Cláudinho Oliveira, fundador do Grupo Soweto liderou a comunidade negra, a favor da cassação do vereador Camilo Cristófaro ( Avante)



Texto escrito pelo jornalista Walter Brito

Hoje, 25 de maio, a União Africana comemora o Dia da África em todo o Planeta Terra. Nesta oportunidade parabenizamos o excelentíssimo decano do Corpo Diplomático Africano, o senhor Martin Agbor Beng, embaixador da República do Cameroum, bem como todos os seus pares. Vale ressaltar que existem 34 embaixadas africanas acreditadas no Brasil com sede em Brasília-DF. Ressaltamos que a relação do Brasil com a Mãe África é histórica e umbilical, pois possuem diversos aspectos do passado colonial, bem como atributos muito fortes na área cultural, na religiosidade e nos costumes herdados do período da escravidão.


Da esquerda para a direita: Diego, Gustavo, Anderson Jhon, Valéria Lariuty, Evaldo, Lidia, Claudinho de Oliveira e este escriba da política nacional, jornalista Walter Brito


Neste sentido o Brasil tem um dívida histórica com a afro descendência de nosso país que precisa ser reparada. O racismo latente ainda impede muitos avanços, pois nós negros contribuímos de forma efetiva com a formação do povo brasileiro e a construção desta nação, mas não participamos de sua administração, somos excluídos de todos os postos de poder e da política partidária.


O vereador Camilo Cristófaro (AVANTE - FOTO) disse: ' Não lavaram a calçada, é coisa de preto'


O caso de racismo ocorrido em plena Câmara Municipal de São Paulo, por meio da fala racista do vereador Camilo Cristófaro, é um exemplo clássico e corriqueiro que ocorre diariamente nos quatro cantos de nosso país e precisa ser combatido.

O caso do vereador do Avante de São Paulo se deu no dia 3 de maio, em sessão da Comissão Parlamentar de Inquérito na (CPI) dos aplicativos. Ele afirmou: 'Não lavaram a calçada, é coisa de preto'. O áudio vazou e o vereador se complicou. Ontem, dia 24 de maio, às vésperas do Dia da África, o sambista e compositor Claudinho Oliveira, criador do Grupo Soweto, conseguiu unir parte significativa da militância negra que deu plantão, desde às 6 da manhã até às 19 horas, com carro de som e de forma organizada e pacífica de frente à Câmara Municipal de São Paulo, quando mais de mil manifestantes se revezaram e passaram de frente ao Parlamento Municipal de São Paulo para marcar posição contra o racismo e exigir a aplicação da Lei CAÓ, Lei número 7716, de 5 de janeiro de 1989, cuja consequência poderá ser a prisão de um a 3 anos e a perda do mandato parlamentar.

Na foto, a vereadora Elaine Mineiro à frente (PSOL) e seus pares do Quilombo Periférico. A parlamentar é autora do relatório que sugere a cassação do vereador Camilo Cristófaro do AVANTE / Crédito da imagem: Folhapress


Os aliados do líder Claudinho, que é pré-candidato a deputado estadual pelo PDT, fizeram pressão sistemática com discursos vibrantes e bem colocados, sempre na defesa da igualdade de tratamento e oportunidades para todos, independentemente da cor da pele, com intervenções sistemáticas e bem elaboradas. Obviamente que se fará justiça por meio dos 51 vereadores que votaram contra a atitude do vereador Camilo Cristófaro (Avante). Ressaltamos que o relatório elaborado pela competente vereadora negra Elaine do Quilombo Periférico (PSOL) sugerindo a cassação do vereador acusado de racista foi amplamente debatido diante das galerias superlotadas que aplaudiam os oradores na tribuna.

Este jornalista Walter Brito e o vereador Eduardo Suplicy. O ex-senador mostra o livro de minha autoria: ' Vidas Negras Importam - Memórias de uma Família Negra Brasileira. Em minhas mãos, o livro de Suplicy que destaca a renda mínima


Agora o vereador acusado será convocado para apresentar a sua defesa em cinco dias úteis e arrolar até dez testemunhas. A pena pode ir de simples advertência verbal até a cassação do mandato do vereador, mas pela pressão que os vereadores estão sofrendo da comunidade negra de todo o Estado de São Paulo, sob a coordenação do compositor e sambista Claudinho Oliveira, o vereador Camilo Cristófaro será cassado até o mês de agosto e às vésperas de uma disputada eleição presidencial, que parecia embolada entre Lula e Bolsonaro e agora foi lançado no dia 18 de maio em Brasília, o jovem de apenas 35 anos, o bilionário Pablo Marçal pelo PROS e, ao que tudo indica e de acordo com importantes cientistas políticos de todo o Brasil, o empresário goiano, mas com a sede de sua Holding com 27 empresas em Alphaville em São Paulo, poderá passar Ciro Gomes nos próximos 20 dias por meio de seus argumentos certeiros e contundentes, pois fala em criar 10 milhões de empresas e destravar o Brasil. Neste caso, o goiano terá uma negra como vice e será recebido por Obama e Kamala Harris, nos EUA. Marçal tem tudo para embolar o jogo sucessório!

O presidenciável do PROS, Pablo Marçal e Fátima Pérola Neggra, uma das cotadas para disputar a vice-presidência da República, ao lado do empresário Marçal


Voltando ao caso Cristófaro, o plenário da Câmara autorizou por unanimidade e com 51 vereadores a abertura de um processo disciplinar na Corregedoria contra o vereador Camilo Cristófaro pelo uso de sua já referida fala racista. Vejam os comentários de seus pares:
"O Parlamento Municipal da cidade de São Paulo está dizendo não ao racismo", afirmou o presidente da Casa Nilton Leite. Já a vereadora Elaine Mineiro (PSOL) e relatora disse: "O resultado do relatório que indica a cassação do mandato do vereador é um divisor de águas na Câmara". 

O vereador e ex-senador Eduardo Suplicy, que falou para este escriba da política nacional, sobre sua forte relação com o Continente Africano e seu encontro com os saudosos líderes africanos Nelson Mandela e Desmond Tutu, aproveitou a reportagem para parabenizar os 34 embaixadores africanos no Brasil pelo Dia da África. Referente ao caso em pauta, Suplicy afirmou:
"Sou pela admissibilidade da culpa do vereador Camilo Cristófaro e votarei para sua cassação. Todos somos iguais independentemente da cor da pele e ninguém pode cometer crime de racismo e ficar impune, principalmente um parlamentar da Câmara de Vereadores de São Paulo. Nós temos que dar exemplo", concluiu o ex-senador Suplicy (PT/SP), enquanto autografava para este repórter o livro de sua autoria, que em um amplo capítulo fala sobre a renda mínima para todo cidadão e cidadã brasileira. Que a justiça seja feita no maior Parlamento Municipal da América Latina.

A alagoana Maria José da Silva Dias e a filha Fátima Pérola Neggra


Artigo escrito pelo jornalista Walter Brito

Embora há quatro décadas morando em São Paulo, a afrodescendente e cabo da gloriosa Polícia Militar de São Paulo, cotada para vice do presidenciável do PROS Pablo Marçal, é filha da alagoana de Água Branca Maria José da Silva Dias, e seu avô paterno, pai de seu genitor Júlio Sousa Santos, nasceu no Pelourinho em Salvador no dia da Bahia, o 2 de Julho, portanto, tão baiano como Rui Barbosa, Jorge Amado, ACM e Gabriela. Fátima, que almeja morar no Palácio Jaburu em Brasília, como diria o escritor Lair Ribeiro, preparou-se para a hora certa, pois é formada em Gestão de Negócios (FATEC MAUÁ) e pós graduação em Políticas de Prevenção à Violência, Direitos Humanos e Segurança Pública. Não é especialista em inglês, mas não passa aperto quando faz suas viagens para o exterior e se vira com o básico. Cabo da gloriosa Polícia Militar, ela tem a vantagem de poder se filiar às vésperas do pleito eleitoral.

Três gerações e mais semelhanças: Dona Maria Silva, a neta mais velha Paloma Santos de Souza Chiarella Xavier, 35 anos (idade do Pablo) e Fátima Pérola Neggra


Foi assim quando disputou a eleição de vice-governadora em São Paulo, quando sua chapa obteve 750 mil votos, ocupando o quinto lugar entre as doze chapas que concorreram em 2018, ocasião em que João Doria venceu o pleito.

Fátima Pérola Neggra entre este jornalista Walter Brito (PROS/SP), sou pré-candidato a deputado federal pelo Estado de São Paulo e Jorge Coutinho, 87 anos e pré-candidato a deputado federal pelo PROS no Rio de Janeiro


Segundo diversos cientistas políticos, a mulher negra é a protagonista da pandemia e da eleição cujo primeiro turno será disputado no dia 2 de outubro, pois 70% dos 666 mil brasileiros que perderam a vida são afrodescendentes. Logo, a mulher negra foi a psicóloga da maioria das famílias que perderam a vida para a Covid-19, pois o homem no momento da perda de um ente querido não tem a mesma força da mulher.


Que o destino abençoe e sele compromisso com a dupla Pablo e Fátima a favor do Brasil, Maktub!


Esta mesma mulher negra, que na maioria das vezes é esposa de um trabalhador braçal na cidade ou na zona rural, de um pequeno comerciante, ou um taxista; quando seus esposos diminuíram seus ganhos na pandemia, perderam seus empregos, ou seus negócios faliram, foram elas: faxineiras, empregadas domésticas, cozinheiras, cabeleireiras, enfermeiras, entre outras que ajudaram a colocar comida na mesa de seus lares e, muitas vezes, sozinhas. Por isso entendemos que Pablo Marçal está no rumo certo ao responder este escriba da política nacional na entrevista coletiva do último 14 de março, de que está em busca de uma mulher negra para ser sua vice, com mais ou menos 53 anos, divorciada e de preferência nordestina. Fátima tem 54 anos, é divorciada, filha de nordestinos e boa de votos. Maktub!

Com objetivo de fortalecer os sindicatos por meio da comunicação nas redes sociais, representantes de sindicatos da base da Fecomércio-DF participaram de um workshop com especialistas nesta quinta-feira (19). O encontro realizado no auditório da Federação reuniu cerca de 30 colaboradores sindicais. As palestras ficaram por conta do professor do Senac, Marcos Fernandes, do responsável pelas redes sociais da Fecomércio-DF, Luiz Eduardo Passeado, e da coordenadora do Núcleo de Atendimento Sindical, Michele Marques


Foto: Sinval Souza.

Os palestrantes mostraram como o uso da tecnologia pode aumentar a rede de relacionamento e, consequentemente, ampliar a base de empresas filiadas aos sindicatos. O professor do Senac abordou o potencial de influência das redes sociais e destacou que é necessário proatividade para se obter sucesso.

Da produção de posts até o uso de tags que dão engajamento ao conteúdo, Passeado mostrou como ocorre todo o processo na prática. Ele reforçou que a Federação disponibiliza peças e modelos que podem ser utilizados pelos sindicatos na confecção de suas publicações.

A coordenadora do Núcleo Sindical falou sobre o processo de modernização pelo qual a Federação passou no último ano, resultando na migração para um modelo online de cobrança de contribuição sindical. Segundo ela, isso trouxe mais agilidade e economia para a Federação, além de permitir o uso de email marketing e campanhas publicitárias dentro de uma mesma plataforma digital.

Ana Carolina Marçal, os quatro filhos e o esposo há 13 anos, Pablo Marçal, pré-candidato à presidência da República pelo PROS


Texto escrito pelo Jornalista Walter Brito

Ontem, 19/5, foi um dia abençoado quando eu e 36 colegas jornalistas de todo o país, por meio do aplicativo Zoom, entrevistamos o megaempresário Pablo Marçal, pré-candidato à Presidência da República. Entre as nove perguntas que fiz ao pré-candidato do Partido Republicano da Ordem Social - PROS, a clássica foi: Você terá mesmo uma mulher negra como vice-presidente? Pablo respondeu de forma tranquila e serena, "Sim Walter Brito, minha vice será uma mulher negra e divorciada, e estou em busca deste nome, os dirigentes de meu partido já receberam diversas sugestões e na hora certa vamos anunciar".


A advogada Francia Márquez poderá ser a primeira negra vice-presidente da Colombia Imagem: Fredy Builes/Getty Images

Neste sentido, a população afrodescendente em nosso país representa 59%, a padroeira do Brasil é Nossa senhora Aparecida; Carolina de Jesus, deixou como símbolo de seu legado o livro, 'Quarto de Despejo' entre outros; a saudosa ativista africana Wangari Mutta Matai, Prêmio Nobel da Paz, foi amiga do Brasil e deste escriba da política nacional; no dia 29 de maio, a Colômbia poderá eleger uma negra, a ativista e advogada Francia Márquez, que poderá tornar-se a primeira vice-presidente daquele importante país da América do Sul; Clementina de Jesus deixou um rico legado da música negra; a advogada Michelle Obama orgulhou a negritude do planeta Terra, como a primeira primeira-dama norte-americana do país mais poderoso do mundo; a primeira ministra negra da Suprema Corte dos EUA, a doutora Katanji Jacson, assumiu o seu merecido lugar recentemente; a vice-presidente dos Estados Unidos da América, Kamala Harris, teve papel fundamental ao ajudar a levar ao poder nos EUA o presidente Joe Biden.


A autora e intérprete de Deus Vos Salve a Casa Santa, Clementina de Jesus, deixou grande legado para a cultura brasileira.


Animado com o seu projeto rumo ao Palácio do Planalto, perguntamos como foi o seu encontro com o também megaempresário de Brasília Luiz Estevão Neto. De forma serena ele respondeu: "Foi um encontro muito produtivo e gostei muito de conhecer o Luiz Estevão, que entre outras empresas é também proprietário de uma das referências do jornalismo brasileiro, o Jornal Metrópoles. 


Na foto, a queniana Wangari Muta Mattai e este jornalista Walter Brito (PROS/SP), pré-candidato a deputado federal por São Paulo. Wangari foi a primeira mulher africana 
a receber o Prêmio Nobel da Paz em 2004


Nesta Seara estive também em outros veículos de rádio e televisão na capital criada por Juscelino Kubitschek de Oliveira".


Michelle Obama, ao lado do seu esposo Barack Obama, ao que tudo indica receberão nos EUA, o presidenciável do PROS, Pablo Marçal - Imagem: Getty Images


Questionamos o presidenciável do PROS sobre a notícia de que Janja, a esposa do Lula, será protagonista na campanha do petista Brasil afora, e perguntamos qual será o papel de sua esposa na campanha. O jovem de 35 anos e goiano de nascimento alfinetou: "O Lula está desgastado com a população brasileira e por isso está colocando na campanha a esposa com quem acabou de se casar. Tenho quatro filhos com minha esposa e está chegando mais um. Ela já é minha principal conselheira, sócia em minhas empresas, mas não penso em expô-la na campanha. Ela está me ajudando muito sem precisar de exposição efetiva", falou Marçal. Referente à pesquisa do Instituto Paraná, que o coloca à frente de Simone Tebet do MDB, possível escolhida da terceira via, Pablo Marçal deu a seguinte explicação:


A doutora Ketanji Jackson é a primeira ministra negra da Suprema Corte dos EUA

"À medida que eu for sendo conhecido como postulante ao Palácio do Planalto, eu vou passando na frente deles e breve passo o Ciro Gomes do PDT, pois estou fazendo contatos em alguns lugares estratégicos de nosso país. A partir da convenção vou rodar o Brasil de ponta a ponta, apresentando o meu plano de governo, o que já está dando certo".

Quanto ao percurso pelo exterior, ele confirmou que pretende se encontrar com Obama e sua esposa Michelle nos EUA, bem como ser recebido pela vice-presidente Kamala Harris e um senador norte-americano, um presidente africano e um político muito importante da Europa. Quando o assunto é a coordenação de sua campanha ele responde de pronto:

O empresário e executivo Nézio Monteiro, de São Paulo, é o coordenador-geral da campanha de Pablo Marçal

"Tenho grandes amigos na política como o ex-senador de Brasília Gim Argello, que tem nos ajudado muito, nos mostrando os caminhos da política e nos apresentado importantes nomes da política nacional, da mídia e do empresariado brasileiro, entre os quais os ex-presidentes do Brasil José Sarney e Michel Temer. O Gim é gente do bem e companheiro leal. O coordenador-geral de minha campanha é o Nézio Monteiro", afirmou o presidenciável.
Sobre o termo que ele sempre usa: "Até depois do fim", ele disse: "Eu me refiro até depois da morte, quando tivermos cumprido nossa missão aqui na Terra", concluiu Pablo Marçal, que não descartou a possibilidade de vencer a eleição ainda no primeiro turno.

O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, foi o convidado do Lide Brasília, grupo que reúne empresários e entidades classistas da cidade e é presidido pelo empresário Paulo Octávio. Com a palestra "Responsabilidade Social", Ibaneis apresentou aos mais de 150 presentes as ações sociais e estruturais feitas pela sua gestão nestes três primeiros anos de governo

Foto: Jorge Eduardo Antunes.
 
Na abertura do encontro, Paulo Octávio lembrou os danos sociais e econômicos sentidos pelo DF com a pandemia de Covid-19. "Passamos anos de dificuldades e caminhamos para um novo ordenamento social e econômico, que vai requerer atenção", disse. Para o presidente do Lide, os empresários precisam de uma parceria com o governo. "Temos 300 mil pessoas desempregadas e um desafio na educação e infraestrutura. E o papel de cada um de nós, empresários, é fazer com que isso aconteça. A geração de empregos é um desafio nosso", afirmou.
 
Ele também homenageou Jamal Jorge Bittar, reeleito para comandar a Federação das Indústrias do Distrito Federal (Fibra) por mais quatro anos, e José Aparecido da Costa Freire, que presidirá a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do DF (Fecomércio-DF) até 2026. Os dois foram reconduzidos ao cargo em chapa única nas instituições. Os dirigentes foram presenteados também com uma camisa do Flamengo, oferecida pelo governador Ibaneis Rocha e pelo presidente do BRB, Paulo Henrique Costa, e um kit de vitaminas entregues pela direção da Bio Mundo.
 
Na palestra, o governador Ibaneis Rocha destacou que a responsabilidade social deve estar à frente de tudo, lembrando o apoio dado pelo setor da construção civil nas obras de infraestrutura viária. "Fizemos muitas obras durante a pandemia", disse. Para isso, ao lado da preocupação com a área social, foi preciso trazer segurança jurídica aos empresários. "Reduzimos tributos e acabamos com empecilhos de governos anteriores, para que acreditem na cidade", afirmou. "Quem gera emprego é empresário, que tem de se sentir confortável e seguro para investir", completou.
 
Na avaliação da saúde, o governador disse que o combate à pandemia foi o foco principal, mas que foram feitos investimentos em sete Unidades de Pronto Atendimento (UPAs), nos hospitais de Ceilândia, Samambaia e Brazlândia e na inauguração de dez Unidades Básicas de Saúde (UBSs). "Contratamos, também, mais de 10 mil profissionais. Isso não fez com que a nossa saúde estivesse no patamar que deveria estar, mas isso foi um avanço" avaliou.
 
Na educação, segundo Ibaneis Rocha, foram 3 mil contratações de professores, além da convocação de 12,8 mil temporários, além de novas salas de aula. "Investimos em educação de qualidade, pois muitas pessoas tiraram seus filhos de escolas particulares e os levaram para a rede pública", disse. Ele lembrou ainda das contratações nas Polícias Civil e Militar, o que aumentou a segurança.
 
Por fim, o governador lembrou o investimento feito na questão da segurança alimentar. "Implantamos programas como o Prato Cheio, que dá R$ 250 por famílias que estão no Cadastro Único; o vale-gás, de R$ 100; a cesta verde; o DF Social e temos 14 restaurantes comunitários funcionando, com comida de mais qualidade a um preço bem compatível, o que fez com que o DF tivesse a maior rede de proteção alimentar do País", afirmou.

SOBRE O LIDE
Fundado em junho de 2003, o LIDE - Grupo de Líderes Empresariais é uma organização de caráter privado, que reúne empresários em nove países e quatro continentes. Atualmente tem 1.300 empresas filiadas (com as unidades nacionais e internacionais), que representam 49% do PIB privado brasileiro. O objetivo do Grupo é difundir e fortalecer os princípios éticos de governança corporativa no Brasil e no exterior, promover e incentivar as relações empresariais e sensibilizar o apoio privado para educação, sustentabilidade e programas comunitários. Para isso, são realizados inúmeros eventos ao longo do ano, promovendo a integração entre empresas, organizações, entidades privadas e representantes do poder público, por meio de debates, seminários e fóruns de negócios.a

A Justiça do Trabalho manteve a dispensa por justa causa de uma ex-empregada de uma empresa de telemarketing de Belo Horizonte, que pediu licença médica alegando depressão, mas postou em sua conta no Facebook uma série de fotos de eventos de que participou em São Paulo. A decisão é dos julgadores da Quarta Turma do TRT-MG, que, por unanimidade, mantiveram a decisão do juízo da 46ª Vara do Trabalho de Belo Horizonte



A trabalhadora, que exercia a função de representante de atendimento, alegou que recebeu o comunicado de dispensa por justa causa sem informação da empresa quanto à conduta que teria ensejado a punição. Conforme relatou, foi citada na carta apenas a alínea "b" do artigo 482 da CLT. Afirmou desconhecer o motivo que ensejou sua dispensa, ao argumento de estar de licença médica na ocasião. Acrescentou, ainda, possuir estabilidade provisória, por ser líder sindical. Por isso, ajuizou recurso pedindo a reforma da sentença quanto à manutenção da justa causa.

Mas a empregadora afirmou que a dispensa da reclamante foi motivada por incontinência de conduta e mau procedimento. Para a juíza convocada Maria Cristina Diniz Caixeta, documentos anexados aos autos pela empresa provam a falta grave imputada à ex-empregada.

Segundo a relatora, a representante de atendimento apresentou, de fato, atestados médicos, em decorrência de suposto estado depressivo. "Porém, no período correspondente de afastamento fundado nos atestados médicos, esteve presente em diversos eventos em São Paulo, estado diverso daquele em que ela reside, conforme fotos da página nas redes sociais da ex-empregada no Facebook. Aliás, ao revés do afirmado no apelo, as fotos não revelam estado abatido da trabalhadora", ressaltou a julgadora.

Para o voto condutor, houve violação à obrigação contratual, que fez desaparecer a fidúcia que sempre deve existir nas relações de trabalho, em decorrência de fato suficientemente grave a ensejar a ruptura do pacto laboral. "Nestes casos, não há que se cogitar medidas pedagógicas, nem tampouco importa o período anterior de prestação de serviço do empregado. A ocorrência de uma única falta dessa gravidade é bastante para ensejar a dispensa por justa causa, grave o suficiente para romper a fidúcia, essencial à manutenção do vínculo empregatício", concluiu a julgadora.

Na visão da juíza relatora, ficou plenamente configurada a prática de falta grave suficiente para justificar a dispensa por justa causa, nos termos do artigo 482, alínea "b", da CLT. Por isso, segundo a magistrada, não merecem prosperar também os pedidos de reintegração e indenização correspondente ao período de estabilidade provisória. "Isso porque hipotética estabilidade provisória em razão de representação sindical ou suspensão do contrato de trabalho não impedem a configuração da dispensa por justa causa". O processo já foi arquivado definitivamente.



--




Conheça o portal FOCO NACIONAL: foconacional.com.br


O presidenciável Pablo Marçal prometeu ao Brasil na Arena Barueri, que sua vice seria uma mulher negra e divorciada com 53 anos, sua idade invertida. O cabo da PM, Fátima Pérola Negra, na foto com o Marçal tem 53 anos é divorciada e obteve como candidata a vice-governadora de São Paulo em 2018, cerca de 750 mil votos. Ela esta na lista que Marçal escolherá sua vice, no dia da África 25/5/2022


Artigo escrito pelo jornalista Walter Brito

O anúncio feito pelo PROS da pré-candidatura de Pablo Marçal ao Palácio do Planalto, no dia 14/5 em São Paulo mexeu com o Brasil de ponta a ponta. O lançamento oficial será amanhã em Brasília, 18/5 às 18 horas na 601 Norte. Voltando ao evento de sábado, 14/5 diversos partidos e parlamentares perceberam Brasil afora que o jovem goiano e megaempresário Pablo Marçal tem tudo para crescer e ir para o segundo turno.


O ator da Globo Jorge Coutinho ao lado do presidenciável Pablo Marçal. Coutinho que fez palestra ontem, 16/5 para 3 mil pessoas no Clube Renascença no Rio, é pré-candidato a deputado federal pelo PROS aos 87 anos


Com apenas dois meses de ter feito sua única filiação em um partido político e 15 dias após ter dito diante de 30 mil pessoas na Arena Barueri que é sim pré-candidato à Presidência da República, o fazendeiro e investidor na área imobiliária que administra sua Holding com 27 empresas em um elegante edifício em Alphaville-SP; viu com os olhos bem abertos, o Instituto de Pesquisas Paraná publicar no último final de semana que ele já ultrapassou Simone Tebet do MDB.


Este repórter Walter Brito (PROS/SP), pré-candidato a deputado federal e a senadorável do PROS em São Paulo, a famosa médica Nise Yamaguchi


Correligionários da poderosa legenda do doutor Ulisses Guimarães já batem palmas para o homem que promete criar milhões de empresas em seu governo. O MDB que tem seus tentáculos fincados nos 5570 municípios de nosso país, sempre esteve ao lado do poder e nem o doutor Ulisses obteve boa votação para presidente do Brasil.


O empresário do Vale do Paraíba-SP João Bosco Lourenço (PROS/SP), pré-candidato a deputado estadual, a filha do saudoso deputado federal, o doutor Enéas, Patrícia Lima, e o advogado Amauri Pinho, vice-presidente nacional do PROS e pré-candidato a deputado federal em Brasília-DF



O jornalista Walter Brito (PROS/SP) e o presidente nacional do Partido Republicano da Ordem Social - PROS Marcus Holanda

Por isso, muitos emedebistas podem apoiar Pablo Marçal ainda no primeiro turno, o que poderá ser seguido por legendas medianas como o Podemos e outras menores. Lembrando ainda, que no evento que a cúpula do Pros unida : o presidente nacional Marcus Holanda, o vice -presidente nacional Amauri Pinho, o secretário-geral Edmilson Boa Morte, o presidente do PROS em São Paulo Roberto Parillo e seu vice, o ex-deputado Junqueira, além da presença da 'senadorável' e médica de excelência, a doutora Nise Yamaguchi.


A marqueteira Roseli Bastos disse o seguinte: "a Renata do Podemos tem habilidade para escolher uma mulher negra de sua legenda, para ser vice do Pablo Marçal"


Após o pronunciamento do Pablo Marçal, que antes fez questão de se fotografar ao lado do mais longevo candidato da eleição de 2022, o ator contratado da TV Globo Jorge Coutinho (PRO/RJ), que protagonizou o primeiro beijo inter-racial na TV brasileira em 1967. Coutinho é pré-candidato a deputado federal pelo Estado do Rio de Janeiro; eis que entra em cena, a afrodescendente e cabo da gloriosa Polícia Militar de São Paulo, a Fátima Pérola Negra, que ao recitar poesia de sua autoria conquistou a todas e todos.


Pablo Marçal e o ex-senador Gim Argello. Gim disse abaixo que em 18 dias Pablo será o terceiro rumo ao Palácio do Planalto!


Ela é uma das indicadas para ser vice-presidente de Pablo Marçal, que será recebido pelo ex-presidente Barack Obama antes da convenção de seu partido. Vale ressaltar que a Pérola Negra foi candidata a vice-governadora de São Paulo em 2018, quando sua chapa obteve 750 mil votos e foi a quinta colocada, entre as doze chapas que concorreram. 


O jornalista Walter Brito, pré-candidato a deputado federal faz o seu pronunciamento, quando três membros do PROS participavam da mesa diretora: o advogado e vice- presidente do PROS nacional Amauri Pinho, o presidente do PROS no Estado de São Paulo, Roberto Parillo e  o presidente nacional do PROS Marcus Holanda. Ao lado de WB, seus pré -candidatos a deputados estaduais pelo PROS e dois amigos: O empresário João Bosco, pré-candidato a deputado estadual; o amigo e médico do Hospital das clínicas de São Paulo, o dr. Alexandre Guimarães; a auxiliar de enfermagem e pré-candidata a deputada estadual Ed J; o advogado dr. José Carlos Ricardo, pré-candidato a deputado estadual; a professora universitária e pré-candidata a deputada estadual Rachel Bonfim; o professor universitário, Fraga Assunção,  pré-candidato a deputado estadual; e o empresário Ricardo Duregguer, amigo de WB e pré-candidato a deputado federal pelo PROS


Entrevistada pela reportagem, a também afrodescendente Roseli Bastos de Melo, citada como postulante a vice do Pablo, a professora e marqueteira política do Vale do Paraíba em São Paulo opinou da seguinte forma: " Claro que eu adoraria morar no Palácio do Jaburu em Brasília, mas como profissional da política e brasileira que almeja ver a melhor dupla administrando o Brasil, acredito ser interessante o Pablo ter ao seu lado uma negra filiada ao Podemos.

A Renata Abreu é uma mulher inteligente e saberá indicar uma negra que honrará o Brasil que tem uma dívida histórica com a comunidade negra. A Renata também deve ter visto na pesquisa Paraná que Pablo superou Simone Tebet em tempo recorde e acredito que em 15 dias ele vai superar Ciro Gomes. Vale lembrar que Pablo e sua vice serão recebidos por Obama e sua Michelle. O casal também precisa ser recebido antes da convenção do partido pela vice-presidente dos EUA Kamala Harris e um presidente africano.
"Se precisar de uma intérprete de LIBRAS, sou especialista", concluiu Roseli que foi a marqueteira que ajudou a eleger o prefeito Periquito de Aparecida- SP, a capital da fé.


O presidenciável Pablo Marçal, entre o presidente do PROS no Estado de São Paulo Roberto Parillo e o secretário nacional do PROS, o Edmilson Boa Morte


Quando concluía esta matéria, alcançamos via celular o experiente senador Gim Argello, quando falamos sobre a análise da marqueteira Roseli:
" Acredito que a Roseli é uma grande marqueteira e fez a leitura correta sobre os próximos dias de Pablo Marçal rumo ao Palácio do Planalto, pois entre 18 e 20 dias o Pablo Marçal estará em terceiro lugar na corrida para a presidência da República. O mundo e o Brasil mudaram. Vamos ajudar o jovem de 35 anos Pablo Marçal a destravar a nação para o progresso", concluiu o ex-senador por Brasília.

CLIQUE AQUI E VEJA MINHA CASA, MINHA VIDA VALPARAISO

Tecnologia do Blogger.