O Sindicato do Comércio Atacadista do DF (Sindiatacadista-DF) lidera um grupo de atacadistas brasilienses que desembarcou ontem (dia 6) em Atibaia (SP) para participar do mais tradicional evento do setor, promovido pela Associação Brasileira de Atacadistas e Distribuidores (Abad). Trata-se da 41ª Convenção Anual do Canal Indireto – ABAD 2022 ATIBAIA, que vai até amanhã (8), reunindo cerca de 600 executivos do país inteiro

Participam do encontro as seguintes empresas do DF: Brago Distribuidora, Brassol Distribuidora, Comercial Alvorada, Disdal Distribuidora, Estrela Distribuição, Ferragens Pinheiro, Grupo Dia a Dia, Havaí Alimentos e Link Med - Foto: Renato Alves.

A proposta do encontro é preparar os empresários para os desafios empresariais, com foco em tecnologia e processos em benefício da gestão.

Na abertura, participaram do painel político conduzido pelo presidente da ABAD, Leonardo Miguel Severini, o deputado federal Efraim Filho (União-PB), presidente da Frente Parlamentar de Comércio e Serviços – FCS; o deputado Marco Bertaiolli (PSD-SP); e a deputada Paula Belmonte (Cidadania-DF), além do presidente da CNDL e da Unecs, José César da Costa. Na oportunidade, eles debateram "O papel dos partidos políticos no Brasil que queremos".

Levantamento inédito
Uma novidade apresentada na convenção foi o levantamento inédito – realizado com quase dois mil colaboradores do setor – que mostra como está a relação do desempenho das empresas com o capital humano, social, ambiental e financeiro do atacado distribuidor. Realizado em parceria com a Economics of Mutuality Solutions – EoM, com patrocínio da indústria de bens de consumo MARS, o estudo buscou co-criar valor dentro do ecossistema, com oportunidades de crescimento coletivo que beneficia as empresas do setor, seus colaboradores, fornecedores e parceiros.

Alguns dos dados levantados chamam a atenção foi que 73% dos respondentes da pesquisa dizem que indicariam seu trabalho a outras pessoas, deixando claro que veem seu trabalho de maneira positiva; 75% desejam aprender novas habilidades e melhorar a educação, externando clara demanda por capacitação; num exemplo de confiança na solidez do setor e desejo de evoluir junto com o negócio, 81% acreditam que a empresa onde trabalham crescerá nos próximos três anos e 79% têm expectativa de que sua própria renda também cresça.

Pesquisa Mensal do setor
Durante a convenção, a ABAD anunciou a realização de pesquisas mensais, em parceria com a NielsenIQ, mostrando as tendências de crescimento do mercado atacadista e distribuidor.

"No primeiro trimestre deste ano, o PIB registrou elevação de 1,7% e o consumo das famílias cresceu 2,2% – ambos no primeiro trimestre de 2022 ante primeiro trimestre de 2021, com uma projeção de crescimento de 1,5% no ano. A manutenção do Auxílio Brasil, que impulsiona a compra de categorias de produtos de primeira necessidade, também é um fator favorável ao setor", explicou Daniel Asp, gerente de Business Intelligence da NilsenIQ.

Para Álvaro Silveira Jr, presidente do Sindiatacadista-DF, encontros desta natureza são fundamentais para o empresário saber lidar com situações que impactam no dia a dia de seus negócios. "Fazemos questão de estimular a participação de nossos associados neste tipo de evento", pontua.

A Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento Básico do Distrito Federal (Adasa) realizou um workshop para apresentação de propostas de remodelagem de processos relacionados às informações utilizadas para cálculo de indicadores do Plano de Distrital de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos (PDGIRS). As propostas apresentadas fazem parte do Produto 2 do Acordo de Cooperação Técnica (ACT) firmado entre a Agência e o Serviço de Limpeza Urbana do DF (SLU) para o aprimoramento de processos de geração e gestão das informações produzidas pelo prestador dos serviços públicos



Os resultados dos trabalhos permitirão que a Agência avance no processo de auditoria e certificação de informações relativas aos serviços de limpeza pública e manejo de resíduos sólidos do Distrito Federal. O projeto foi denominado "Projeto ACERTAR Resíduos Sólidos".

Na abertura do encontro, o diretor da Agência Apolinário Rebelo destacou o envolvimento de técnicos do SLU em diferentes etapas do trabalho. "A participação do SLU foi fundamental para este trabalho que visa a produção de informações com alto nível de precisão, o que garante a confiabilidade dos dados não só para a melhoria na prestação dos serviços, mas também para aperfeiçoar a atividade fim da Adasa no exercício do processo regulatório", afirmou.

A superintendente da Resíduos Sólidos da Agência, Élen Dânia, lembrou que o processo do ACT surgiu a partir do momento em a área começou a avaliar o monitoramento do Plano de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos. "Vimos ali que precisávamos fazer um trabalho para melhorar a qualidade das informações", ressaltou.

Durante a primeira etapa dos trabalhos foram realizadas reuniões e visitas às instalações do SLU com o objetivo de mapear os processos e identificar possíveis lacunas ou riscos. Na segunda fase, foram apresentadas alternativas para assegurar a geração de informações com maior nível de confiabilidade. A terceira fase do projeto será destinada à elaboração de manual de auditória e certificação que será utilizado pela Adasa para avaliação das informações que integram os indicadores do PDGIRS.

O Ministério das Cidades e a Associação Brasileira de Agências de Regulação (ABAR) desenvolveram o Projeto Acertar visando a auditoria e certificação de informações do Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento (SNIS) em relação aos serviços de abastecimento de água e esgotamento sanitário. No entanto, não existe ainda metodologia que trate dos serviços de resíduos sólidos.


A senhora Maria Goreti e o filho e gênio do marketing digital Leonardo Silva em Mairiporã


Texto escrito pelo jornalista Walter Brito


Como se sabe, eleição é coisa de profissional. A eleição de 2022 e da pandemia  certamente será a mais disputada da história de nosso país.  Quem é do ramo sabe que 66% dos eleitores não decidiram ainda em quem votar. Talvez  por isso se justifique a ascensão de Pablo Marçal, pré-candidato do PROS à Presidência da República.

Um dos points de Mairiporã -SP, Terra Natal de nosso entrevistado Leonardo Silva


O megaempresário foi oficialmente lançado pelo seu partido  no dia 18 de maio e hoje,  5/6,  18 dias depois, o jovem presidenciável está tecnicamente empatado com a senadora do MDB Simone Tebet, cujo partido tem estrutura gigantesca em todo o país. Além disso, ela faz parte da federação formada pelo PSDB e Cidadania.

Lula e Bolsonaro lideram a pesquisa, com base nos 34% que decidiram


Neste sentido o Instituto Paraná, o Datafolha e outros publicaram os dois  pré-candidatos com pequena diferença e empatados dentro da margem de erro! Eis que a reportagem entrevistou o jovem marqueteiro Leonardo Silva, de 29 anos, e desde os 11 anos de idade atento aos avanços da tecnologia.

A logomarca da empresa que contratou o Pequeno Polegar

Ele é conhecido no meio político como Pequeno Polegar, claro, baseado em  sua pequena estatura física,  mas gigante nos meandros da vanguardista campanha política digital. Contratado pela Next Tecnologia Comunicação, dirigida por dois experientes parceiros de Duda Mendonça, o Pequeno Polegar contou sua história, falou de uma candidatura para governador no Estado de Tocantins na qual está empenhado e à frente da campanha, e ao final opinou sobre a disputa política para a Presidência da República.

De acordo com pesquisas qualitativas: Simone Tebet, Pablo Marçal e André Janones, podem ser os protagonistas da eleição presidencial de 2022


Pedimos para o entrevistado se apresentar, e ele de pronto nos informou: "Estou ainda baqueado com a perda de meu saudoso pai para a Covid-19 em 2021, o honrado, especialíssimo e hoje saudoso José Luiz Pereira dos Santos, que construiu uma bela história em nossa Mairiporã, localizada ao Norte de Atibaia, que se destaca entre as 100 cidades do Brasil com o melhor índice de desenvolvimento humano, ocupando a 76a posição no ranking nacional.

Ciro Gomes luta para ser o terceiro e avançar. Entretanto os dois primeiros podem não ser Lula e Bolsonaro

Nos últimos meses ajudei a minha amada mãe Maria Goreti da Silva dos Santos a organizar uma empresa de eventos da família, que era tocada pelo meu  pai, e agora voltei firme e com muita vontade para a profissão que abracei desde infante, que é a tecnologia de ponta aplicada nas campanhas políticas.  Desde que ganhei um computador aos 9 anos de idade, eu liguei, gostei, fiz um curso de HTML Ouro aos 11 anos.

O Pequeno Polegar tem tudo para ser um dos astros da tecnologia de ponta na eleição que principia

Aos 18 criei o primeiro guia comercial de minha cidade e 30 dias depois consegui cerca de 300 associados, o que me animou e definiu o meu destino, maktub! Hoje sou um provedor de soluções do facebook e Instagram oficial. Trata-se de parceiro meta developer partner, ou seja, um trabalho realizado por meio da inteligência artificial com automação de mídias sociais, programação de mensagens e também e-commerce integrado, chatbots, combate de fake news e guerrilha. Sou conhecedor e  especializado no combate ao fake news e guerrilhas, além de ocultação de negatividade e relacionamento automatizado. Portanto, foi por meio destas ferramentas que ajudamos a eleger diversos vereadores, prefeitos e orientamos alguns parlamentares em São Paulo e outros estados. Estou muito feliz em estar agora em uma equipe de parceiros mais experientes, que dirigiram campanhas vitoriosas de senadores, governadores e presidentes da República, que são os queridos Fábio Fonseca e Saulo Cavalcante, que por muitos anos foram parceiros do Duda Mendonça e juntos venceram  campanhas históricas no Brasil e no exterior.

A NEXT e o Pequeno Polegar acreditam no crescimento do doutor Luciano em Tocantins


Estou empenhado no projeto do renomado médico do Estado de Tocantins, doutor Luciano Castro, pré-candidato ao governo do Estado pelo Partido Democrata Cristão, enquanto meus parceiros tocam outros projetos no Ceará, Maranhão e Pará, por enquanto". Questionado sobre a eleição presidencial, o Pequeno Polegar argumentou:

"Apesar de jovem, sou um estudioso das grandes disputas nacionais. A pesquisa que é passada pela mídia se refere a pergunta estimulada que tem um valor imensurável nos últimos  30 dias do pleito. Hoje existem 66% de eleitores no Brasil que de forma espontânea ainda não sabem em quem votar. Bolsonaro (PL) e Lula (PT) têm pontuações elevadas em relação aos demais, com base em 34% do eleitorado que já definiu em quem votar.

Talvez por isso, o candidato do PROS, o Pablo Marçal e o André Janones do Avante estão incomodando, pois a população, depois de dois anos de pandemia, tende a eleger quem ainda não governou o país. Neste sentido, os protagonistas nos últimos 30 dias do pleito poderão ser os novatos como Simone Tebet do MDB, André Janones do Avante, e Pablo Marçal do PROS.  O Ciro Gomes do PDT, que sempre teve um bom desempenho no debate, poderá chegar junto com os que nunca disputaram a Presidência da República. Estes, de acordo com as pesquisas qualitativas, serão os protagonistas. Que vença o melhor para o Brasil", concluiu o Pequeno Polegar. Como se vê, Leonardo Silva, com apenas 29 anos, mostra claro que poderá ajudar a revolucionar o marketing político por meio da tecnologia de ponta. Que, de fato, vença o melhor para o Brasil!

Redes sociais: @nardosilva_

Por determinação do governador Ibaneis Rocha (MDB), o GDF investirá R$ 2,3 milhões na reforma da Quadra 4 do Setor Comercial Sul. Nesta semana, foi anunciada a licitação para executar serviços que incluem reforma do pavimento e calçadas, paisagismo e sinalização viária

Foto: Renato Alves.

Emblemático para a recuperação e a retomada econômica da área central de Brasília, o Setor Comercial Sul (SCS) está passando por um verdadeiro processo de reestruturação urbana. Nesta semana, o Governo do Distrito Federal (GDF) deu mais um passo na reforma do setor.

O Executivo distrital anunciou a licitação para a realização de serviços de recuperação do pavimento e das calçadas, além de implantação de mobiliário urbano, paisagismo e sinalização viária na Quadra 4 do SCS, com previsão de investimento de cerca de R$ 2,3 milhões.

O certame está previsto para ocorrer no dia 7 de julho, no auditório da Secretaria de Obras e Infraestrutura (Setor de Áreas Públicas, Lote B, Bloco A15, Epia). O edital e respectivos anexos podem ser acessados no site da secretaria e no Portal de Compras do GDF.

Também em processo licitatório, as obras da Quadra 5 serão licitadas no próximo dia 9 de junho. Já na Quadra 3, as obras serão iniciadas nos próximos dias. As quadras 1, 2 e 6 estão na fase de projetos – esta última com aprovação do Conselho de Planejamento Territorial e Urbano do Distrito Federal (Conplan) e em fase final para o anúncio da licitação.

"As obras no SCS estão sendo realizadas por partes em função da questão logística. O local estava abandonado. Já concluímos a Praça do Povo e até o final do ano, com certeza, entregaremos à população mais algumas quadras do setor totalmente reformadas", detalhou o secretário de Obras, Luciano Carvalho.

 




A visita da Sra. Azatui Simonyan à cidade de São Paulo, que se apresentou como conselheira das questões da diáspora do chamado “Presidente de Artsakh”, que é uma entidade promovida pelos armênios, e a Sra. Simonyan participou da cerimônia de inauguração do  monumento das “vítimas” do conflito armênio-azerbaijanês no pátio da Catedral Ortodoxa Armênia de São Jorge, levantantando, também, a “bandeira” da chamada entidade junto com as bandeiras da Armênia e do Brasil é inaceitável no momento em que estão sendo tomadas as medidas para normalizar as relações entre o Azerbaijão e a Armênia.

 

Ao submeter à limpeza étnica de cerca de um milhão de azerbaijaneses de suas terras e violar os direitos fundamentais dessas pessoas por quase 30 anos, cometendo inúmeros crimes de guerra durante a agressão militar, incluindo o assassinato brutal de 613 civis na cidade de Khojaly do Azerbaijão, o lado armênio com suas tentativas de fugir de sua responsabilidade pelos seus numerosos crimes, continua a ser responsável pelo destino de cerca de 4.000 azerbaijaneses que desapareceram durante o conflito no início da década de 90. Condenamos veementemente as atividades do lado armênio de desinformar o público brasileiro ao realizar ações divisivas no território do país democrático e multicultural que é a República Federativa do Brasil.

 

A utilização do território brasileiro para tais atividades, a permissão de entrada no Brasil de uma pessoa que se diz “representante” da entidade não reconhecida e o hasteamento da “bandeira” da referida entidade, que não é reconhecida por nenhum país do mundo, não corresponde ao espírito das relações bilaterais entre o Azerbaijão e o Brasil reguladas por normas e princípios jurídicos internacionais.

Este passo da diáspora armênia, que em violação do direito internacional promove o separatismo no território do Azerbaijão, pode ser avaliado como uma interferência nos assuntos internos de outro Estado e contraria os esforços da construção da paz na região, e demonstra que a real intenção do lado armênio não é a normalização da situação e a convivência pacífica.

 

As relações entre o Azerbaijão e o Brasil sempre se desenvolveram de forma constante e continuam a crescer. A última rodada de consultas políticas realizadas no Brasil no mês passado entre o Ministério de Relações Exteriores dos dois países é um exemplo claro disso. Sob esse prisma, a provocação da diáspora local pode ser visto como uma tentativa de ofuscar as relações bilaterais.

 

Independentemente da posição da Armênia, o Azerbaijão continuará avançando em direção ao desenvolvimento e progresso dentro de suas fronteiras internacionais, de acordo com suas obrigações e do direito internacional.

As micro e pequenas empresas (MPE) expandiram, no último mês de março, a sua participação proporcional na geração de novos postos de trabalho no país. O segmento, que tem sido o maior responsável pela criação de empregos ao longo dos últimos anos (em especial no período da pandemia), abriu nada menos que 88,9% de todas as vagas no terceiro mês de 2022. De acordo com levantamento feito pelo Sebrae, a partir de dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED), divulgado pelo Ministério da Economia, os pequenos negócios tiveram mais de 1 milhão de admissões e um saldo positivo de 121 mil empregos



No acumulado do ano, o Brasil já acumula um saldo de 615 mil novos postos de trabalho, sendo que as micro e pequenas empresas foram as grandes fornecedoras de emprego, com 430 mil vagas (o que corresponde a 70% do total). Por sua vez, as médias e grandes contabilizaram um saldo de 148 mil empregos (24,1% do total). A comparação entre o primeiro trimestre de 2021 e o primeiro trimestre deste ano mostra cenários relativamente semelhantes. Todos os portes de empresa apresentaram saldos positivos, sendo que as MPE tiveram resultados quase três vezes maior do que as médias e grandes.

Setor de Serviços lidera
O setor de Serviços continua sendo a principal força geradora de empregos no país. Em março, as MPE desse segmento contrataram 74.255 pessoas, totalizando, até o momento, 273.698 novos postos de trabalho, em 2022.

No Comércio, tanto as MPE quanto às médias e grandes empresas (MGE) apresentaram saldos mais tímidos de emprego, contudo, no acumulado do ano, as médias e grandes foram as que mais fecharam postos de trabalho (foram 43.361 mil desligamentos nas MGE, contra 17.434 das micro e pequenas empresas).

O CODESE - Conselho de Desenvolvimento Econômico Sustentável e Estratégico do DF, entregou nesta quarta-feira, 1° de junho, ao governador Ibaneis Rocha, um relatório contendo um diagnóstico completo da evolução do desenvolvimento do DF na última década, além de um benchmarking com planos estratégicos de longo prazo das cidades de Canberra (Austrália), Ottawa (Canadá) e Washington (Estados Unidos) - três capitais planejadas e que não são centros econômicos em seus país, assim como Brasília



Em um café da manhã, com a presença de membros do conselho, além de autoridades, empresários, acadêmicos e membros da comunidade, na sede do SINDUSCON, no SIA, também foi apresentado um vídeo acerca dos trabalhos realizados de janeiro a abril de 2022, no âmbito do projeto "O DF QUE A GENTE QUER – VISÃO 2022-2040", que está sendo desenvolvido pelas câmaras técnicas do CODESE, com a participação da população, para a criação de um Plano de Estado que será apresentado, em agosto, aos candidatos ao Governo do Distrito Federal.

Durante o encontro, Ibaneis Rocha destacou a importância do trabalho realizado pelo CODESE para o Distrito Federal. "O trabalho feito pelo CODESE é um trabalho bastante amplo, que busca as raízes e as necessidades dentro de cada uma das regiões administrativas, e esse trabalho deve, sim, ser apresentado a todos os pré-candidatos ao governo do DF para que possam formular seus planos de governo a partir das ideias que são colocadas neste documento", enfatizou o governador.

Para o presidente do CODESE/DF, Leonardo Ávila, a entrega de um relatório do conselho sobre o panorama do desenvolvimento do DF é um marco no trabalho de elaboração do Plano de Estado "O DF QUE A GENTE QUER – VISÃO 2022-2040". "Os membros do CODESE, juntamente com a consultoria contratada, tiveram relevante atuação nesse primeiro quadrimestre de 2022, sendo de suma importância a formalização de entrega dos trabalhos realizados, especialmente na presença do Governador Ibaneis e integrantes do GDF", destacou.

O documento entregue pelo CODESE ao governador do DF, nesta quarta-feira, ainda traz um relatório de pesquisas qualitativas e os projetos do Hackathon O DF QUE A GENTE QUER, realizado com diversas regiões administrativas do Distrito Federal.

O PANORAMA DO DESENVOLVIMENTO DO DISTRITO FEDERAL foi elaborado pela empresa de consultoria MacroPlan, contratada pelo CODESE para o desenvolvimento técnico do Plano de Estado "O DF QUE A GENTE QUER - VISÃO 2022-2040", e está disponível para download no site do CODESE/DF (www.codesedf.org.br).





Fotos: Renato Alves.


Conheça o portal FOCO NACIONAL: foconacional.com.br

CLIQUE AQUI E VEJA MINHA CASA, MINHA VIDA VALPARAISO

Tecnologia do Blogger.