Mostrando postagens com marcador Economia. Mostrar todas as postagens

Nos últimos anos, a adesão das famílias ao formato de compra do atacarejo vem crescendo. Para abastecer a despensa de casa ou repor a matéria-prima dos produtos de uma padaria ou de um restaurante, o atacarejo tem sido a opção mais econômica.



De acordo com a empresa Horus Inteligência de Mercado, que faz uma pesquisa mensal do varejo alimentar, de janeiro a setembro deste ano, os consumidores passaram a comprar mais produtos nos atacarejos: a média saiu de 26 itens em janeiro para 30, no mês passado. O segmento já pode ser considerado parte integrante da rotina de compras das famílias brasileiras.


 

Consumidores e comerciantes do Distrito Federal que desejam começar novembro gastando menos com as compras podem desfrutar do Dia F do Fort Atacadista. Realizado sempre no primeiro sábado de cada mês, o Dia F é uma boa oportunidade para os brasilienses garantirem preços mais baixos nas compras de alimentos e outros itens para casa e comércio. Nas três unidades da rede (Ceilândia, Taguatinga e Sol Nascente) haverá descontos especiais e horário diferenciado: neste sábado, 06/11, as lojas funcionam das 6h até a meia-noite.

 

O gerente nacional de marketing do Fort, Gustavo Petry Custódio, explica que as promoções da data têm como objetivo colaborar na compra mensal da família e reforçar o estoque dos comerciantes. “É uma forma de trazer vantagens ainda maiores que as ofertadas diariamente. Como temos uma negociação de grandes volumes com fabricantes nacionais e um mix de produtos com preços competitivos, proporcionamos mais economia para o consumidor, sejam clientes profissionais do mercado de alimentação, como donos de restaurantes, bares, lanchonetes e mercados, como também os consumidores finais”, explica.

 


Açougue Carne Fresca – Nas unidades de Sol Nascente e Ceilândia os clientes do Fort ainda podem aproveitar o Açougue Carne Fresca, que oferece mais de 40 cortes de carnes fracionadas e em bandejas, em um expositor moderno e diferenciado.  O açougue, todo em vidro transparente, tem ambiente refrigerado para a manutenção de qualidade e frescor dos produtos comercializados.  Além de atender consumidores finais, também atende grandes volumes, como para restaurantes e lanchonetes, por meio do televendas.

 

Serviço

Dia F – Fort Atacadista

06 de novembro

Lojas de Ceilândia, Sol Nascente e Taguatinga

Horário: 6h à meia-noite


Fotos: Buzz Filmes



Chef italiana Ana Cláudia Morale inova e traz projeto gastronômico para a Capital Federal. A Caixa Felicidade promete oferecer os doces continentais mais sofisticados com rica vivência gastronômica mundial

 

 

França, Itália, Alemanha, Japão, EUA, Áustria e Brasil. Já pensou ter um pedacinho de todos esses países em um só projeto que vai oferecer uma rica experiência gastronômica mundial? Agora isso será possível com a nova empreitada da chef italiana Ana Cláudia Morale, que faz o lançamento da Caixa da Felicidade com os Sabores do Mundo. A chef agregou todo o seu conhecimento e sua trajetória gastrônoma e trouxe com esse projeto o que há de mais sofisticado em forma de doces finos e que representam fielmente todos esses países.

 

A Caixa da Felicidade promete trazer o quindim brasileiro, a banana pudding americana, nada menos que a torta linzer de damasco, da Áustria, a verdadeira pastiera napolitana, da Itália, uma típica madeleine francesa, a Alemanha será representada pelo strudel e por fim choux cream, do Japão. Tudo isso ao valor de R$110,00.

 

A chef Ana Cláudia garante que vai proporcionar aos amantes e conhecedores de uma verdadeira gastronomia um verdadeiro tour mundial, por meio do doces que concebem a identidade gastronômica de cada país.

 

A caixa, que poderá ser adquirida sob encomenda em dois momentos,  entre os dias 1º e 12 novembro, com entregas para o dia 14 e o segundo lote com encomendas entre os dias 15 e 26 de novembro, com entregas para o dia 28 de novembro.

 

As encomendas podem ser realizadas com a própria chef pelo telefone (61) 98203 1526 e as entregas serão gratuitas e realizadas nas regiões do Lago Norte, Lago Sul, Asa Norte, Asa Sul, Cruzeiro, Sudoeste, Guará e Águas Claras.

 

 

Chef Ana Cláudia Morale

Com descendência italiana, essa chef brasileira tem o coração na terra das famosas massas e representa em seus pratos os ensinamentos da Nonna que a criou. Publicitária de formação, mas confeiteira de coração e talento nato, Ana Cláudia Morale é integrante da Federação Italiana de Cozinheiros – FIC BRASILE, desde 2018. Trabalhando com gastronomia desde 2007, Ana Cláudia trilha a sua caminhada por passos gastronômicos, sendo participante de eventos como Mesa A Vivo, Beba do Quadrado, Pátio Varanda, além de ministrar aulas no Espaço Pátio Gourmet. A Chef também fornece cursos particulares de confeitaria e atua como personal chef em eventos gastronômicos.

 

Crédito: Foto divulgação



Para celebrar o período da festividade infantil, o restaurante Aquela Parmê traz duas opções de sanduíches inovando o cardápio infantil com a sua especialidade: a parmegiana        

 

Com a chegada do mês das crianças, o restaurante Aquela Parmê lança em seu cardápio um lanche totalmente inovador, criativo e que vai cair no gosto dos pequenos. Usando a sua matéria prima essencial, o gerente da Aquela Parmê apresenta duas versões de sanduíches: Cheese Polpeburguer (a partir de R$32,00) e Cheese Parmê Filé (a partir de R$38,00).

 

O Cheese Polpeburguer é elaborado com um crocante pão de hambúrguer (de sal), recheado com um generoso polpetone (220 gramas), uma camada extensa de queijo e um molho artesanal do puro tomate italiano feito na casa. Já o carro-chefe da casa, também estaria presente no cardápio, é o  Cheese Parmê Filé, recheado com um generoso bife de filé mignon ( 180 gramas) coberto por queijo e um toque do molho caseiro que formam uma combinação inusitada de textura e sabor. As duas versões dos sanduíches tem como acompanhamento a famosa e querida batata-frita de ondinhas.

 

Segundo o gerente da casa, Mauro Gonçalves, a ideia do sanduíche de parmegiana veio da criatividade de um primo, louco por parmegiana. Segundo o gerente, ele brincava que comeria o famoso bife até no pão. “Logo, pensei em uma maneira de criar um sanduíche à parmegiana. Chamei uns amigos 'comilões' e fizemos uma noite de degustação. Foi sucesso imediato, depois de alguns ajustes tínhamos nosso sanduíche à parmegiana exclusivo e bastante elogiado”, explica.

 

Segundo Mauro, o prato vai cair no gosto do público infantil que é apaixonado por sanduíches. “A garotada vai adorar, o prato que já é muito bem quisto para o almoço e jantar, inclusive das crianças, agora ganha essa nova versão para e ingressa em nosso cardápio para festejar a data”, defende.

 

A casa está aberta de terça a domingo, de 11 às 22h, no sistema delivery e take-out. As entregas estão disponíveis pelos aplicativos (preços entre R$ 32,00 e R$ 110,00). A opção take-out tem 20% off pedindo pelo https://fastget.app/aquelaparme .

 

 

 

 

Serviço:  Sanduíche de parmegiana é o lançamento do Aquela Parmê para o mês das crianças
Endereço: Rua das figueiras número 6 loja 15 - Águas Claras, Brasília
Contato: (61) 98156-9038

Cardápio: https://fastget.app/aquelaparme .

Dias e Horários de Funcionamento: Aberto de terça a domingo das 11 às 22 ( sistema delivery e take-out)

Entregas pelos aplicativos Tonolucro, 99Food e UberEats

Take-out com 20% off pedindo pelo https://fastget.app/aquelaparme

O restaurante recebe os cartões das principais bandeiras, ticket restaurante, sodexo, alelo e Pic pay

A Caixa Econômica Federal paga hoje (11) auxílio emergencial para 4 milhões de beneficiários nascidos em maio. 






O pagamento de hoje faz parte do ciclo 2, que começou pelos beneficiários nascidos em janeiro, no dia 28 de agosto. Essa etapa de pagamentos vai até 27 de outubro.

Neste ciclo, mais três grupos foram incluídos: trabalhadores que fizeram o cadastro nas agências dos Correios entre 2 de junho e 8 de julho; trabalhadores que fizeram a contestação pelo site da Caixa ou App Caixa Auxílio Emergencial de 3 de julho a 16 de agosto e foram considerados elegíveis; beneficiários que tenham recebido a primeira parcela em meses anteriores, mas que tiveram o benefício reavaliado em agosto. No caso das reavaliações, o benefício foi liberado novamente para 148 mil pessoas.

Os recursos podem ser movimentados por meio do aplicativo Caixa Tem. Com ele é possível pagar boletos e fazer compras na internet e nas maquininhas em mais de 1 milhão de estabelecimentos comerciais.

O calendário de pagamentos do auxílio emergencial é organizado em ciclos de crédito em conta poupança social digital e de saque em espécie. Os beneficiários recebem a parcela a que têm direito no período de acordo com o mês de nascimento. Para os beneficiários nascidos em maio, os saques e transferências serão liberados no dia 3 de outubro.


AGÊNCIA BRASIL
REDAÇÃO JK NOTÍCIAS



Novidade acerta em cheio os empresários que foram obrigados a migrar seus negócios para a internet. 

 

A pandemia mudou o curso de muitos negócios no país. Quem ainda não estava surfando nas ondas do digital teve que se reinventar para se manter no mercado. De olho nessa mudança e com o objetivo de auxiliar os clientes, a SysCoin Commerce – maior empresa de ecommerce do Centro-oeste - lançou um estúdio fotográfico para criar peças publicitárias de produtos que ficarão disponíveis na internet.

 

Segundo Leonardo Miranda, sócio proprietário da Syscoin Commerce, o espaço surgiu da necessidade dos próprios clientes, que não encontravam um serviço que fosse adequado, rápido e seguro para as suas lojas virtuais e foca em clientes que estão adaptando os seus negócios ao formato virtual.

 

“A diferença de um estúdio tradicional para o nosso é que o processo todo de reserva começa online, dando maior agilidade e comodidade. As fotos são liberadas rapidamente para que eles possam utilizar e fazer os cadastros nos ecommerces. Oferecemos também a fotografia e produção de produtos e joias com equipamentos específicos além de entregar as fotos já adaptadas e tratadas”, explicou.

 

Leonardo também pontua que esse é o primeiro estúdio de produção exclusivamente dedicado à publicidade para ecommerce, desde o suporte técnico, com o uso de equipamentos adequados, até o cadastro dos produtos na plataforma de vendas on-line.

 

 “Como o ecommerce tem crescido cada vez mais, o principal meio de divulgar um produto o ou serviço é com uso de fotos profissionais, seja para quem está vendendo algum produto ou algum profissional que queira passar uma boa imagem. Vale também lembrar que uma foto autoral demonstra maior credibilidade e confiança para o cliente aumentando as vendas”, finaliza.

 

A empresa oferece descontos para clientes e pacotes específicos para atender as diferentes demandas. O serviço conta ainda com maquiagem, suporte profissional presencial e auxílio para casting de modelos. 

 

 

 

Serviço: Maior empresa de Ecommerce do Centro -Oeste lança estúdio para potencializar negócios de lojas virtuais

Endereço: CA 01, SALA 469 SHOPPING DECK NORTE - Lago Norte, Brasília

Telefone: (61) 3968-1540

Site: https://syscoin.com.br/

 A Câmara de Comércio Exterior (Camex), vinculada ao Ministério da Economia, decidiu nesta quarta-feira (9) zerar a alíquota do imposto de importação para o arroz em casca e beneficiado. A isenção tarifária valerá até 31 de dezembro deste ano. 


Foto: Agência Brasil

De acordo com a pasta, a redução temporária está restrita à cota de 400 mil toneladas, incidente arroz com casca não parboilizado e arroz semibranqueado ou branqueado, não parboilizado, de acordo com a Nomenclatura Comum do Mercosul (NCM). Até então, a Tarifa Externa Comum (TEC) incidente sobre o produto era de 12%, para o arroz beneficiado, e 10% para o arroz em casca. 

A decisão foi tomada durante reunião do Comitê-Executivo de Gestão da Camex, a partir de um pedido formulado pelo Ministério da Agricultura. O colegiado é integrado pela Presidência da República e pelos ministérios da Economia, das Relações Exteriores e da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. 

Alta nos preços 

O objetivo da isenção tarifária temporária é conter o aumento expressivo no preço do arroz ao longo dos últimos meses. De acordo com o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada da Universidade de São Paulo (Cepea/USP), o preço do arroz variou mais de 107% nos últimos 12 meses, com o valor da saca de 50 kg próximo de R$ 100. Os motivos para a alta são uma combinação da valorização do dólar frente ao real, o aumento da exportação e a queda na safra. Em alguns supermercados, o produto, que custava cerca de R$ 15, no pacote de 5 kg, está sendo vendido por até R$ 40.

AGÊNCIA BRASIL
REDAÇÃO JK NOTÍCIAS

 Por 165 votos contra o veto e 316 a favor, em sessão do Congresso Nacional, a Câmara dos Deputados manteve o veto presidencial a reajustes salariais de servidores públicos até 31 de dezembro de 2021. 



A medida abrange categorias de servidores que atuam na linha de frente no combate ao novo coronavírus, como trabalhadores da educação, saúde e segurança pública, servidores de carreiras periciais, profissionais de limpeza urbana e de serviços funerários. O texto não previa reajuste automático, mas autorizava estados e municípios a fazê-lo com recursos próprios. 

Ficam de fora da restrição os aumentos aprovados antes do estado de calamidade pública, como o concedido aos militares das Forças Armadas. 

Na sessão do Congresso de ontem (19), senadores derrubaram o veto do presidente Jair Bolsonaro por 42 votos a 30. Para assegurar a derrubada de um veto é necessária maioria absoluta em ambas as Casas. 

Durante a sessão, o presidente da Câmara, deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ), voltou a defender a manutenção do veto. O parlamentar alegou que, enquanto servidores públicos continuam com salários integrais pagos em dia, o setor privado enfrenta uma série de dificuldades como perda de vagas de trabalho e redução de jornadas. 

“A crise econômica não está acabando. Uma crise que já tirou mais de 100 mil vidas, que já tirou mais de 2 milhões de empregos, que já tirou a integralidade do salário de mais 9 milhões de brasileiros. A Câmara precisa dar uma resposta que, do meu ponto de vista, é defender a manutenção do veto”, argumentou. Antes da votação, Maia atuou na articulação com líderes partidários para garantir a votação necessária para manter o dispositivo. 

Na manhã desta quinta, o presidente Jair Bolsonaro alegou que a derrubada do veto daria um prejuízo de R$ 120 bilhões ao país, e que a decisão do Congresso tornaria “impossível governar o país”. 

Partidos de oposição tentaram adiar a votação do trecho para a próxima semana, alegando questões regimentais. De acordo com a deputada Perpétua Almeida (PCdoB – AC), houve o descumprimento de regimento do Congresso Nacional que obriga a convocação e publicação da pauta com antecedência mínima de 24 horas. 

Despejo 

Os deputados também mantiveram a derrubada de veto que proíbe o despejo de inquilinos. Dessa forma, fica mantido o texto que suspende, por até 30 de outubro deste ano, a concessão de liminares protocoladas até 20 de março para despejo de inquilinos por atraso de aluguel, fim do prazo de desocupação pactuado, demissão do locatário em contrato vinculado ao emprego ou permanência de sublocatário no imóvel. 

A suspensão abrange os imóveis urbanos (comerciais e residenciais) e atinge todas as ações ajuizadas a partir de 20 de março, data em que foi reconhecido oficialmente o estado de calamidade no país. Esse trecho irá à promulgação. 



O governo abriu mais um canal de comunicação para quem quiser contestar a análise do pedido de recebimento do auxílio emergencial de R$ 600, concedido para enfrentamento da crise financeira decorrente da pandemia do covid-19. Aqueles que tiveram o pedido negado podem contestar pelo site da Dataprev. 


Esse canal, no entanto, é indicado para casos específicos, referentes a atualização de dados cadastrais. Ele pode ser usado quando uma pessoa era menor de idade e completou 18 anos recentemente; para cidadãos que eram servidores públicos ou militares, mas perderam esse vínculo com o Estado; e para pessoas que perderam o emprego e não têm direito a auxílio-desemprego ou não recebem o Benefício Emergencial de Preservação do Emprego e da Renda. 

Nesses três casos não é possível fazer a contestação pelos canais da Caixa. Esse foi o motivo da Dataprev abrir o canal. Outros canais já disponíveis, mas para contestações de outras ordens, são o site da Caixa Econômica Federal, o aplicativo Caixa - Auxílio Emergencial e a solicitação via Defensoria Pública da União (DPU).

Basta o cidadão entrar no site da Dataprev, inserir informações pessoais como: nome completo, data de nascimento, nome da mãe e CPF. Após essa etapa, aparecerá o botão de “contestação” para fazer o novo pedido. 

Os processamentos e cruzamentos de dados seguirão a mesma lógica do programa. Após processamento da Dataprev, os dados são enviados para homologação (validação) dos resultados pelo Ministério da Cidadania – órgão gestor. E, por fim, são encaminhados à Caixa para pagamento. Nos casos de indeferimento, o cidadão poderá obter mais informações no portal de consultas. Essas informações explicarão porque o pedido foi negado e a legislação que embasa essa negativa. 

Mais de 108,9 milhões de cadastros já foram processados pela Caixa. Ao todo, mais de 66,9 milhões de pessoas receberam o Auxílio Emergencial do Governo Federal. Segundo dados de segunda-feira (3), da Caixa Econômica Federal, 438,5 mil estão em reanálise.

AGENCIA BRASIL 

CLIQUE AQUI E VEJA MINHA CASA, MINHA VIDA VALPARAISO

Tecnologia do Blogger.