ocidental, com entrada franca e arrecadação de alimentos e agasalhos pela campanha "#Seja Solidário". Na entrada serão exigidos uso de máscara, cartão de vacina ou exame PCR negativo. Além de oferecer entretenimento à localidade e demais cidades do Distrito Federal e entorno, a festividade gera emprego e renda à população e promove artistas regionais. Espera-se que o evento atraia cerca de 30 mil pessoas, respeitando os protocolos sanitários do município.


No dia 5, apresentam-se no palco a dupla sertaneja Talvanes e Thiago, o cantor e compositor de forró Bob Nickson e a cantora sertaneja Danielle Leão. No dia 6, os shows ficam por conta da cantora Jessy K, da banda Lugar Secreto, do cantor Vitor Santos, da banda de forró Menino Ricco e da banda 2Live. Já no domingo (7,) a animação será do cantor Edu Mascarenhas, dos grupos Collo de Mainha e Planeta do Forró e da Banda Imagem – que traz repertório variado e uma bagagem musical de 30 anos de carreira.



Para um dos organizadores do evento, Orleans Araújo da OA Produções, é uma grande satisfação levar para a Cidade Ocidental mais entretenimento e cultura, com o primeiro rodeio pós-pandemia do estado de Goiás. Ele acredita também que é muito importante valorizar os artistas locais. "Queremos dar mais oportunidades para aqueles que são grandes talentos. O Circuito traz mais visibilidade a esses artistas", reforça.

O evento também é organizado por Fernando Fernandes, da Fernandes Produções, e tem apoio da Prefeitura Municipal da Cidade Ocidental. "Gostaríamos de chamar a atenção do público para a arrecadação de alimentos e agasalhos para a campanha '#SejaSolidário'. A participação de todos fará a diferença na arrecadação total e na vida de muitas pessoas", destaca Fernando.

Nos três dias do Circuito haverá apresentações de rodeio, sempre às 23h. No sábado (6), das 8h às 18h, haverá também um desfile de cavalos Mangalargas, mais conhecido como "Poeirão". Para quem quiser assistir tudo mais de perto e conforto, poderá optar pelo Camarote Open Bar, com espaço limitado para 500 pessoas por noite, com direito a água, cerveja e refrigerante, além de banheiro exclusivo. O ambiente tem vista privilegiada para os rodeios e também para o palco com os shows musicais. O valor do ingresso antecipado é R$ 90 e, na hora, R$ 100.

Programação

Sexta-feira (5/11):
Das 20h às 21h30: Talvanes e Thiago

Das 21h30 às 23h: Bob Nickson
Das 23h a 1h: Rodeio
De 1h às 3h: Danielle Leão

Sábado (6/11):
Das 20h às 20h30: Jessy K
Das 20h35 às 21h35: Lugar Secreto
Das 21h55 às 23h: Vitor Santos
Das 23h a 1h: Rodeio
Das 1h às 2h: Menino Ricco
Das 2h20 às 3h: 2Live

Domingo (7/11):
Das 19h às 20h: Edu Mascarenhas
Das 20h30 às 21h30: Collo de Mainha
Das 21h30 às 23h: Planeta Forró
Das 23h à 1h: Rodeio
Das 1h às 2h30: Banda Imagem

Evento:
Circuito Cerrado de Rodeio – Etapa Cidade Ocidental
Data: de 5 a 7 de novembro de 2021
Horário: a partir das 18 h
Local: próximo a Orla do Lago Jacob – Cidade Ocidental
Entrada Franca
Apresentador de Eventos e Mestre de Cerimônias: Cacá Silva
Classificação indicativa livre

Webinar ocorre na próxima quinta-feira (04), às 17h30, e conta com participação do especialista da área Cível do escritório, Danilo Roque



No mês de setembro, o projeto de lei que regulamenta o uso da inteligência artificial no Brasil (PL 21/2020) foi aprovado na Câmara dos Deputados, tendo o texto base definindo como sistemas de inteligência artificial as representações tecnológicas oriundas do campo da informática e da ciência da computação, que deve ser analisado no Senado a qualquer momento. Como essa PL vem levantando algumas questões entre especialistas, a próxima edição do FAS + Simples, que acontece quinta-feira (04/11), às 17h30, abordará a regulamentação da inteligência artificial no Brasil. Realizado pelo Focaccia, Amaral e Lamonica Sociedade de Advogados (FAS Advogados), a inscrição para o webinar está disponível pelo link: https://tinyurl.com/ArtificialBrasil.

Neste episódio, o tema será abordado pelo especialista e sócio da área de Cível do FAS Advogados, dr. Danilo Roque. Na exposição, o advogado trará os principais pontos da regulamentação e seus desafios para as empresas.  

Desenvolvimento pelo FAS Advogados, o FAS+SIMPLES é um projeto com série de vídeos, de curta duração, que tem o objetivo de explicar, do ponto de vista jurídico, mas de forma descomplicada, temas relevantes que impactam na gestão das empresas e, também, na vida das pessoas.

O FAS Advogados atua nas áreas Trabalhista, Tributária, Societário/M&A, Cível, Direito da Comunicação, Tecnologia, Bancário, Meios de Pagamento e Fintechs. E, a cada episódio, os especialistas de um ou mais segmentos se reúnem para abordar o tema mais relevante de cada segmento no momento.

Agenda:

Regulamentação da Inteligência Artificial no Brasil

Quando: quinta-feira, dia 04 de novembro

Horário: 17h30

Inscrição: https://tinyurl.com/ArtificialBrasil

Sobre o FAS Advogados

O FAS Advogados é um escritório de advocacia brasileiro, cuja filosofia é proporcionar aos clientes valor agregado aos seus negócios, atuando no ritmo que o mercado exige e entendendo as peculiaridades de cada segmento, com equipes dedicadas ao Direito Tributário, Societário/M&A, Direito Civil, Comunicação, Trabalho, Tecnologia, Bancário, Meios de Pagamento e Fintechs, entre outros.

Desde 2003, o FAS Advogados busca uma maneira moderna de atender seus clientes, oferecendo serviços jurídicos que possam impactar positivamente e estrategicamente seus negócios. Sua equipe é formada por profissionais altamente qualificados, focados na prestação de serviços jurídicos no mais alto nível e dentro de rígidos padrões éticos de conduta. A filosofia do escritório é estabelecer uma dinâmica de serviço que privilegie a atenção pessoal, alinhada com as formas mais contemporâneas de relações comerciais de sucesso.

Com ajuda de alunos, o Colégio Positivo arrecadou tampinhas plásticas
Crédito: divulgação/Colégio Positivo




Iniciativas arrecadam materiais recicláveis e doam resultado a instituições sociais

Um país que utiliza recursos naturais de forma desordenada e, na outra ponta, joga no lixo a oportunidade de reciclar os resíduos que produz: todos os anos, o Brasil gera 80 milhões de toneladas de lixo. E, embora 90% desse total sejam passíveis de reciclagem, apenas 4% são reutilizados. Além de uma conta ambiental incalculável, todo esse lixo poderia estar se transformando em ativos de uma economia circular e solidária, se fosse corretamente aproveitado.

De outro lado, o Ranking Global de Solidariedade 2020, resultado de uma pesquisa feita pela Charities Aid Foundation (CAF), mostra que o Brasil ocupa o 54º lugar de uma lista de 114 países. Pode parecer pouco, mas o país subiu 14 posições no último ano, seguindo uma tendência mundial de ajudar mais ao próximo. E para praticar a solidariedade, nem sempre é preciso ter dinheiro. Há uma série de formas de contribuir para causas e instituições sem precisar colocar a mão no bolso. Isso porque alguns materiais que geralmente são jogados no lixo podem ser reciclados e transformados em doações para ajudar instituições sociais e pessoas em vulnerabilidades.

  1.   Tampinhas que viram dinheiro

Alguns materiais descartáveis podem ser transformados em dinheiro nas mãos das pessoas certas. Tampinhas de embalagens plásticas não têm valor algum para quem as joga no lixo, mas, em grandes quantidades, esses itens são comercializados e se tornam uma importante fonte de renda para diversas ONGs. Em uma ação recente, o Colégio Positivo arrecadou, com a ajuda dos alunos, cerca de 500kg desse material. As doações foram repassadas a instituições sociais de sete municípios dos estados do Paraná e Santa Catarina. Agora, elas serão vendidas a empresas de reciclagem que dão destinação correta e sustentável às tampinhas.

Ações como essa são muito significativas para organizações sociais. A partir de campanhas de arrecadação junto à comunidade, é possível contribuir com as mais diversas frentes, inclusive com a Educação. Segundo o Censo Escolar da Educação Básica, realizado pelo Ministério da Educação (MEC), há muitas deficiências simples de infraestrutura na rede escolar brasileira. Mais de 4 mil escolas públicas no Brasil não possuem banheiros, por exemplo. Esse é um problema grave que pode ser solucionado ou, ao menos, reduzido se essas unidades de ensino tiverem acesso a uma fonte de renda como a reciclagem.

  1.   Leite que vira calor

Caixas de leite são muito mais que apenas papelão. Para manter o alimento protegido e próprio para consumo, elas têm várias camadas de plástico, alumínio e papelão em sua composição. Isso faz delas um ótimo isolante térmico, ideal para solucionar um problema comum nas grandes cidades: o vento que entra pelas frestas de casas de madeira em muitas comunidades. O projeto Brasil Sem Frestas, que nasceu em Passo Fundo, no Rio Grande do Sul, utiliza essas caixinhas para vedar as casas de famílias que, sem esse recurso, passariam frio. Depois de abertas, as caixinhas são costuradas umas às outras e viram placas que, instaladas do lado de dentro das paredes, impedem o vento e a chuva de entrar.

  1.   Lixo orgânico que vira adubo (e dinheiro)

Até mesmo o lixo orgânico pode ter um papel interessante na hora de arrecadar fundos para uma causa social. Com uma simples composteira, é possível transformar restos de alimentos, folhas e flores secas, papelão e até guardanapos usados em adubo líquido e húmus. Esses produtos são muito importantes para adubar o solo. Assim, no caso de uma escola ou ONG, eles podem ser aproveitados em uma horta que produza alimentos frescos. Se as quantidades de adubo resultantes do processo forem muito grandes, as sobras podem ser vendidas para a comunidade ou trocadas por materiais necessários para o funcionamento da instituição.

  1.   Lacres que viram cadeiras de rodas

Não é de hoje que os lacres de latinhas de cerveja e refrigerante chamam a atenção. Além de serem utilizados para artesanato, esses pequenos pedaços de metal são preciosos para quem precisa de cadeiras de rodas para se locomover. O Lacre do Bem, de Minas Gerais, é uma das instituições que recebem esse tipo de material. No Paraná, o Rotary Internacional também recolhe doações de lacres com o mesmo objetivo. Vendido para empresas de reciclagem, ele se transforma em fundos que são destinados à compra de cadeiras de rodas. Essas, por sua vez, são doadas para pessoas com deficiência física ou instituições de filantropia. Quem quiser contribuir com o projeto do Rotary no Paraná, pode entrar em contato com Luiza Tigrinho pelo telefone (41) 98804-6094. 

De acordo com a assessora de Tecnologia e Inovação do Centro de Inovação Pedagógica, Pesquisa e Desenvolvimento (CIPP) do Colégio Positivo, Micheline Castelli de Souza, práticas envolvendo esse tipo de iniciativa precisam ser incluídas no cotidiano dos estudantes. “Trabalhar essa forma de pensar com os alunos da educação básica é garantir um futuro verde, fortalecer a competitividade, proteger o meio ambiente e dar novos direitos aos consumidores”, ressalta.

Para Damila Bonato, gerente de produto do Sistema de Ensino Aprende Brasil, presente em mais de 1.600 escolas municipais de todo o Brasil, utilizar o lixo em projetos sociais dentro das escolas é duplamente educativo. “Enquanto aprendem a cuidar do meio ambiente com a reciclagem, as crianças absorvem a importância da solidariedade - e como pequenos atos feitos coletivamente podem fazer a diferença na vida de muitas pessoas”, conclui.

 

Sobre o Colégio Positivo

O Colégio Positivo compreende oito unidades na cidade de Curitiba, onde nasceu e desenvolveu o modelo de ensino levado a todo o país e ao exterior. O Colégio Positivo - Júnior, o Colégio Positivo - Jardim Ambiental, o Colégio Positivo - Ângelo Sampaio, o Colégio Positivo - Hauer, o Colégio Positivo - Internacional, o Colégio Positivo - Água Verde, o Colégio Positivo - Boa Vista e o Colégio Positivo - Batel atendem alunos da Educação Infantil ao Ensino Médio, sempre combinando tecnologia aplicada à Educação, material didático atualizado e professores qualificados, com o compromisso de formar cidadãos conscientes e solidários. Em 2016, o grupo chegou em Santa Catarina - onde hoje fica o Colégio Positivo - Joinville e o Colégio Positivo - Joinville Jr. Em 2017, foi incorporado ao grupo o Colégio Positivo – Santa Maria, em Londrina (PR). Em 2018, o Positivo chegou a Ponta Grossa (PR), onde hoje está o Colégio Positivo - Master. Em 2019, somaram-se ao Grupo duas unidades da escola Passo Certo, em Cascavel (PR), e o Colégio Semeador, em Foz do Iguaçu (PR). Em 2020, o Colégio Vila Olímpia, em Florianópolis (SC), passou a fazer parte do Grupo. Em 2021, com a aquisição da St. James' em Londrina (PR), o Colégio Positivo passa a contar com 17 unidades de ensino, em sete cidades, no Sul do Brasil, que atendem, juntas, aproximadamente 16 mil alunos desde a Educação Infantil ao Ensino Médio.

CLIQUE AQUI E VEJA MINHA CASA, MINHA VIDA VALPARAISO

Tecnologia do Blogger.