Secretário municipal de Mobilidade, Horácio Mello afirma que técnicos estudam mudanças há cerca de sete anos. Entre elas, está implantação de 15 cruzamentos semaforizados. "Todas as nossas equipes estarão nas ruas, e sinalização foi feita de forma adequada", pontua. Prefeito Rogério Cruz destaca que "é nossa missão fazer de tudo para que vias de circulação da cidade fiquem o menos congestionadas possível, inclusive em horários de pico"



Começam a valer dia 14 de maio, às 16h, melhorias propostas pela Prefeitura de Goiânia para o trânsito de motoristas, pedestres, ciclistas e passageiros de ônibus que circulam no Jardim América. As alterações incluem mudanças no sentido de vias, criação de novos corredores do transporte coletivo e construção de ciclofaixa, entre outras novidades (veja, abaixo). O bairro fica na região sul. É o mais populoso da capital.

À frente da equipe de técnicos que modulou o projeto está o secretário municipal de Mobilidade, Horácio Mello. Ele afirma que novidades estão em estudo há cerca de sete anos. "Fizemos pesquisa de origem e destino, priorizando os mais frágeis, mas com a consciência de que não podemos deixar a cidade travar. É o uso da ciência no trânsito da nossa cidade", afirma.

O secretário explica que a gestão do prefeito Rogério Cruz usa tecnologia para melhorar a mobilidade em Goiânia e trabalha para ampliar os corredores do transporte coletivo e modais diversificados, como ciclofaixas.

"Cabe lembrar que essa é a primeira etapa e que já trabalhamos na segunda, que será maior ainda", informa Horácio Mello. "Agentes, faixas aéreas, panfletos, new jerseys, parceria com aplicativos de navegação, além da comunicação por meio de veículos de imprensa darão aos cidadãos os suportes necessários", destaca. "Todas as nossas equipes estarão nas ruas, e sinalização foi feita de forma adequada", pontua.

O prefeito Rogério Cruz lembra que o dinamismo da cidade conduz a administração a agir com criatividade para melhorar o ir e vir da população. Nesse sentido, afirma, é necessário não só garantir a fluidez no trânsito, como também melhorar as condições para o tráfego de ônibus.

"Ter qualidade de vida é também conseguir chegar em casa, depois do trabalho, em tempo razoável", diz o prefeito. "É nossa missão fazer de tudo para que as vias de circulação da cidade fiquem o menos congestionadas possível, inclusive em horários de pico", complementa.

Veja como ficam as novas rotas

Criação de vias de sentido único interligando:


- Vila Alpes ao Bairro Jardim América
- Corredor T-7 ao Corredor T-63

Corredor 1: Rua C-120/Rua C-121/Rua C-208/Rua C-148
- Passará a ter sentido único
Sentido Oeste/Leste: a partir do cruzamento com a Avenida C-107 até a Praça Santos
Sentido Norte/Sul: permanecerá o mesmo sentido da Praça Santos até a Avenida C-171.

- Implantação de cruzamentos semaforizados:
1. Rua C-120/Rua C-121 x Avenida C-1/Rua C-118
2. Rua C-121 x Avenida C-205
3. Av. C-208 x Rua C-131ª
4. Rua C-148/ Avenida C-208 x Av. T-9
5. Rua C-148 x Rua C-137
6. Rua C-148 x Avenida T-63
7. Rua C-148 x Avenida C-171

Corredor 2: Rua C-149/Rua C-209/Rua C-190
- Passará a ter sentido único

Sentido Sul/Norte: a partir do cruzamento com a Avenida C-171 até a Praça Santos
Sentido Leste/Oeste: permanecerá o mesmo sentido da Praça Santos até a Avenida C-107.

- Implantação de cruzamentos semaforizados:
1. Rua C-149 x Avenida C-171
2. Rua C-149 x Rua C-137
3. Rua C-149 x Rua C-133
4. Rua C-209 x Rua C-214
5. Rua C-209 x Avenida C-206
6. Rua C-190 x Avenida C-205
7. Rua C-190 x Avenida C-1
8. Rua C-190 x Avenida C-107

Avenida C-107:
Terá o sentido modificado para duplo no trecho entre a Rua C-190 e a Rua C-120 para acesso à ponte da Avenida Alpes de quem trafega no sentido Leste/Oeste

Ciclofaixas

    • Criação de ciclofaixa interligando a ciclovia da Avenida T-63 à ciclovia da Avenida Alpes.

    • Ciclofaixa bilateral será na Rua C-149, saindo da Avenida T-63, do lado esquerdo da via, até a Rua C-214.

    • A partir da Rua C-214, seguirá pela rua C-121 e Rua C-120 até a Avenida dos Alpes.

Fotos: Secom

Conheça o portal FOCO NACIONAL: foconacional.com.br

Pai e relator, Roma comemora aprovação do Auxílio Brasil na Câmara



"A Câmara Federal promoveu um grande avanço à sociedade brasileira ao tornar permanente o Auxílio Brasil e garantir o mínimo de R$ 400 às famílias que mais precisam. Agora só falta o Senado", afirmou o pré-candidato a governador da Bahia, ex-ministro da Cidadania e deputado federal, João Roma, em entrevista ao Jornal da Manhã da Jovem Pan News, na manhã desta quinta-feira (28).

Relator da MP do Auxílio Brasil, aprovada pela Câmara Federal ontem por 418 votos a sete, Roma explicou que os recursos destinados ao novo programa social de transferência de renda do governo federal não causam impacto nas contas públicas.

"A PEC dos precatórios possibilitou a viabilidade desse benefício social para os brasileiros mais vulneráveis", disse o parlamentar, destacando que o Auxílio Brasil, além de proteção, promove o cidadão a superar a condição de pobreza e aprimorou o antigo Bolsa Família.

Considerado o pai do Auxílio Brasil, junto com o presidente Bolsonaro, João Roma informou que, por causa dos avanços do novo programa com relação ao Bolsa Família, está havendo a necessidade de substituição dos cartões antigos.

"Os novos cartões do Auxílio Brasil são dotados de chips com mais tecnologias, a exemplo de georreferenciamento e reconhecimento facial, para evitar fraudes e vai permitir também que o beneficiário tenha acesso a outras operações", explicou o pré-candidato a governador da Bahia, estado com o maior número de beneficiários do programa social.

Segundo Roma, são mais de duas milhões de famílias cadastradas no Auxílio Brasil na Bahia. "Quando trabalhei na criação do novo programa social de transferência de renda, lembrava muito da situação da Bahia e isso me inspirou a desenvolver um mecanismo não só de proteção social, mas também de promoção e de emancipação do cidadão".

O ex-ministro da Cidadania citou o exemplo do beneficiário que consegue um emprego com carteira assinada e continuará recebendo o Auxílio Brasil e mais R$ 200 por dois anos. "No Bolsa Família, não tinha isso. O benefício não era permitido para quem se empregasse com carteira assinada. Isso mudou com o Auxílio Brasil".

Pablo Marçal, pré-candidato à Presidência da República pelo PROS e o ex-senador de Brasília Gim Argello, também pré-candidato ao Senado pelo PROS no DF. Juntos amanhã na Arena Barueri com a expectativa de 30 mil pessoas presentes


Texto escrito pelo jornalista Walter Brito

Política, como diziam os saudosos mineiros Tancredo Neves e Magalhães Pinto, "é como nuvem. Você olha para cima e está de um jeito. Olha novamente e está completamente diferente". Nas eleições em que os goianos elegeram pela primeira vez Marconi Perillo governador aos 33 anos foi assim. E quando nós brasileiros elegemos Fernando Collor, também. O Caçador de Marajás só era conhecido em Alagoas, como disse o próprio Mário Covas ao jovem governador de Alagoas aos 39 anos, quando esteve no Palácio dos Bandeirantes ao lado de Renan Calheiros, Cláudio Humberto e Cleto Falcão, no afã de ser vice do todo-poderoso governador de São Paulo, que disse não, e ilustrou: "Você ainda é menino na política e seu Estado é inexpressivo". 

O palco que poderá mudar a história política do Brasil: Arena de Barueri!


De forma ⁶professoral e educada, o alagoano Fernando Collor despediu-se do inquilino do Palácio dos Bandeirantes, e no dizer popular e das pesquisas: "Covas está eleito para o Palácio do Planalto". Collor disse: "Desejo-lhe felicidades, Mário Covas, mas esteja certo que o enfrentarei nas urnas". 


O empresário da cidade de Lorena João Bosco, pré-candidato a deputado estadual ( PROS/SP) e o Jornalista Walter Brito ( PROS/SP), pré -candidato a deputado federal pelo Estado de São Paulo. Ambos estarão ao lado do Pablo Marçal, na Arena de Barueri


Maktub, estava escrito que o alagoano seria eleito pela maioria dos brasileiros. Entrevistamos o experiente ex-senador Gim Argello, sobre o lançamento no dia do trabalhador, 1/4/2022, da pré-candidatura à Presidência da República do jovem empresário e maior coach da América Latina, Pablo Marçal. 

Lembrando ainda que Gim Argello é considerado por diversos analistas políticos e institutos de pesquisas o melhor senador da história de Brasília. O ex-parlamentar e experiente homem da vida pública e empresário ligado ao investimento imobiliário, é pré-candidato a senador por Brasília pelo Partido da Ordem Social, o PROS, mesmo partido de Pablo Marçal. 


Gim Argello volta ao cenário político nacional no domingo - primeiro de maio na Arena Barueri!


Ele argumentou: "Eu conheci o Pablo Marçal há pouco tempo, mas como sou um empresário e político brasileiro, preocupado com o bem-estar de nosso povo, fui conhecer com profundidade e responsabilidade a vida deste jovem que pretende ajudar o nosso país. Trata-se de um homem do bem, evangélico de muita fé e conhecimento profundo da Bíblia Sagrada, pai de família exemplar. Embora jovem, foi executivo de sucesso da destacada Brasil Telecom, tornou-se empresário de sucesso ainda muito jovem. A maioria de seus investimentos está em nosso país, embora tenha respeitáveis investimentos também no Continente Africano. Pablo tem o dom de ensinar o melhor caminho para a nossa juventude a ter como alternativa na vida o empreendedorismo de ponta, de forma altamente técnica e profissional. Este tem sido o seu carro-chefe em quase uma década, quando capacitou por meio de seus livros e técnicas modernas desenvolvidas por ele, milhares de jovens pelo Brasil e o mundo, que o conhecem também por meio de suas palestras, com público de 5 mil a 20 mil pessoas presentes. Acredito firmemente que depois da pandemia de dois anos que abalou o planeta Terra, obviamente o nosso povo precisa de oportunidades, Pablo Marçal é um nome importante a ser avaliado pelos brasileiros e brasileiras de todos os cantos, e estarei ao seu lado na Arena de Barueri em São Paulo amanhã, domingo, a partir das 14 horas.


Pablo Marçal faz o seu lançamento de pré-candidatura, semelhante ao lançamento da pré-candidatura de Barack Obama rumo à Casa Branca


Vamos acreditar em nossa juventude, Brasil!", concluiu Gim Argello. Acreditamos que o primeiro de maio será um dia abençoado para a democracia brasileira!

A doutora Nise Yamaguchi          mexe forte com a disputa ao Senado em São Paulo
A doutora Nise Yamaguchi mexe forte com a disputa ao Senado em São Paulo - Foto: Instagram Reprodução

Texto escrito pelo Jornalista Walter Brito

O Partido Republicano da Ordem Social mudou a direção no dia 8 de março, quando assumiu sua presidência nacional o policial civil aposentado Marcus Holanda, que vem dando uma roupagem moderna ao partido e de forma muito discreta, mas ao mesmo tempo inteligente, organizada, e sua ordem é agilidade e eficiência.

O presidente do PROS/SP,          o Roberto Parillo e o presidente nacional do PROS, o Marcus          Holanda
O presidente do PROS/SP, o Roberto Parillo e o presidente nacional do PROS, o Marcus Holanda - Foto: Acervo Hora do Brasil


O PROS do Estado de São Paulo, o mais importante e rico Estado da federação, é um exemplo disso. O presidente Roberto Parillo assumiu efetivamente a presidência da legenda há poucos meses e em tempo recorde, o competente administrador conseguiu fechar toda a chapa que disputará o pleito de 2022. Vale lembrar que a história de Roberto Parillo vem de longe, cuja experiência na iniciativa privada, na vida pública e na política, o credenciam a assumir a importante missão, já tendo passado por diversos cargos exercidos com maestria tanto no interior do Estado como na cidade de São Paulo. Parillo mostra que está somando com o presidente nacional Marcus Holanda, de forma organizada, séria, objetiva e sem firulas, o que é comum em muita gente da política em São Paulo e no plano nacional, no afã de querer mostrar trabalho.

Na foto, da esquerda para a direita: O Secretário Geral PROS SP - José Willame ; Secretária Estadual da Mulher PROS SP Patrícia Lima (filha do Dr. Enéas) ; Secretário de Comunicação PROS SP João Sparano ; Pedro - economista ; Semíramis Gomes - Coordenadora Política PROS SP ; Dra. Nise Yamaguchi ; Cristina Massis ; Presidente PROS SP Roberto Parillo ; 1⁰ Vice Presidente PROS SP Edimarcos, Prof. Dr. Alexandre Costa gestor do marketing PROS SP


Com uma equipe enxuta, unida e competente, tendo como secretário-geral o também homem experiente da política paulista e nacional, José Willame, os dois percorreram todas as regiões de São Paulo, onde armaram chapa competitiva para o dia 2 de outubro, e no final Parillo surpeendeu ao filiar como pré-candidata, uma das mais importantes referências da medicina em nosso país, a doutora Nise Yamaguchi, que é pré-candidata ao Senado da República.


Presidente do PROS no Estado de São Paulo Roberto Parillo e a pré- candidata ao Senado, a doutora Nise Yamaguchi - Foto: Acervo

Trata-se de uma médica de descendência japonesa, 62 anos, nascida em Maringá, no Estado do Paraná. Ela graduou-se em medicina na Universidade de São Paulo em 1982, e completou a residência em clínica médica em imunologia e alergias no Hospital das Clínicas, da Faculdade de Medicina na Universidade de São Paulo (HCFMUSP) em 1988. pesquisadora-docente, professora universitária brasileira, com doutorado em Oncologia pela Universidade de São Paulo. Vale ressaltar que a doutora Nise Yamaguchi realizou cursos de especialização na Alemanha, Suiça e nos Estados Unidos da América. Na terra do Tio San e na cidade de Nova York, a médica participou de treinamentos com cientistas do Memorial Sloan Kettering Cancer Center, onde estudou aspectos da imunologia de tumores, que resultaram na tese de mestrado defendida na disciplina de Imunologia do HCFUSP, em 1993.

A pré-candidata ao Senado da República pelo Pros tornou-se conhecida nacionalmente, quando foi cotada para suceder o ministro Luiz Henrique Mandetta no Ministério da Saúde. Antes de partir para uma viagem no Estado do Amazonas, ela disse a este escriba da política nacional que está muito feliz em pertencer à família PROS e animada com sua pré-candidatura ao Senado, e que brevemente falará com maiores detalhes sobre seu projeto político.



Na foto, o vice -Presidente Nacional do PROS Amauri Pinho, a Secretária Nacional da Mulher  Sandra Caparrosa, e o Presidente do PROS no Estado de São Paulo Roberto Parillo


Sabemos que pesquisas indicam que a mulher será a protagonista da eleição que se aproxima, pois foi a mulher quem equilibrou psicologicamente os 663 mil lares das irmãs e irmãos que perdemos para a pandemia da Covid 19. Foram também as mulheres que ajudaram seus esposos a colocar comida na mesa de seus lares, muitas vezes com 5, 8 ou até 10 filhos, quando os esposos perderam seus empregos, diminuíram seus ganhos ou suas empresas faliram nos dois longos anos da alta pandemia.



Na foto, o Presidente do PROS no Estado de São Paulo Roberto Parillo, a Secretária Nacional da Mulher Sandra Caparrosa, e o Secretário Nacional do PROS Edmilson Boa Morte


Parabenizamos o presidente do PROS no Estado de São Paulo, o Roberto Parillo, pela sua competência em fechar toda a chapa com candidatos competitivos e ainda conseguir filiar a dra Nise Yamaguchi que certamente qualificará o debate da saúde pública em São Paulo e no plano nacional!

Para comemorar a data, Centro Universitário nota máxima no MEC promove ações especiais de aniversário em suas redes sociais e campi. Conheça mais sobre a trajetória que consagrou a Instituição como referência em inovação e formação de cidadãos conscientes para o mundo


Neste dia 13 de abril, o Centro Universitário IESB completa 24 anos. Uma trajetória que o tornou referência no cenário educacional do país por meio do empreendedorismo e inovação, vertentes que sempre fizeram parte de seu DNA. Para celebrar a data, uma série de ações especiais serão realizadas, como lançamento de um programa especial de podcast, concurso de fotografia e quiz interativo sobre momentos importantes que a instituição vivenciou ao longo dos anos.

Conheça mais sobre a trajetória que consagrou o IESB como referência em tecnologia, empregabilidade e formação de cidadãos conscientes para o mundo.

Uma trajetória para comemorar

"Você não sabe o quanto eu caminhei... pra chegar até aqui". A música da banda Cidade Negra é sempre lembrada pela fundadora como o hino do IESB. De fato, assim como na canção, foram milhas e milhas percorridas.

O IESB nasceu de um sonho, mas desde o seu planejamento, a professora Eda já estava à frente do seu tempo. O seu extenso currículo voltado à educação, que inclui Mestrado e Doutorado na Universidade Penn State, nos Estados Unidos; Pós-Doutorado no Instituto Max-Planck de Berlim; 18 anos no Ministério da Educação (MEC), sendo 16 anos na CAPES (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior) e mais dois no CNPQ, trabalhando com inovações nas universidades públicas brasileiras, fez com que a professora Eda entendesse que a criatividade nas aulas é o ingrediente mais importante para a formação dos estudantes. "Foi um desafio construir o IESB, mas eu tinha um grande poder nas mãos: o conhecimento. Então, pensei: se eu conseguisse aplicar todas as inovações que eu presenciei ao redor do mundo inteiro e professores que acreditassem nessa nova instituição, determinados a realizar um trabalho inovador, nós teríamos sucesso. Foi uma experiência extremamente rica, naquele momento da minha vida. Mas acreditei. Batalhei e conseguimos, juntos, criar uma faculdade, que hoje tem cerca de 20 mil alunos e três campi: o campus Edson Machado, localizado Asa Sul; o campus Giovanina Rímoli, na Asa Norte; e o campus Liliane Barbosa, em Ceilândia", destaca a professora.

Eda lembra que o IESB começou a funcionar em 13 de abril de 1998 com apenas dois cursos – Administração e Ciência da Educação – e 320 alunos, em um prédio alugado na quadra 902 da Asa Sul. "Era bem pequeno, mas rapidinho começamos a inovar. Teoria e prática juntas já era o nosso slogan. Os vestibulares eram temáticos (meio ambiente, desenvolvimento, científico, tecnológico e muitos outros temas) com perguntas baseadas em jornais e revistas, além de entrevistas e análise do histórico escolar do ensino médio. Nossa instituição surgiu porque muitas pessoas da comunidade nos ajudaram e entenderam que o trabalho era sério", conta a professora.

Logo veio o reconhecimento. Atualmente, o IESB oferece cerca de 80 cursos de graduação e 100 de pós-graduação entre presencial, híbrido e ensino a distância (EAD), além de dois cursos de Mestrado Profissional: Direitos Sociais e Processos Reivindicatórios e Gestão Estratégica de OrganizaçõesTodos os cursos com modelos pedagógicos disruptivos, docentes mestres e doutores altamente qualificados, disciplinas integradas com foco no mercado de trabalho e laboratórios de ponta, com muitas atividades "mão na massa" e projetos integradores que possam atender as demandas reais das empresas.

Sua moderna infraestrutura, parcerias com instituições internacionais, cursos alinhados às necessidades do mercado de trabalho, tecnologia e inovação reconhecida internacionalmente, são alguns dos destaques que fazem do IESB um dos 10 melhores Centros Universitários do país. "Tenho que agradecer todos os professores e alunos que fazem parte da trajetória do IESB. Sei ainda que não caminhei esses 24 anos sozinha. Isso não seria possível. Mas foi o meu grande desafio e, às vezes, nem mesmo eu entendo como conseguimos construir cerca de 150 mil m². E o mais importante de tudo: sei que foram meus filhos, Edson Filho e Liliane Barbosa, que me deram forças para eu nunca desistir", compartilha a professora Eda.

Empregabilidade e tendências do mercado

Referência em aliar teoria e prática, o IESB celebra 24 anos acompanhando o ritmo das mudanças. Com alto índice de empregabilidade, a instituição está ainda mais preparada para formar profissionais engajados, prontos para colaborar com o momento de retomada da economia e capacitados com as novas práticas do mercado em um mundo ainda mais digital.

As opções de carreiras oferecidas pelo Centro Universitário estão alinhadas às demandas do Fórum Econômico Mundial, que prevê ainda uma série de profissões em potencial no futuro pós-pandêmico. Entre elas, estão as ligadas a dados, inteligência artificial, internet das coisas, automação, engenharia, computação em nuvem, e-commerce, produção de conteúdo e sustentabilidade. Em todas essas áreas, o IESB oferece cursos destaques com nota máxima no MEC.

Opções ainda de requalificação em curto prazo e capacitação de estudantes em habilidades essenciais, como pensamento crítico, resiliência, tolerância ao estresse, capacidade de persuasão, saber lidar com resoluções de problemas, autogestão e aprendizagem ativa.

Cursos híbridos e celeridade tecnológica

Para ter uma ideia do quanto a tecnologia é levada a sério, ao longo de sua história, o IESB foi a primeira instituição de ensino superior do Brasil a usar o Blackboard, em 2002, e foi quem traduziu o Blackboard para o português.

"Celebrar os 24 anos do IESB é celebrar a inovação na educação, o ensino baseado no aprendizado do estudante e a busca constante pela excelência. Um exemplo disso foi como a Instituição enfrentou a pandemia. Quando o mundo inteiro viveu a situação em que milhões de estudantes ficaram fora da sala de aula, graças a tecnologia que o IESB tinha há cerca de 20 anos, quando poucas pessoas ainda falavam em educação a distância, o IESB já investia em um sistema de aprendizado learning management system, a blackboard, uma das melhores do mundo, inclusive fazendo tradução para o Brasil. E isso permitiu que o IESB, no momento da pandemia, migrasse rapidamente, em uma semana, todos os seus cursos para uma educação a distância feita com todos os princípios de alta tecnologia, minimizando os impactos nos estudantes e permitindo uma interação de qualidade entre alunos e professores. Esse é apenas um exemplo do investimento do IESB em educação e tecnologia ao longo desses 24 anos", lembra o professor Luiz Cláudio Costa, reitor do IESB.

Inovação também nos cursos híbridos. Tendência na educação superior pós-pandemia, essa modalidade de ensino já é realidade no IESB desde 2017 e vai muito além de transmitir aulas on-line. "Os cursos híbridos são aqueles nos quais mesclamos partes dos estudos a distância com práticas presenciais. Ou seja, os ambientes virtuais e físicos são complementares e integrados. É um formato inovador que possibilita mais flexibilidade e uma ótima rotina de estudos por parte dos alunos", explica o professor Juliano Barbosa, coordenador do EAD do IESB. Entre os benefícios, além de maior flexibilidade nos horários de estudo, o ensino híbrido contribui para o protagonismo do aluno, fazendo com que ele desenvolva melhor o seu senso crítico e autonomia, explorando ainda diferentes metodologias ativas e aproximação com a tecnologia, usada para potencializar sua aprendizagem.

Atualmente, a instituição possui 10 cursos de graduação nesta modalidade: Biomedicina; Design Gráfico; Design de Interiores; Educação Física; Serviço Social; Publicidade e Propaganda; Engenharia Civil; Engenharia Elétrica e Farmácia e Nutrição.

"Vamos continuar avançando. E agora, mais do que nunca, além das habilidades técnicas, nossa missão é preparar alunos ainda mais capacitados com as soft skills, que são as habilidades comportamentais ligadas a relacionamento interpessoal, comunicação e liderança, atitude, criatividade, empatia, resolução de conflitos e trabalho em equipe. Ou seja, o IESB forma profissionais para ir muito além da inserção no mercado de trabalho. Formamos cidadãos que transformem o mundo. Tudo isso, em uma formação continuada que vai desde o Colégio IESB, passando pela graduação e pós-graduação, inclusive com opções de mestrados", destaca a pró-reitora, Regina Tombini.

Fortalecimento de pesquisas

O IESB comemora 24 anos ainda mais engajado em pesquisas e em formar cidadãos transformadores por meio da educação. A preocupação com o desenvolvimento da comunidade local, que sempre foi um dos pilares da instituição, ganhou um novo impulso com a renovação do acordo com a UNESCO, que desde 2008 vem apoiando os projetos sociais do IESB, com a criação da Cátedra sobre Desafios Sociais Emergentes. "A Cátedra UNESCO foi aprovada em 2008 e, em 2009, recebemos a visita de dois repórteres da Bloomberg Business Week, que publicaram um artigo sobre o Brasil e incluíram o nosso trabalho, em que procuramos impactar nossos alunos com os princípios e valores que norteiam a vida do IESB. Outras revistas e jornais internacionais, como a Time Magazine, Forbes e The Guardian passaram a publicar e destacar a missão do IESB e o nosso slogan de que teoria e prática devem caminhar juntas. O último prêmio recebido pelo IESB foi em São Paulo, em 2019. Entre 63 Universidades que concorreram, o IESB ficou em 3° lugar, o que muito nos honrou", revela a fundadora.

Inovação também em solidariedade

Além dos diversos projetos sociais promovidos pelo IESB em Ação, a instituição está colocando em prática iniciativas ainda mais inovadoras, como o e-Nable IESB, no qual alunos de diferentes áreas estão transformando sonhos em realidade de crianças e adultos com deficiência em membros superiores. Com a iniciativa, eles imprimem, montam e entregam, gratuitamente, próteses de mãos feitas em impressoras 3D. Os dispositivos são criados no laboratório da instituição com supervisão dos professores.

Quer saber mais? Acompanhe as redes sociais do IESB e visite o site www.iesb.br



O novo presidente do Sindicato do Comércio Varejista (Sindivarejista), Sebastião Abritta, foi empossado na última sexta-feira (1º) em solenidade que contou com a presença do vice-governador do Distrito Federal, Paco Britto e do presidente da Fecomércio-DF, José Aparecido Costa Freire



Em seu pronunciamento, Abritta prometeu defender as reivindicações e fortalecer o varejo que "é um dos maiores geradores de empregos no Brasil e a principal porta de entrada para empreendimentos. Vamos buscar linhas de crédito com taxas justas para o setor e incentivar a participação de jovens empresários e empreendedores a se associarem ao Sindivarejista, buscando novas ideias e modernidade".

Fotos: Facebook.

Acrescentou que "vamos dar total importância ao varejo e trabalhar para trazer outras empresas para o Distrito Federal. Essas ações vão gerar renda e empregos, além de impulsionar o comércio em geral".

O novo presidente disse, ainda, que "trabalharemos para reduzir os efeitos da pandemia que determinou o fechamento de empresas e motivou o desemprego."

Em seu discurso, o vice-governador Pacco Brito enalteceu o papel das mais de 30 mil empresas do varejo do DF. "Elas atuam de maneira competente e contam com o apoio do governador Ibaneis Rocha e do Governo do Distrito Federal. O GDF é parceiro do comércio varejista e reconhece a sua importância", afirmou.

O presidente da Federação do Comércio, José Aparecido, cumprimentou o ex-presidente Edson de Castro, e o presidente eleito, Sebastião Abritta. "Edson exerceu o mandato com uma liderança nata e muita competência. Desejo sucesso a Abritta".

O ex-presidente Edson de Castro, em seu discurso, agradeceu o empenho de sua diretoria para que as metas fossem atingidas. "O Sindivarejista cresceu muito nos últimos anos e isso se deve também ao papel das mulheres que ocuparam cargos na diretoria. Desejo sucesso ao Abritta", finalizou.


Em menos de 30 dias, catadores tem demanda de 20 anos atendida

Fotos: Rogério Lopes.

Na última quarta-feira (30), o deputado Delmasso (Republicanos) participou da cerimônia de assinatura de documento que atualiza o Código Brasileiro de Ocupações (CBO) e passa a incluir a atividade de agente de reciclagem de materiais, como sinônimo de catador de material reciclável. O evento aconteceu no Ministério do Trabalho e Previdência, e o documento foi assinado pelo ministro Onyx Lorenzoni, que juntamente com a sua equipe, vinha trabalhando para conceder a aposentadoria especial para os catadores, pleito do deputado Delmasso.

Com essa reclassificação e seguindo os passos indicados na cartilha que o Ministério do Trabalho lançou no mesmo ato, os catadores poderão ter acesso à aposentadoria especial. Essa é uma luta de mais de 20 anos dos catadores. Ao procurarem a ajuda do deputado Delmasso em seu gabinete, prontamente, o deputado os atendeu e marcou uma reunião com o ministro Onyx Lorenzoni. No dia 3 de março, o deputado Delmasso e representantes de cooperativas reuniram-se com o ministro e entregaram um ofício solicitando a inclusão de catadores de material reciclável no regime de aposentadoria especial.

Uma semana depois, a equipe do ministro recebeu o deputado Delmasso, e ao invés de apresentarem um projeto, como combinado anteriormente, encontraram uma solução no campo da interpretação da Lei. O decreto 3.048/2020, já assegura ao trabalhador que presta serviço de industrialização a aposentadoria especial e o catador cooperado pode ser enquadrado nesta modalidade.

A aposentadoria especial é devido àqueles trabalhadores que comprovem exposição a riscos biológicos na atividade de coleta e industrialização do lixo. Agora, os catadores, cumprindo os requisitos legais contidos na cartilha que o ministério elaborou, poderão alcançar a aposentadoria especial e ficar protegidos pela Previdência Social.

CLIQUE AQUI E VEJA MINHA CASA, MINHA VIDA VALPARAISO

Tecnologia do Blogger.